1.27.2011

respostas a perguntas inexistentes (120)

007 Never say Pateta Again

Os homens são inseguros no Amor. Até podem não ser inseguros em mais nada, mas no Amor são-no sempre sem excepção. Aliás, é por isso que nunca se encontra nenhum homem que pareça inseguro. É que todos sabem que essa é uma fragilidade que se deve disfarçar.
A insegurança masculina no Amor é tão antiga quanto o primeiro Amor de cada um, ou seja, nasce exactamente no mesmo momento em que homem se apercebe pela primeira vez na vida que ama uma mulher.
O problema dos homens é que uma insegurança disfarçada é bem pior que uma insegurança assumida. Uma insegurança assumida faz um homem corar e tremer quando se aproxima da mulher amada, uma insegurança disfarçada faz um homem parecer pateta. Não é por mal, é que se não há no mundo disfarces que não sejam patetas, os disfarces da insegurança de um homem apaixonado são os mais patetas de todos.
Eu perdi a conta aos disfarces patetas que já usei nesta vida, mas sei que foram sempre de um homem que tende para qualquer coisa como o 007. Enfim, alguém seguro de si mesmo. Seria o disfarce ideal não fosse falhar logo à nascença, que um homem inseguro nunca consegue fingir que não o é.
A culpa, no meu caso, é do cinema. Noutros casos será da literatura ou mesmo do senso comum. Certo é que a coisa falha sempre e só tem um final feliz quando uma mulher quer. Nunca percebi se as mulheres nos deixam ser patetas tanto tempo por piedade ou por gozo. Ainda não cheguei lá. Mas sei que o Amor só acontece quando elas nos despem esse fato. É que no Amor, com o sexo incluído, a nudez é um valor maior.

21 comentários:

Dani disse...

nossa... muito bom!

Ana, Dona do Café disse...

...mas não são os únicos.
As mulheres também são bastante inseguras e muitas das vezes também usam mil disfarces, por vezes, até mais notórios do que os homens. Olha um exemplo básico: combinas um café banal com uma miúda por quem sentes algo, (e que suspeitas que ela também sente algo por ti) e vais ver que aqueles saltos altos calcados, e bem marcados a cada passo na tua direcção, gritam ''ó pra mim: tenho a minha confiança debaixo dos meus pés. (tomara que não tropece aqui mesmo...)'' :)
beijo

Anónimo disse...

"Nunca percebi se as mulheres nos deixam ser patetas tanto tempo por piedade ou por gozo. Ainda não cheguei lá."
Se algum dia lá chegares o título do teu blog começará a perder letras :)
CR

bagaco amarelo disse...

dani, obrigado. :)

ana dona do café, eu sempre achei os saltos altos um desafio enorme ao equilíbrio, e portanto nunca pensei que a insegurança os pudesse calçar. :)

cr, também tens razão. :)

LM disse...

Eu diria que para mim, no Amor, com o sexo incluído (queláááro), o sono é o valor maior.
Há lá prova maior de Amor que baixar todas as defesas, fechar os olhos e ressonar ao lado de quem se ama?
Adoro ver um pateta a dormir descansado.;)

maria disse...

Bem...de uma coisa estou certa: Estou viciada em vir ao seu blog pela manhã e ficar com um sorriso :)

Também estou certa de outra coisa: A insegurança existe nos dois sexos..., e "alguém" um dia disse: "somos todos pessoas" ;)

Bom Dia!

bagaco amarelo disse...

lm, caramba! ias gostar de mim. :)

maria, existe nos dois sexos, sim. eu é que só a noto mais em mim... e sim, somos todos só pessoas. obrigado. :)

Marta Lopes disse...

Brutal!!!
Parabéns :)



Posso parilhar ?!

bagaco amarelo disse...

marta lopes, claro. e eu ainda agradeço. obrigado. :)

Fatyly disse...

Nunca percebi se as mulheres nos deixam ser patetas tanto tempo por piedade ou por gozo. Ainda não cheguei lá.
..................
oh rapaz nunca conseguirás perceber e tudo porque elas também não percebem e ainda bem, porque se assim não fosse o mundo do Amor perderia interesse.

Tu não vês as formas de insegurança dos animais irracionais? Olha lá o pateta da ave que "decora o lar feito tonto" ou a luta entre os vários "oo7" machos... verdade ou mentira? Pois foi do que me lembrei enquanto te lia!

Nos comentários...pois o ressonar...isso é outra música loll

bagaco amarelo disse...

fatyly, também tens razão. nunca cheguei lá e é melhor não chegar. :)

Celeste disse...

as gajas gostam de ver um gajo à nora...não me venham com tretas! Se a mocita gostar de ti leva-te à disney! :D

Cota disse...

tas a expor a malta, toda e qualquer mística, é necessária para despertar a forte e desenfreada curiosidade feminina =)

e assim, qualquer dia elas elas pensam que nos podem ler como se fossemos todos o mesmo livro, não pode ser lol

bagaco amarelo disse...

celeste, caraças. eu detesto a disney. :)

cota, lol. eu já sou mesmo um livro aberto... :)

Eli disse...

Os homens não são todos iguais.

(Nem as mulheres!)

:)

Ana, Dona do Café disse...

Ohum, depende dos saltos.. :P há pequenas coisinhas a que nos agarramos para nos disfarçarmos. somos todos uns patetas...e é tão lindo que assim seja :D * bom fim-de-semana

bagaco amarelo disse...

eli, pois não, e ainda bem. :)

ana dona do café, exacto. bom fim de semana. :)

Marlucinha disse...

mais um post da blogoesfera que eu adorava ter escrito :)

bagaco amarelo disse...

marlucinha, obrigado. por mim podes escrever por cima. :)

Alexandra disse...

Maravilhoso texto.. Como sempre:)
As mulheres são igualmente inseguras no amor. E deixa-me que te diga que, a teres razão, muitos homens conseguem enganar-nos e a patetice passa totalmente despercebida sob a capa da (aparente?) segurança e autoconfiança. Talvez porque a nossa insegurança seja maior? E não há nada como a insegurança para nos toldar a visão no que toca a detectar inseguranças alheias..
O teu post não deixou de me fazer recordar (e sorrir) algumas patetices do mais idiótico que há - normalmente os casos em que se excedem na autoconfiança, a raiar o arrogante e presumido, que nos faz sentir ainda mais inseguras e patetas. E fica a dica aos navegadores cibernáuticos: isso não é nada sexy. Dá-nos vontade de vos espetar com uma frigideira nas ventas. Adiante..
Só posso falar por mim, mas nos casos de patetice saudável, não o permitimos por piedade ou por gozo. Acredito que a maioria das mulheres procura ver num homem não apenas o que aparenta, mas o potencial que ele encerra. E quando uma mulher detecta o tal do potencial num homem, dispõe-se de bom grado a esperar que ele dispa o fato da patetice.. ;)

bagaco amarelo disse...

alexandra, :)