5.19.2009

conversas 1236

Ela - Precisava dum gajo só para de noite.
Eu - Um gajo só para de noite?
Ela - Sim. Durante o dia, com o trabalho e tudo o mais, sinto-me bem. Só à noite é que às vezes vem aquela solidão...
Eu - Tu até sais bastante à noite e tens bastantes amigos...
Ela - Sim... é verdade, mas eu disse AQUELA solidão...
Eu - Ah!

17 comentários:

Lili disse...

"aquela" solidão faz toda a diferença :)

A noite tem o dom de, independentemente dos copos e da euforia com os amigos, nos trazer sempre "aquele" momento em que paramos, olhamos à volta e concluímos que estamos sós.

A forma como cada um lida com essa solidão é que varia bastante de pessoa para pessoa.

bagaco amarelo disse...

lili, acho que aqui é de solidão sexual que estamos a falar. acho eu... :)

Lili disse...

seja. lol

a minha mania de ser inocente : /

Paula disse...

é sim Bagaço...eu conheço "aquela" solidão, hehehe.
há que aguentar, que remédio!
;)

bagaco amarelo disse...

lili, lol... precisas de formação com a professora de espinho. :)

paula, pois... conhecemos todos. garanto-te. :)

lluna nena disse...

As vezes não precisamos de alguém só para sexo, as vezes precisamos de acordar e sentir alguém ao nosso lado, as vezes precisamos de um abraço... As vezes precisamos apenas de uma presença..

Icon disse...

aquela solidão não tem já remédios menos ortodoxos?

ahahaah a prof de espinho... lol

Mena disse...

é uma solidão tramada....
Mas depois tb não há fome que não dê em fartura....
E essas solidões acabam quase sempre por dar conosco com alguém mais tempo do que aquilo que na verdade desejariamos...só para que á noite não tenhamos de ficar sós...
beijinho

Giovana disse...

Eu ia falar, mas deixa quieto, ahahahah ^^

bagaco amarelo disse...

lluna nena, é verdade... mas outras vezes não. :)

icon, lol. :)

mena, de facto a solidão é também um teste a nós mesmos... :)

giovana, :)

Bichana disse...

Ah pois é...às vezes sente-se a falta de um bom "amasso", lolol

zeni disse...

Esta conversa mexeu nas minhas más memórias. Houve tempos, ainda casada, que costumava brincar com o meu ex(e brincava mesmo, stupid me!), dizendo-lhe "preciso de um clone teu, para poder estar contigo, já que tu nunca estás".

bagaco amarelo disse...

bichana, é a verdade... e é confuso, de facto, se é mesmo só de um amasso que precisamos. Acho que nunca é só isso, em bora às vezes mais outra vezes menos. :)

zeni, já ouvi exactamente essa 'piada', acredites ou não. :)

moura.encantada.e.seus.misterios disse...

Deixo-te aqui um mail que curiosamente recebi hoje, lol!!!

Um dia uma rapaz perguntou a uma rapariga se queria casar com ele

a rapariga disse que não

e viveu feliz para
sempre...................
Sem lavar,
sem cozinhar,
sem passar a ferro
saindo com as amigas,

dormia com quem lhe apetecia,
gastando o seu dinheiro conforme lhe apetecia
e sem trabalhar para ninguém.

FIM

...O problema é que de pequeninas, não nos contavam estas histórias...
vinham sempre com a história do príncipe azul........

Todos os homens dizem refererindo -se a nós - Para que havemos de comprar a vaca quando podemos ter leite grátis?

Temos de lhes dizer: Sabem porque é que agora 80% das mulheres estão contra o matrimónio? Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro para ter uma salsicha.

Célia N

bagaco amarelo disse...

moura.encantada.e.seus.misterios, lol... :)

Hugo disse...

Eu acho que o grande problema dos casamentos é o que a revoluçao cultural mudou no que toca ao que cada pessoa espera da outra e aquilo que ta a abdicar para fazer o outro feliz. antigamente a mulher fazia tudo em casa e o homem trazia o sustento e quase que era o bastante pa tar tudo bem.. nao acho isto correcto mas é uma realidade!

bagaco amarelo disse...

hugo, antigamente, mesmo que fartasses da tua companhia, optavas por sofrer o resto da vida em vez de te dares uma nova oportunidade. :)