5.21.2009

mulheres que eu gostava de poder não compreender (81)



nome: Erin Gray
origem: EUA (Havai)
info: Nasceu em 1950 em Honolulu, capital do Havai. Quem viu a série televisiva Buck Rogers, produzida em 1979, não se pode esquecer dela no papel de Wilma Deering e do seu fato futurista branquinho. Um must para qualquer miúdo de calções. Além disso, quem é não sonha com uma mulher bonita que, apesar de corajosa, está sempre a precisar de ajuda?

6 comentários:

Clara disse...

Então calculo que estejas a dizer que gostas de mulheres que estão sempre a pedir ajuda. É isso? Isso é sedutor? Esta pergunta é franca...
Beijocas

bagaco amarelo disse...

clara, não é sedutor, não. só por si não é sedutor... mas em alguns caos pode ser. :)

Clara disse...

Tá visto! Tudo nesta vida é relativo. O melhor é sermos como somos, que alguém há de gostar de nós pelo que somos.
Beijocas e bom fim de semana!

bagaco amarelo disse...

clara, exactamente. numa mulher por quem eu esteja apaixonado, até ela a matar mosquitos com uma toalha de banho é sedutor... :)

Sugus de Fruta disse...

Erin Gray, como podia esquecer!
E já agora, Glynis Barber, diz-te alguma coisa?
Meu Deus, como estou velho!

bagaco amarelo disse...

sugus de fruta, claro que diz... claro que diz... ainda por cima na altura do dempsey and makepeace eu tinha a mania adolescente das loiras. :)