1.19.2011

conversa 1694

Ele - Estou completamente apaixonado.
Eu - Fixe. Já merecias.
Ele - O problema é que eu estou numa fase tão feliz da minha vida que tenho medo que ela acabe. Aliás, o pior de tudo é eu saber que ela vai acabar mais tarde ou mais cedo.
Eu - Não achas que devias aproveitar o momento? O resto, depois logo se vê. Até pode ser que não acabe nada.
Ele - Acaba, acaba. Já falei com ela sobre isto e ela concorda que isto não pode ser eterno. Não é possível.
Eu - Isso chama-se sofrer por antecipação.
Ele - Sim, assim vamo-nos habituando.

25 comentários:

Celeste disse...

não há condições!

bagaco amarelo disse...

celeste, ou não há ou não as querem ver. :)

Jibóia Cega disse...

Também há homens complicados, assim na proporçao de mulheres práticas.

Larose disse...

tá tudo parvo ....mas esse pessoal ainda não passou da adolescência???

BlueBlood disse...

1º Começar alguma coisa a pensar que vai dar errado, ou que não vai correr bem, or whatever, é meio caminho andado para realmente falhar!
2º Nunca gostei do "hábito"! Habituar-se a alguma coisa parece me sempre negativo... O hábito torna nos "mecânicos"... Habituar-se a não ser feliz faz-me confusão!

Candybabe disse...

Baaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhh
Sofrer por antecipação!!!
No Way!!!!

Anónimo disse...

Até acabar o amor é eterno :)))))
oh, saudades!
mj

Cisne disse...

Geralmente essas são as relações mais duradouras. E assim, vendo bem, a técnica d'«ele» até é capaz de ser genial... lol

Cisne.

Maria disse...

Não concordo! Se não tem futuro não vale a pena ter presente. Mas se gostam assim tanto do presente porquê pensar já que não vai haver um futuro. Sofrer por antecipação é uma verdadeira perda de tempo.

Patife disse...

Presumo que se tivesse dois cromossomas X também eu seria assim tão complicado. ;)

bagaco amarelo disse...

jibóia cega, nunca tive dúvidas sobre isso. :)

larose, eu acho que já chegou à velhice. :)

blueblood, gostei dessa forma de pôr a coisa. :)

candybabe, :)

mj, exactamente. :)

cisne, se isso for assim, sinto-me um derrotado. :)

maria, concordo em parte. acho que o presente pode valer a pena mesmo sem futuro. :)

patife, lol lol. ele tem... ele tem... :)

Fatyly disse...

Como é mais que óbvio nada é eterno e nem nós, mas este não irá longe e está armado aos pingarehos de um pateta alegre e o pior é que ela embarca.
De repente deu-me a sensação ser o mesmo "ele" da conversa 1667.

memyselfandi disse...

Eu, por acoso, também sou um bocado assim, sofrer por antecipação, e, de facto, é meio parvo! Lol!

Close up! disse...

Nunca se deve sofrer por antecipação...
Não faz bem!

bagaco amarelo disse...

fatyly, isso é que é memória. :)

memyselfandi, ser meio parvo quer dizer que a outra metade não é. :)

close up, nadinha. :)

Jana disse...

Ola, sou de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. E nem sei como cheguei até aqui (normal nesta coisa de blog não), mas enfim, cheguei e apesar de ter lido praticamente todo o blog, não compreendo os homens, mas compreendo porque gostei do blog, um jeito que só os portugues tem de fazer graça nas coisas cotianas, o toque irônico e as sacadas geniais...

Beijos

bagaco amarelo disse...

jana, obrigado pela simpatia. bem vinda : :)

Filipa disse...

Este ponto de vista dá realmente que pensar... Mas uma coisa é estranha, muito estranha: Porquê desperdiçar tempo em algo que não tem futuro logo à partida? Muuuuuuito esquisito!

Mia disse...

Por motivos pessoais o blog “Baby I Don’t Care” foi por mim bloqueado, desta forma peço aos meus antigos seguidores que se desloquem ao meu novo blog, “Amanhã quem sabe…” (http://amanhaquem-sabe.blogspot.com/). Lá irão encontrar uma pequena explicação e a continuação do antigo blog, lá irão encontrar a Mia de sempre. Beijinhos, Mia

bagaco amarelo disse...

filipa, pela mesma razão que comemos chocolate, acho eu. :)

mia, :)

Sofia disse...

Ai meus Deus, mas isto de sofrer por antecipação é bom? Dará adrenalina?!
Beijinhos,
Sofia

Larose disse...

...então tá bem ....é labilidade emocional

bagaco amarelo disse...

sofia, eu acho que só tira... mas isso sou eu. :)

larose, ena! juro que não conhecia a palavra labidade. :)

Chicos y Mojitos disse...

Parece tolo, mas nao é o que fazemos quase sempre?
Percebo-o.

bagaco amarelo disse...

chicos y mojitos, talvez... numa certa altura da vida. :)