1.21.2009

o síndrome da Branca de Neve

Acho que o pessoal da minha idade sofre do síndrome da Branca de Neve, isto é, supõe-se que é ao homem que cabe toda a iniciativa do engate. Basicamente, a miúda não tem que fazer nada e o homem que se amanhe. Se ele não toma a iniciativa é porque é maricas ou introvertido, se ele toma a iniciativa é porque é abrupto e só pensa em sexo. Basicamente, meus amigos (e isto é só para os homens), estamos lixados. Com a agravante de que o contexto do conto dos irmãos Grimm, e da sua adaptação para o cinema pela Disney, mudou totalmente.

O princípio de deixar a iniciativa ao homem é mais ou menos este: ela está deitadinha sem fazer nada numa campa de vidro, a fingir que está morta, e um gajo tem que chegar lá e dar-lhe um beijo. Se ela quiser acordar até acorda. Se ela não quiser acordar, metemos o rabinho entre as pernas e vamos embora discretamente. Claro que hoje a campa de vidro é mais um bar com consumo mínimo obrigatório, o beijo é mais uma pergunta do tipo: "olá, posso pagar-te uma cerveja?", e o eventual acordar dela é mais uma resposta como esta: "uma cerveja não, mas podes pagar-me um vinho do Porto e tudo o que já consumi".

Ok, até pagamos. Estamos tesos e a fazer contas até ao fim do mês, mas isto anda tão mau que temos que apostar em tudo. O pior é que a porcaria do cavalo, hoje em dia, é um carro que anda com o depósito quase sempre na reserva; e a merda do castelo é um T1 nos subúrbios da cidade cujas mensalidades já não pagamos há alguns meses. Mas tudo bem, enterramo-nos mais um bocadinho no cartão Visa para pôr gasolina, escondemos a carta do banco a ameaçar levantar a hipoteca, e lá a levamos para casa.

Ok, até levamos. Dá-se uma queca e a Branca de Neve engravida porque, segundo ela, se esqueceu de tomar a pílula. A família dela aparece lá no castelo e obriga-nos a casar. Perante o convite simpático dum pai armado com um cutelo e uma mãe com um rolo da massa, aceitamos de bom grado.

Ok, até casamos. Finalmente, fora do ambiente dos bares de engate e longe da família, conseguimos dar uns passeios calmos no campo. É nessa altura que a Branca de Neve desaparece. O campo deu-lhe saudades dos anões e ela pede o divórcio. Os anões, pelos vistos, faziam-na mais feliz. Tudo por nossa culpa, que andamos sempre nervosos e só pensamos em dinheiro.

Ok, até nos divorciamos. Enterramo-nos mais no empréstimo do T0 porque temos que lhe dar metade da parte já amortizada, levamos a merda do cavalo à oficina para ver se ele vive mais uns anitos... e voltamos a beijar uma mulher numa campa de vidro, ou seja, num bar qualquer com consumo mínimo obrigatório.

29 comentários:

joaninha versus escaravelho disse...

Tens que ter calma...
Melhores dias virão.
(diz o roto ao nu) :)

Sónia disse...

Há um pormenor apenas: se o homem tomasse ainda mais uma iniciativa e se protegesse (usando o preservativo), talvez a mulher não engravidasse... :)

kinas disse...

Temos sempre a hipótese de fugir para Legião Estrangeira :D
hasta

Hipatia disse...

C'um caraças! Não sei a que mulheres te referes, mas acho que andas a frequentar os bares errados. Olha que eu sou da tua geração e, se por acaso obrigo algum gajo a tomar a iniciativa, é porque não vejo um boi à frente e nunca teria reparado em sinais que não fossem do tamanho de uma avião. Tirando isso, eu - tal como a maioria das mulheres que conheço - tenho casa, carro e dinheiro para as minhas coisas. Se um gajo nos agrada, tomamos a iniciativa. E ainda há alguns que ficam ofendidos e nos acham umas oferecidas. Seja! O que não falta é gajo a dar sopa, pelo que passamos à frente. Talvez por isso, a última coisa que nos passaria pela cabeça era engravidar para caçar um gajo (bem, pronto, esta às tantas não é bem assim, que há por ai algumas trintonas desesperadas, mas acho que são essencialmente mal fodidas que acreditam que um filho resolve tudo) e dificilmente mandaríamos um pai de cutelo fazer fosse o que fosse. Pegávamos nós no cutelo, obviamente. Depois, penso que eu - e a maioria das mulheres que conheço - preferem nem sequer pôr a hipótese de engravidar de um gajo que lhe pagou um copo, especialmente se fosse para ir viver num T1 dos subúrbios. Esse já temos - aliás, temos T2 - e agora só se for algo bem melhor. Além de que, em muitos casos a última coisa que queremos é casar, armadas em Brancas de Neve virginais: ou porque já experimentamos e nem pensar cair na asneira outra vez; ou porque vivemos bem melhor sozinhas no nosso T2, sem correr o risco de um dia destes ter que dar metade ao caramelo que pagou um copo com um visa rebentado.

Lizard King disse...

É o mal dos contos de fadas...ficaram juntos para sempre, mas ninguém contou se o "sempre" era até às 8h da manhã, 15 dias ou um ano...está mal, publicidade enganosa...

Closet disse...

A vida é ciclica, mas sempre se vai aprendendo alguma coisita: desta vez usa os preservativos que compraste em Arrentela ;-)

snowgaze disse...

Eu que sou gaja não tenho grande experiência dessas situações mas...
então isso não era só até aos 20 e tais? A partir dos 30, não era ao contrário, as gajas desesperadas por causa do relógio biológico e os gajos a fazer de conta que não é nada com eles? Foi o que me contaram, que eu nunca tive problemas, ia "buscar" o gajo que queria e pronto, que não tenho paciência para esperar que eles se decidam (ou percam a timidez, ou seja lá o que for).

toma lá Fresquinho disse...

é verdade!

mas eu já me deixei disso ... às vezes também gostava de ser conduzido!
por isso agora só me armo em princepe se me apetecer...! vai na volta à conta desta perguiça, já perdi o "amor" da minha vida...para quem acredita nisso do amor eterno!

Salseira disse...

Que visão tão amarga!! Credinho!!

Olha que há moças que tomam a iniciativa (mesmo sabendo que há homens que não gostam dessas modernices), há moças que não se importam de pagar bebidas e jantares (se os homens deixarem), há moças que tomam precauções (embora haja homens que acham que isso é uma preocupação que deve ser só delas), há moças que não voltam para os anões (apesar de depois descobrirem que os homens se andaram a divertir) e há moças que só querem sair de um casamento com aquilo que entraram e que entre os dois conseguiram construir.

E, felizmente, há homens carinhosos, fieis, atenciosos e cuidadores!

:)

redonda disse...

:) bem, esta visão tão cinzenta do conto de fadas, fez-me rir, mas só um bocadinho...a ideia de que algo parecido acontece é cinzenta mesmo. Mas... poderemos pensar (até pelos estudos cientifícios em revistas) que são elas que tomam a iniciativa, olhando e sorrindo para o princípe que só por isso se aproxima e que depois tudo poderá correr bem e serem felizes para sempre, no castelo t1

ICMSV disse...

Que visão tão péssimista...

Paula disse...

ora aí está uma perspectiva bem negra, hein?
não há nada melhor de momento?

Gata2000 disse...

Credo! Isso é uma visão um pouco...redutora.
hum...olha, pensando bem...não é que tens razão.
Não há quem entenda os homens, então não é que continuam a procurar a Branca de Neve...pelo menos as mulheres já deixaram de procurar o principe, contentam-se com os lobos maus que as veêm, ouvem e comem!
Nice Blog.

Juliana disse...

O Síndrome do Coitadinho

E que tal dizer não quando não se quer, em vez de dizer que sim e depois se andar a queixar, porque afinal até não queria?

A desculpa de que os "obrigaram", como se tivessem uma pistola apontada à cabeça, parece-me coisa de principe que não sabe o que quer e, pior, não tem carácter suficiente para ser verdadeiro e assumir o que quer. É o verdadeiro tiro no pé, dele e dela...Ninguém merece.

Parabéns pelo blogue....agora, este post...não havia necessidade...

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, não sei se virão. A Branca de neve é um clássico :)

sónia, era entre um casalinho monogâmico. :)

kinas, e eu que nem à tropa fui nem quis ir. :)

hipatia, lol. tem piada as mulheres partirem do princípio que este post é uma espécie de acusação às mulheres... :)

lizard king, sempre gostei do "para sempre". não por causa da relação em si mas porque está obviamente errado, pelo menos numa perspectiva científica. :)

closet, se ainda tivesse os da Arrentela, isto estava mal. lol :)

snowgaze, isso é um cliché. eu tenho 37. acredita que os gajos são sempre os desesperados. :)

toma lá fresquinho, isso da "minha vida" não existe. eu acho mais que é melhor aproveitar o presente. :)

salseira, onde estão essas moças? :)

redonda, a iniciativa do macho é comum a quase todas as espécies... acredita. :)

icmsv, é um síndrome, só... :)

paula, é um síndrome. os síndromes têm excepções. :)

gata2000, e fazem elas muito bem. :) obrigado :)

juliana, não se escreve só pela necessidade. :)

CCF disse...

Bem negativo isto para as mulheres, bem ao contrário do que escreveste no "amor em quatro actos"...e é pena porque é generalista e redutor.
~CC~

bagaco amarelo disse...

ccf, suponho que esse sentido de humor está pelas ruas da amargura. :)

Olga disse...

Uma vez que não deu certo com a Branca de Neve podes tentar com a Bruxa Má. Se calhar ela não é assim tão má como a pintam! ;)

A disse...

Eheheheheeh

este artigo é um dos melhores que já li em Blogs.

é lindo ser português endividado lol

parabéns.

Trolha disse...

Fdx!
É mesmo isso. Para o que um gajo nasce!

coisas minhas disse...

k visao

Closet disse...

Claro que a tua vida é "agitada"!! Como estavam em promoção pensei que comprasses stock para 1 ano:P

bagaco amarelo disse...

olga, é muito bem visto. :)

A, alguém perceba o que escrevo. :)

trolha, nem mais, lol. :)

coisas minhas, uma visão classicista. :)

closet, lol... a minha vida é agitadíssima, sim... tão agitada que para comprar stock para um ano tinha que comprar a crédito. ei, espera lá, ou é agitada ou ganho mal. :)

Canuck disse...

A Branca de Neve é a dos sete anões... Este síndroma talvez seja o da Bela Adormecida. Redoma, deitadinha... remember?

CCF disse...

Escreves coisas de que me rio sim, e gosto bem de rir, mas a esta não achei piada. Fica para a próxima!
~CC~

Gato Aurélio disse...

...ainda bem que não é esta versão que contamos aos nossos filhos....

;O)

bagaco amarelo disse...

canuck, isso é só uma versão da Bela Adormecida. a Branca de Neve morde uma maçã e adormece... :)

ccf, :)

gato aurélio, mas é aversão que alguns dos nossos filhos vão conhecer melhor. :)

Utopic disse...

Sou visitante assíduo mas é a primeira vez que te comento e desde já te dou os parabéns pelo espaço que cá tens. Keep it up. Este teu post fez me recordar algo que escrevi jà à muitoooo tempo. Caso queiras dar uma espreita... são duas coisas pequenas

http://asnoitesdificeissaofaceisdeescrever.blogspot.com/2007/06/fases.html

http://asnoitesdificeissaofaceisdeescrever.blogspot.com/2007/06/coisas.html

A linguagem está muito forte (quem diz forte diz ordinária), deve ter sido um mês abrupto para os meus lados lol, mas certos assuntos requerem uma abordagem à homem, deves bem sabê-lo.

Cumprimentos

bagaco amarelo disse...

utopic, obrigado. vou ver, sim. :)