8.21.2008

conversa 919

Ela - Às vezes apetecia-me estar contigo sem dizer nada. Só assim abraçados.
Eu - Sim, percebo. Às vezes também é o que me apetece.
Ela - O problema é só...
Eu - É só o quê?
Ela - Quando eu não digo nada é porque estou a dividir o teu silêncio. Quando tu não dizes nada é porque estás a pensar noutra mulher qualquer.
Eu (risos)
Ela - Vês?! Até te ris...
Eu - Rio-me porque disseste uma coisa estúpida.
Ela - Ainda por cima chamas-me estúpida.
Eu - Não te chamei estúpida. O que tu disseste é que foi estúpido. Eu também já disse coisas estúpidas.
Ela (abana os ombros) - Tu realmente...
Eu - Eu realmente o quê?
Ela - Não se pode confiar em nenhum homem. São todos iguais.
Eu - Tu é que... ainda há bocado querias estar abraçada a mim em silêncio, agora já não podes confiar em mim...
Ela - Tu é que me levas a pensar que não posso confiar em ti.
Eu - Mas levo como?
Ela - Estás sempre a pensar noutras mulheres.
Eu - Mas... e se estiver, o que é que tu tens a ver com isso?
Ela - Nada. Só quero é que não me chateies.
Eu - Mas eu não te chateio.
Ela - Só me chateia tu seres um cobarde que não é capaz de assumir nada.
Eu - Mas assumir o quê? Passei de gajo que queres abraçar para um gajo em que não podes confiar. Agora já sou um cobarde que não assume nada. Daqui a bocado...
Ela - Daqui a bocado é melhor calares-te.
Eu - Pronto, eu calo-me. É melhor, sim.
Ela - Mas calamo-nos sem abraços. Tu aí e eu aqui.
Eu - Não te percebo...
Ela - Eu sou muito fácil de perceber...

22 comentários:

PE disse...

boa sorte rapaz... e coragem; sim, porque paciência tens de sobra. irra!!

: )

pedro disse...

hahahaha! Desculpa-me estar a rir, mas esta mulher é demais! Consegues dormir à noite a pensar nestas conversas? ;)

Naturezas disse...

As mulheres são assim como sabes , complicadas e muito sensíveis, e
onde disseste :" Rio-me porque disseste uma coisa estúpida.", fizeste a mulher sentir-se estupida porque gosta de ti, eu n sou Homem, mas acho que seria melhor se a assegurasses do teu amor , em vez de dizer que ela é tola por gostar de ti , mal entendidos como este não aconteceriam tanto, e assim ela ganharia confiança primeiro em ti e depois nela própria , pois é a ordem está incorrecta , mas às vezes é assim há que ceder, se ela precisa de confiar em ti , tu tens que tornar isso possivel.

Ana disse...

Realmente... eu não compreendo a tua amiga...
Consegue transformar uma conversa amorosa numa discussão. É caso para dizer: eu também não compreendo algumas mulheres.

Xantipa disse...

Acabo de descobrir que percebes perfeitamente as mulheres. O que tu recusas é entrar no jogo delas, com receio de não mais de lá sair.
Percebeste perfeitamente que o que ela queria ouvir era (em vez de «risos»):
Tu - Não penso nada noutra mulher. Estou aqui contigo e só penso em ti.
Ela - Posso confiar em ti?
Tu - Claro que podes!
Ela - E não penas noutras mulheres?
Tu - Nunca!
Ela - Então ficamos aqui abraçadinhos.

Percebeste?
;)

Anonyma disse...

Tenho de concordar com ela! lol

Para mim isso é coisa de gaja que não é para compreender!

Ficar agarrado em silêncio sem nenhum dos outros estar a pensar em outras pessoas!

É pedir muito? :pp

Gato Aurélio disse...

será melhor voltar às nozes... ou avelãs.... ou queijo fresco... sei lá...

;O)

bagaco amarelo disse...

pe, lol... agora estou de férias... :)

pedro, normalmente durmo a pensar noutras coisas, lol. :)

naturezas, estás a partir do princípio que nós temos algumas coisa muita séria, ou queremos ter. de facto, isso não é verdade. :)

ana, também é a minha análise. :)

xantipa, percebi o que disseste. não percebo muito bem porque é que ela quereria ouvir isso se... nem sequer temos uma estrutura emocional entre nós que me permita dizer isso. :)

anonyma, sim... é pedir muito. :)

gato aurélio, ou ao álcool e a falar com candeeiros. :)

Pax disse...

Nem sei como existe alguém com paciencia para conversas dessas...
:)

bagaco amarelo disse...

pax, a paciência é uma espécie de energia renovável... passa pro fases de escassez mas na verdade nunca acaba. :)

Pax disse...

Não concordo. A paciência é como a ingenuidade: não se perde, gasta-se.
Um dia me dirás.
:)

Evey disse...

Nem todas as mulheres precisam do Mr Right. Algumas precisam apenas do Mr. Right Now que goste delas quando está com elas, que não as faça sentir estúpidas por querer partilhar um momento a sós, sem mais ninguém na sala e no pensamento. Não para sempre, apenas por aquele momento.

Ana disse...

desculpa mas não concordo! paciência tem limites!
;)

bagaco amarelo disse...

pax, sim... gasta-se. mas é renovável... às vezes pode acontecer é que a própria fonte de energia dê o berro. :)

evey, ainda be, Eu acho que de Mr Right não tenho nada. :)

ana, as energias renováveis também têm limites. :)

Pax disse...

A minha já teria dado o berro... ou não.
:)

bagaco amarelo disse...

pax, ou sim. :)

Samantha disse...

nao sei porque faz-me um bocado de confusao eu partir-me sempre a rir com estas conversas...e perceber o que Elas querem!

secalhar sou como elas looool

bagaco amarelo disse...

samantha, lol... e costumas rir com as tuas próprias conversas? :)

Samantha disse...

Quando acontece comigo nao acho assim tanta piada :D

Mas percebo-as bem.

bagaco amarelo disse...

samantha, ah. ok... :)

Red disse...

entao nao e... chiça penico! lol

bagaco amarelo disse...

red, sim, de facto, em alguns pontos, é fácil. :)