8.18.2007

passinhos de lã

A Boc foi hoje para o Chipre. Não me telefonou como prometeu, limitando-se a enviar um sms. O sms diz que não me vai esquecer, o que, traduzido à letra, quer dizer que nunca mais nos vamos ver. Ela não está a sofrer com o facto de nos termos separado. Eu também não. Ambos sabemos isso mas não o assumimos à frente um do outro. É só por isso que o índice ivariano desce para o 10. Não gosto de silêncios forçados. Não gosto quando duas pessoas não conseguem assumir que não gostam uma da outra o suficiente, e por isso se afastam em passinhos de lã. O tempo vai passar, e entretanto o meu objecto cardíaco é alimentado por outra origem. O 10 parece-me bem.

4 comentários:

ah e tal (c) disse...

Pois a tal da frontalidade...:/ Percebo-te perfeitamente...

bagaco amarelo disse...

ah e tal, sim, é essa mesmo. :)

Fatyly disse...

Também não gosto de "passinhos de lã" porque é a pior arma de disfarce.
Deixa lá!

bagaco amarelo disse...

yep... é isso mesmo. :)