5.26.2009

conversas 1243

Ela - Já tiveste alguma grande paixão por alguém que nunca chegaste a conhecer?
Eu - Claro que já. Não tivemos todos?
Ela - Sim... acho que sim.
Eu - Também acho que sim...
Ela - É estranho podermos passar uma vida inteira sem conhecer alguém de quem gostamos tanto...
Eu - Não acho que seja mau... quando tu gostas duma pessoa que não conheces pessoalmente, não gostas realmente dessa pessoa mas sim daquilo que imaginas que ela é.
Ela- Isso é verdade. Se calhar é por isso que há tantos divórcios e separações. Mesmo quando conhecemos a pessoa que amamos há espaço nela para a nossa imaginação.
Eu - Sim, isso não é a verdade toda, por que nós próprios vamos mudando com a vida, mas é sem dúvida uma boa parte da verdade.
Ela - Pode ter acontecido isso connosco...
Eu - Pois pode...
Ela - Apetece-me chorar...
Eu - Porquê?
Ela - Não sei... estou emocionada...
Eu - A mim apetece-me beber uma cerveja. Vens comigo?
Ela - Bebes uma cerveja e eu choro. É isso?
Eu - Bebemos os dois e choramos os dois. Pode ser?

24 comentários:

Anónimo disse...

genial...como sempre, lol e não estou a dar graxa.
miau

Anónimo disse...

Isso é que é a verdadeira amizade.
O entendimento completo e mutuo.
Já se vê pouco disso.
Elsa

AnAndrade disse...

"Bebemos os dois e choramos os dois". Muito bom! :)

LittleHelper disse...

Olha, permite-me concordar e acompanhar a mágoa... pede uma para mim também. Pago eu.

ineiiizi disse...

:)

às vezes, quando estou nos meus momentos, abro a 'caixinha' e tiro uma memoria que me provoca saudades. a que esta mais presente, ultimamente é uma situação identica... mas o choro ficou contido por ninguem querer dar parte fraca, ao fim de tanto tempo...

há momentos que ficam guardados, e o que a vai, la vai... e nao se pode alterar. sabemos que devemos pensar assim. Mas uma vez encontrado o epicentro, quantos de nós nao desejavam ter uma máquina do tempo, de vez em quando?!

SanteagO disse...

Muitas das vezes esses amores que são platónicos e como que impossíveis, são os que nos movem e trazem-nos atrás desse perfume que a outra pessoa mistério nos deixa como rasto. A algum lado nos leva um dia, mesmo que ao oposto desse amor.
De nada nos faz mal.



Tenho imenso gosto em ler, e reler todos os posts.

:D

Paula disse...

gostei!
gosto sempre de te ler!
:)

Clara disse...

É nesta parte que posso dizer que gosto mesmo do Eric Dane? E não, também nunca o vi mais gordo:)
É sempre bom embarcamos em fantasias..mas só durante um bocadinho...
Beijocas

bagaco amarelo disse...

miau, obrigado. :)

Elsa, Se calhar vê-se muito. Nós é que queremos sempre ver mais... espero eu. :)

AnAndrade, obrigado. :)

little helper, junta-te à vontade... é mais uma rodada. :)

ineiiizi, percebo perfeitamente o que dizes... se bem que neste momento gostava de ter uma máquina que parasse o tempo por estes dias... :)

santeago, concordo contigo... mas é tão bom tocar, ainda que de forma efémera, num desses amores platónicos... obrigado. :)

paula, obrigado.... :)

Isa disse...

Companheirismo e partilha acima de tudo :)

Fabulosa disse...

ahahaha! =D olha que dois tontinhos...

Miepeee disse...

Para um copo de vinho s.f.f. que nao gosto de cerveja :P

Bichana disse...

Adorei...
e espero que tenham rido também.

bagaco amarelo disse...

isa, sim... quando se consegue... :)

fabulosa, lol. :)

miepeee, eu também me ando a transferir mais para o vinho do que para a cerveja... mas com este calor... :)

bichana, vai dando para tudo. :)

Giovana disse...

Solidariedade, de vez em quando, é ótimo! :-) .

Aliás, conversa filosófica! Embora não deixa de ser verdade.

Às vezes, pessoas que temos contato somente por uma tela valem muito mais que algumas que temos contato todos os dias.

bagaco amarelo disse...

giovana, é uma verdade pesada, essa... :)

luís disse...

Por vezes mudamos tanto que somos tentados a perguntar-nos durante a mudança se o divórcio ou a separação fazem sentido.

;)

Uma tentação nunca deixa de ser uma tentação, por vezes é só mesmo isso.

:)

um bragaço!

bagaco amarelo disse...

luis,concordo, sim... abraço. :)

Nirvana disse...

Lol... Bendita cervejinha ;)

bagaco amarelo disse...

nirvana, acredita que sim... :)

Joanaa disse...

Puroo :)

bagaco amarelo disse...

joanaa, :)

Anónimo disse...

Espectaculo... fazem os dois a festa e depois apanham as canas... não é mau! acho que sim, que se deve chorar quando apetece chorar! (e beber cerveja quando (não) apetece beber cerveja!)

D.T.

bagaco amarelo disse...

d.t., não há mal nenhum, não... :)