1.14.2011

respostas a perguntas inexistentes (114)

Todos conhecem a expressão "Make Love Not War" que supõe que o Amor é o contrário da guerra. Não é.

Quando muito, o Amor será o oposto da solidão. Já com a guerra, o Amor tem tudo a ver. Claro que não estou a falar da guerra que deriva do capitalismo e da ganância. Estou a falar da guerra em que somos o nosso próprio inimigo. Conhecemo-nos, apaixonamo-nos, amamo-nos e depois estragamos tudo numa guerra interior que nem nós próprios conseguimos perceber. É como se o Amor nos entregasse de vez em quando uma bandeja cheia de felicidade e nós, como resposta, o esmurrássemos continuamente.
É por isso que só amamos a sério quando aceitamos depor as nossas armas e aceitamos o doce sabor da derrota. Nessa altura deixamo-nos conquistar e ocupar pelo Amor que, como qualquer conquistador, impõe sempre novas regras e condutas na nossa vida. Enfim, uma nova cultura que aceitamos ou não. Quando aceitamos, adivinham-se anos de paz e prosperidade amorosa. Quando não aceitamos, partimos de novo para a guerra, às vezes primeiro através da guerrilha. 

12 comentários:

o dono disse...

Porra, bagaço. Deve ser interesssante sentar à mesa para partilhar um whisky contigo e ouvir estas tuas teses. ; )

Anónimo disse...

Talvez seja por isso que se diz que o amor dá luta.
CR

Anónimo disse...

Cada um escolhe as suas batalhas. Umas vezes conquista-se, outras deixamo-nos conquistar. Mas não há pior guerra do que a fria, aquela em que ambos estão ali numa convivência marcada pelo hábito onde já nem há luta, apenas uma co-existência diplomática, enquanto um espera que o outro atire a bomba de uma vez por todas.
mj

bagaco amarelo disse...

a dono, acertaste na mouche, digo, no uísque. :)

cr, boa. :)

mj, concordo contigo. :)

Cristina disse...

Ola,
passo todos os dias pelo teu blog e saio com um sorriso no rosto, primeiro por causa das conversas com imensa piada, depois porque sempre acertas... as tuas teorias para além de interessantes são sempre muito bem baseadas e quase sempre correctas. Principalmente esta!
Concordo com cada frase.
Continua,
bjs

bagaco amarelo disse...

cristina, obrigado. :)

TM disse...

Então tenho a dizer que me sinto muito feliz por ter sido derrotada... estou completamente rendida.... e nada arrependida... :D

bagaco amarelo disse...

tm, exacto. eu também. :)

Fatyly disse...

Subscrevo inteiramente e ainda há tempos escreveste que não "não existe amor das princesas Disney e etc e tal" e onde fica o que leio aqui, nomeadamente o segundo parágrafo?

ADOREIIIIIIIIIII e quem sabe se não serei conquistada lol

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. de facto nunca sabes. nem tu, nem eu nem ninguém. :)

Jacinta disse...

Gosto do Amor. Mais ainda com letra maiúscula.

bagaco amarelo disse...

jacinta, :)