4.28.2009

amores...

Paixão, intimidade e compromisso. São estes os três ingredientes fundamentais numa relação amorosa segundo Anne Hooper, autora do livro "The Intimate Guide to Sexual Fulfilment - Pure Sex" (O Guia Íntimo para um Total Preenchimento Sexual -Sexo Puro). Quando estes três ingredientes estão presentes com a mesma intensidade, dá-se o caso de se estar perante um amor consumado mas, quando não estão, podem acontecer várias coisas...

Amor Apaixonado
É o amor em que a paixão é o ingrediente fundamental mas ao qual falta alguma intimidade e total compromisso. Normalmente é a primeira fase duma relação, seja ela qual for.

Amor Vazio
É um amor em que há compromisso total mas não há nenhuma paixão nem intimidade. Normalmente a causa deste amor são os filhos, que se tornam num forte mas único elo de ligação entre duas pessoas.

Amor Romântico
É um amor que se prevê curto e em que cada um dos amantes seguirá brevemente um caminho diferente. Falta-lhe compromisso mas tem paixão e intimidade em quantidades generosas.

Amor de Companhia
Há intimidade e compromisso. O que falta mesmo é paixão mas essa é disfarçada por ainda haver regularmente sexo.

Amor Insensato
Falta intimidade. As pessoas amam-se e até se sentem comprometidas mas, por qualquer motivo, há um silêncio constante entre ambas que se reflecte também no contacto corporal.

Amizade
É um amor em que há intimidade mas não há compromisso nem paixão. Normalmente chama-se mais amizade do que amor a este tipo de relação mas, quando há intimidade a sério, ele pode evoluir para outro tipo de amor...

28 comentários:

Anne disse...

Parabéns pelo blog, o misterioso cérebro feminino será sempre assunto de conversa.

Joana disse...

Muito boas definições. Gostei. :)

Filipa disse...

então qual é o "bom amor"? :p

Giovana disse...

Sinto que as pessoas precisam tomar um pouco de cuidado com este tipo de classificação, bem como dizeres a respeito do que é certo para uma boa relação acontecer e permanecer. Pois, muitos bons casais podem ser desfeitos devido ao pensamento, por exemplo, "não temos mais aquela paixão de antes".

É preciso estar ciente do que se quer de verdade, ciente das mudanças que podem ocorrer, dos momentos e prioridades de cada um e quais as melhores soluções para possíveis "problemas" que surjam.

Talvez, muitos relacionamentos vão por água a baixo justamente porque as pessoas queiram espelhar-se em amores já feitos e prontos, esquecendo-se de suas reais necessidades e desejos.

Beijinhos!

Paula disse...

interessante...
tem edição em português?

ela disse...

Beijinhos

Publicado por RPM em 16:57

Etiqueta: homens que adoro ler

redonda disse...

Isto parece-me muito confuso por um lado e pelo outro demasiado simples.

AidaLemos disse...

É, podem acontecer várias coisas, como um desencanto e uma grande "desinquietação" da alma.
AL

Mya disse...

Nao etiquetaste o Amor Verdadeiro.
Porquê?

Casada 40 disse...

"O erotismo exige mais distância, menos conversa, um pouco de conflito e muita independência entre os parceiros" (Esther Perel, autora do livro Sexo no Cativeiro).
O tesão exige tensão entre o casal. Quem não compreender isso, está mal.
Gostei do teu blog. Tens um humor inteligente. E eu gosto de homens inteligentes.

Lady me disse...

Deveras interessante!!

maestrina disse...

não posso deixar de te "apresentar" mais dois tipos, muito próximos de mim:
o amor platónico, de que me despedi há pouco, e que, à excepção das belas palavras, pouco mais cria que fastio...
o amor ansiado, de que espero a visita... até já pus feno novo no estábulo, para o cavalinho... que se quer branco!

Hope disse...

O "problema" desses amores não está em cada um, na minha opinião acaba por estar na interacção entre eles, nos choques que têm uns com os outros e na evolução que acabam por ter... Na prática, o "problema" está no amor em si, digo eu.

ComoHacerElAmor disse...

O amor e um sentimento surpreendente que enche nossa vida de emoçoens, vivençans innesqueciveis. Mais ficar namorado e uma outra coisa que depende do jeito em que vc acredite no amor e que vc deseje expresa-ló pra apersoa que vc considere que vc pode finalmente amar!

ds disse...

O texto da Amizade parece-me uma indirecta... uhhh! :P

Bichana disse...

Pequenas curiosidades que valem a pena saber, gostei!

bagaco amarelo disse...

anne, obrigado. é verdade, sim... :)

joana, tembém achei... :)

filipa, tem que haver um? :)

giovana, concordo que o compromisso deve vir depois da intimidade e da paixão, ou seja, primeiro a compulsão e depois a razão. :)

paula, acho que não. :)

ela, beijinhos muitos. :)

redonda, é como tudo: deve levar-se parcialmente a sério. :)

mya, não é preciso... é a base. :)

casada 40, obrigado. é a ptrimeira vez que me chamam inteligente. vou mostar isto aos meus amigos... :)

lady me, :)

maestrina, olha que engraçado. já conhecia os teus amigos. o mundo é pequeno. :)

hope, é que às tantas isto não é para ver duma forma estanque. :)

como hacer el amor, é sim... e não há só uma forma de o fazer. :)

aida lemos, eu diria até que é inevitável. :)

ds, a mim nem por isso. parece-me até esclarecedor. :)

bichana, este é um livro giro, até porque tem montes de fotografias fixes. :)

Mya disse...

e qual é a base ??
hum ??
o que sustenta a base ??

bagaco amarelo disse...

mya, a base é essa mesmo: paixão, intimidade e compromisso. :)

Filipa disse...

eu acho que um amor, na verdadeira acepção da palavra, nunca pode ser "um mau amor" ;)

bagaco amarelo disse...

filipa, lá está, eu acho que pode... são experiências diferentes. :)

*§ Marie §* disse...

Agora fiquei preocupada, posso denominar uma nova espécie?

bagaco amarelo disse...

*§ Marie §*, podes pois... :)

Hope disse...

Nem eu quero que seja, espero não ter sido mal interpretado. :)

bagaco amarelo disse...

hope, não foste... don't worry. :)

Carlito disse...

Estou esmagado...

Pena não ter edição em português porque o meu inglês não é perfeito e pode descontextualizar algumas passagens...

Excelente post!

bagaco amarelo disse...

carlito, o inglês do livro não é difícil... :)

Ana Carolina disse...

O melhor é a amizade :)