5.15.2009

como ele se aproxima dela...

Dentro dos vários tipos de mau aspecto que um homem pode dar ao tentar aproximar-se duma mulher, sobressaem aqueles que não dão resultado, ou seja, quase todos.

aproximação do tipo: eu sei conduzir tão bem o meu carro que tu vais pensar que eu também sou bom noutras coisas
Este tipo de aproximação acontece quando ele dá boleia a uma miúda gira que por sorte estava na estrada ou a uma amiga que não conhece assim há muito tempo mas que, por sorte também, precisou de boleia quando ele lha podia dar. Até aqui tudo bem. O problema é que ela está de saia curta e, assim sentada ao lado dele, começa a dar-lhe uns calores. Na verdade já nem sabe quais foram as últimas coisas que ela disse e quando der por ele está a conduzir como se fosse o melhor condutor do mundo. Já quase atropelou uma velhinha com andas numa passadeira e esteve perto de bater no carro da frente cinco ou seis vezes, mesmo assim não sabe se é por isso que está a suar ou por causa das pernas dela. O que vai saber muito em breve, quando a deixar no destino e acalmar, é que deu grande mau aspecto e ela deve ter pensado nele como mais um banana que não se enxerga...

aproximação do tipo: eu tenho muito andamento, sou um gajo bestial e posso beber muito que não me afecta nada
Ela acabou agora a primeira cerveja e ele já vai na terceira. Ela é bonita e ele quer impressioná-la, por isso é que pede cerveja em gestos decididos de forma a mostrar que é um tipo socialmente estável. Se tiver oportunidade até trata o empregado por "tu", o que lhe dá um estatuto de "gajo porreiro". O problema é que ele não percebe que deve acabar por ali. Uma hora depois ela ainda vai na segunda cerveja e ele já na sexta. Já nem repara que cospe perdigotos em demasia quando lhe diz que ela é muito bonita e que já pingou as cuecas várias vezes por estar a controlar a vontade de urinar. O pior é quando finalmente o fizer vai perceber que não está assim muito direito e vai verter um copo para cima dela. Neste tipo de aproximação normalmente acaba-se sozinho na cama, com tonturas e promessas de nunca mais se beber...

aproximação do tipo a minha mãe preparou-me para ser o melhor marido do mundo
Como é que um gajo mostra que é bom quando não se lembra, de repente, assim de nada em que seja efectivamente bom? É fácil: a eliminar a concorrência. Neste tipo de aproximação ele já percebeu quais são os gajos que andam a dar em cima dela e, claro está, há que dizer mal deles sem dar muito nas vistas. Por isso começa por dizer que é muito amigo deles e que eles são todos uns tipos altamente mas... e há sempre um mas, um deles numa festa qualquer comeu uma gaja qualquer e depois disse aos amigos que ela não era grande coisa, o que não se faz; outro convidou os amigos para cozinhar e queimou o jantar todo e ainda se desculpou a dizer que cozinhar é uma coisa de mulheres, o que não se faz. Ele, conclui depois, só vai para acama com uma mulher quando já tem certezas e acha que a cozinha é coisa de homem. Depois de eliminar a concorrência de forma tão eficaz, é espantoso como é que alguns dias depois ela ainda sai com eles...

aproximação do tipo repara só como eu sou esperto
Nem ele tinha noção que sabia tanto sobre tudo. Mal ela diz qualquer coisa ele interrompe-a para emitir a sua opinião sobre o assunto. Aliás, ele é um líder de opinião nato. O problema é quando ela, depois de bufar de cansaço, diz só a palavra "banana", e ele responde automaticamente que a banana da Madeira é muito melhor que a banana da América do Sul. Só aí é que talvez ele dê conta que está falar muito...

aproximação do tipo se estiveres comigo estás segura... a sério que sim... juro...
Nessa noite ele abriu a camisa e exibe de forma exuberante os pêlos do peito. Encolhe a barriga e tenta suportar os gases até ao fim da noite, enquanto enche a caixa torácica de ar para parecer mais forte. A conversa dele não passa muito de como o mundo hoje em dia está perigoso, principalmente para meninas bonitas e frágeis como ela. Aliás, mal alguém se aproxima dela durante a noite ele põe-se em posição defensiva entre os dois. É por isso que é tão estranho que, depois de tanto esforço, ela queira ir sozinha para casa no fim da noite. Ainda por cima a noite é tão perigosa...

18 comentários:

Cerejinha disse...

Mordaz!
Esta deve ter doído a muita gente :-)

angelasoeiro disse...

Desculpa a pergunta (e és livre de não responder) mas eras tu que hoje estavas a almoçar uma francesinha num restaurante em Espinho??

bagaco amarelo disse...

cerejinha, a mim doeu. :)

angela soeiro, se for no Maracaná era eu, sim. :)

angelasoeiro disse...

Eu era a miuda da mesa em frente! Quem te serviu foi a minha irmã :)

Paula disse...

nham nham!
francesinha!!!!

epá ainda bem que nunca me deram estas frases de engate, senão tinham ficado a falar sozinhos de certeza!!!
mas era cá com uma força....

Paula disse...

desculpa, não são frases, são atitudes...percebi. disse foi mal!

bagaco amarelo disse...

angela soeiro, nem reparei muito... estava com uma amiga à minha frente que precisa de alguma atenção, como viste. mas devo dizer-te que a tua irmã trabalha onde se fazem as melhores francesinhas que já provei. :)

paula, eu também gosto muito... como pouco por causa do colesterol. :)

bagaco amarelo disse...

paula, :)

angelasoeiro disse...

Eu reparei claro (e também não ia ter coragem de lá ir cumprimentar, lol)... Trabalha a minha irmã e eu! Aquilo é do meu pai. E ainda bem que gostas :)

bagaco amarelo disse...

angela soeiro, mas podias na boa. ali´s, se passares aqui no meu trabalho podes perguntar por mim na boa. tomamos um café. :)

AnAndrade disse...

:D :D
Elejo o "melhor condutor do mundo" e o "sei de tudo sobre tudo e tu não precisas de falar que eu dou conta do recado" como os piores.
O "bebo que nem uma esponja e aguento-me" também é janota, mas sempre dá para dar umas gargalhadas, se não se armar nos dois supra citados.

Brilhante, a tua análise. :)

bagaco amarelo disse...

AnAndrade, então eu devo ser janota, lol. :)

gralha disse...

Já toda a gente sabe que escreves muito bem mas este post está mesmo muito bom! Espero que não te importes que faça referência ao mesmo no meu blogue.

Helenikon disse...

Uii, que o post é dirigido !!! Relembra-me aqueles filmes reeedículos de Sábado à tarde em que o gajo só faz m***a e muitas vezes até acaba por ficar com a menina ... ... de tanta asneira que faz. Pelo menos não é "phony". Há qq coisa nela que o altera mais do que aos outros. E o amor, por vezes, é tão reedículo.
"ela:- Banana.
ele:- Bem, a banana da Madeira é mto melhor do que a da América do Sul. Tem um preço comercial relativamente elevado em relação ao seu peso, etc, etc " ... lol, mto bom. QI=145; QE=10

AnAndrade disse...

Não somos todos?! ;)

bagaco amarelo disse...

gralha, na boa... obrigado. :)

hekenikon, é dirigido, sim... é mesmo isso. :)

AnAndrade, todos, todos... às tantas. :)

Pós Modernos disse...

Genial. Cometi todos esses erros e pecados. Mas uns 3% das vezes e apesar de tudo, acordei com a gaja na cama!
- Faço um pequeno almoço genial. Ensinou-me a minha mãe. Disse eu, confiante
E não te ensinou a chamar um táxi? Respondeu ela!!!

bagaco amarelo disse...

pós modernos, eu cometi alguns erros. todos não... deve ser por isso que a minha taxa de sucesso nem aos 3% chega... mas sei chamar o táxi. :)