10.01.2008

descubra as diferenças



Os palermas de extrema direita do PNR colocaram um cartaz em Lisboa, mais um, contra os imigrantes. O racismo é uma parvoíce. Achar que os imigrantes são a causa de todos os males é uma parvoíce ainda maior. Mas a parvoíce total é um partido nacionalista copiar um cartaz... estrangeiro, neste caso um de que falei aqui.

37 comentários:

ßri disse...

humm... eu queria comentar, a sério que queria... mas desde que vi o cartaz ainda não consegui elaborar a sequência de palavras certa...
...

hummm

Carlos Gonçalves disse...

Criatividade nunca foi o forte deles... :)

Já agora fica aqui o cartaz "rectificado" :) :)
http://cache01.stormap.sapo.pt/fotostore01/fotos//57/2c/85/2386571_tSYml.jpeg

Ana disse...

é uma ovelha q dá coices... esta coisa é rara... :D

bagaco amarelo disse...

bri, lol... só dá para rir. :)

carlos gonçalves, lol lol... está fixe. :)

ana, eles também são homens que dão coices. Só. :)

Fermelanidades disse...

Se fosse uma mula tinha mais receio porque o coice da mula faz estragos. Agora ovelhitas...bah...se fosse um cabrão aí fazia mossa...isso sim!

subtilezas disse...

ahahah. é uma ovelha disfarçada de cabra, muito bom! é como diz o gabrile: racismo é burrice.

bagaco amarelo disse...

fermelanidades, cabrão é quem pensou no cartaz. :)

subtilezas, aliás, tecnicamente nem pode haver racismo na nossa espécie... não existem raças. Felizmente a genética já provou isso. :)

subtilezas disse...

exacto! isso é mesmo redutor, as raças, mas o racismo existe, é palpável. adorei amesterdam (sem til e "o" gosto assim)precisamente pq foi a única cidade onde senti que não existiam paranoias com imigrantes. ve se muitas loiras com pretos e vice versa e dp o resultado disso tudo são uns filhos lindos, um mix muito belo. a mistura pode ser fantástica. li algures que os loiros de olhos azuis iam acabar pq geneticamente a cena não prevalece. mas esses moços do PNR são mesmo xonés do 5º andar, pelo amora da deusa...

bagaco amarelo disse...

subtilezas, acredito que estás próxima da verdade quando falas de amsterdam. felizmente parece-me que a este nível o mundo está a melhorar a olhos vistos. Estas ideias, na minha opinião, têm duas origens: miséria intelectual por um lado, frustração pessoal por outro. :)

Cesar disse...

enfim.. sem comentários. palermice e ignorância junta = pnr.

Fermelanidades disse...

Melhor que ser cabrão é o autor dos galhos que lhe puseram ser de ascendência magrebe. Daí o trauma se calhar.

subtilezas disse...

estas ovelhas do PNR esquecem se que nós, os tugas, somos grande comunidade de emigras. enfim...mas vai se lá argumentar com gente destas. e´como diz o outro, para perceber o conceito de infinito basta observar a estupidez humana. veijinho vagacinho* tenho de fazer aí uma visita a abeiro*

bagaco amarelo disse...

cesar, ena, estamos totalmente de acordo. lol. :)

fermelanidades, lol... por acaso acho que "machado" até é um apelido judeu. :)

subtilezas, quando quiseres... avisa-me. :)

Anónimo disse...

É tão mais fácil culpar os outros....

Abraço
Tixa

[e]vil disse...

Tenho pena que as ovelhas, que são seres inocentes, estejam a ser usadas para um fim tão desprezível.

Esses senhores desse partidozeco que se diz nacionalista nem sabem falar ou escrever português (não sei se já tiveram oportunidade de os ouvir ou ler, são broncos todos os dias) e importam tudo do estrangeiro, incluíndo nomes, símbolos e directrizes.

Hoje passei a perceber porque usam a palavra renovador. Significa que, como não têm autonomia para pensar por si próprios nem criatividade para produzir coisas originais, aproveitam para renovar o lixo dos outros. Pelos vistos o lixo não lhes importa a eles de onde vem.

Amesterdão é, sem dúvida, uma cidade ímpar. Mas não é única. Barcelona e Londres são outras cidades multiraciais e multiculturais onde eu não senti qualquer estigma. Mas lá está, indivíduos com problemas mentais (a.k.a. racistas e xenófobos), existem em todo o lado. O que me irrita nisto é que até os animais irracionais sabem como se comportar com os da sua espécie.

Cesar disse...

pois.. lol. ate parece mentira..
no essencial estamos de acordo.. nas questões mais gerais..

[e]vil disse...

subtilezas: Essa história dos olhos azuis pode acontecer...

As nossas células são diplóides, o que significa que cada gene possui duas cópias: os alelos. Um dos alelos é herdado da informação genética da mãe, outro do pai. Os alelos podem ser idênticos (homozigóticos) ou distintos (heterozigóticos). Por exemplo, da mãe pode vir um alelo que determina olhos azuis e do pai um alelo de olhos castanhos. O alelo castanho é dominante e o azul recessivo, por isso o que é expresso é o castanho (dominante). Para alguém ter os olhos azuis é necessário que ambos os alelos do gene que determina a cor dos olhos seja azul, daí a raridade.

Duas pessoas com olhos castanhos podem ter filhos com olhos azuis. Basta que tenham ambas um alelo de olho azul para além do castanho (que na prática não é expresso, porque o castanho é dominante; daí terem olhos castanhos) e que tenham sido exactamente os dois alelos de azul a combinar-se aquando da "lotaria" de selecção dos alelos.

Desta história depreende-se que os olhos azuis são mais raros. Se houver demasiadas misturas, poderá acontecer que um dia estes se extingam. Mas nós já não vamos estar cá para ver. Não se esqueçam que há muitos alelos azuis escondidos nesses olhos castanhos!

Ainda assim aproveito para dizer que os olhos castanhos são lindos!! Ou não fosse eu orgulhosa dona de uns.

BlankPage disse...

Se acontecer o mesmo q aconteceu com o cartaz anterior..em três tempos a ovelha branca transforma-se em ovelha negra, ou amarela, ou vermelha...Djeezus..são mesmo palermas e inconsequentes estes tipos..será que não percebem que quem vai pagar a reforma deles não vão ser os próprios filhos, mas sim os filhos daqueles que querem expulsar?? Oh sim..atitude muito inteligente..Portugal aos Portugueses..*sigh*

Post Scriptum - e sim.."machado" é definitivamente um apelido judeu..obrigado pela constatação, fizeste o meu dia! hahahaha

AP disse...

Aquilo q venho escrever (p alem de ser serio ;)) vai ao encontro do q subtilezas ja disse. Ha pessoas q n têm mm a noção da realidade q é, pura e simplesmente : somos das maiores comunidades de emigrantes. eramos continuamos a ser e dificilmente vai mudar. E n é so o tuga q esta à rasca e vai tentar ganhar algum p s safar mas cm grandes profissionais q ca n tem qq tipo de oportunidade (nem sequer lhes dao valor) e la fora ate agradecem e tem reconhecimento. E as ovelhas serem pretas.... por favor. Nem da p comentar....

Ah!!! E estes gajosdeviam ser processados.. Copiar idias dos outros é mau...

Resumo tudo em: Q GRANDE FALTA DE ÉTICA

Anónimo disse...

Um dia juntamo-nos todos e fazemos uma mega visita :)
Dori

Paulo disse...

Tens toda a razão... mas infelizmente temos de viver com todo o tipo de pessoas, incluindo as de estrema direita!

IMP disse...

Infelizmente quase todos os paises tem um triste partido deste estilo...Mesmo na Holanda...partido Centrum Democraten do qual destaco o politico Hans Janmaat...

Anónimo disse...

Os cartazes são idênticos porque quem lhes financia as diarreias mentais é a mesma pessoa, ou grupo de pessoas. Estas ovelhas são mansas, dão a cara, são operacionais, carne para canhão. Já os que financiam estas coisas não têm nada que os identifique socialmente sem ser uma lobotomia (que não é visível) e isso é muito mais preocupante a meu ver. Além disso têm poder económico e político. Prefiro reconhecer um careca na rua, do que pensar que o sr. distinto ao meu lado no metro financia armamento e sabe-se lá mais o quê a estes atrasados.

Anónimo disse...

Como brasileiro quero deixar registrada minha revolta quanto ao assunto. Uma vez que Portugal esteve em solo Brasileiro, explorou a terra, tirou suas riquezas e foi embora. Os imigrantes que estão em Portugal contribuem de forma significativa para o giro da economia portuguesa. Podem sim ter seus interesses, mas lutam por eles e pagam o que precisam pagar para conquista-los. Não pedem esmolas!!!

Anonimo Brasil

bagaco amarelo disse...

tixa, sim, no que se refere à culpa estes patetas estão totalmente errados. :)

césar, lol. menos mal. :)

[e]vil, eu confirmo. os comentários que já recebi aqui com ameaças destes azelhas, e que não aprovei, têm todos erros gravíssimos. e sim, os olhos castanhos, de encantos tamanhos, são pecados meus... :)

blankpage, não há muita coisa que eles percebam. :)

ap, falta de ética e isto é inconstitucional. :)

dori, não podemos antes fazer um piquenique? :)

paulo, pois temos... mas não temos que nos calar. :)

imp, isso é verdade, ainda bem que aqui são só meia dúzia de palermas. :)

anónimo, acredito bem no que dizes, sim. :)

anónimo Brasil, o que dizes tem sentido mas eu discordo que os imigrantes devam ser tratados de igual forma por causa disso. Acho sim que num país não pode haver cidadão de primeira e de segunda por nenhum motivo, sejam brasileiros em Portugal ou portugueses no Brasil, ou outra nacionalidade qualquer noutro país qualquer. Além disso a multiculturalidade é um factor enriquecedor dos povos a todos os níveis. :)

Paulo disse...

Concordo contigo... ficar calado é, em parte, estar conivente!

_aTucse_ disse...

O que eu gosto mesmo no cartaz é as ovelhas :)

Só porque gosto mesmo das mequinhas =D LOL...


Viva à falta de imaginação!
Beijinho*

Anónimo disse...

Há já algum tempo me referi a este assunto, mas vou agora lembrar a minha reflexão sobre ele:

Dizem alguns que a fraca natalidade portuguesa põe em risco o futuro da Segurança Social por dificuldade de substituição da população activa, o que implicará uma redução das contribuições para a SS. Contesto a afirmação: a baixa natalidade acontece nos países desenvolvidos (Luxemburgo, França, Alemanha,...) há muitas dezenas de anos e essa teoria nunca se confirmou e, pelo contrário, são os países com a população mais jovem (países africanos em geral) em que a miséria é maior. Também há países cuja população é quase exclusivamente composta por imigrantes e seus descendentes: EUA, Canadá, Austrália... Também não estão entre os mais pobres.

Com a actual taxa de desemprego, em que não há empregos para os jovens que temos, porque será que acham que deveríamos ter mais? Se mais filhos tivéssemos maior seria o número de desempregados. A eventual falta de mão de obra (qualificada ou não) pode ser e é facilmente suprida com a aceitação de imigrantes. Portugal sabe-o muito bem.

A reposição da força de trabalho com recurso aos nossos filhos, embora louvável, implica um investimento de vinte e tantos anos: entretanto, tanto os pais como o país terão que prestar-lhes cuidados vários: alimentação, vestuário, lazer, saúde, educação e formação profissional. Quanto aos trabalhadores imigrantes, esses custos foram suportados pelos seus pais e pelos países de origem, por isso, vêm aptos para, de imediato, começarem a trabalhar e a descontar para a Segurança Social. Só por isso, ficam mais económicos ao país de acolhimento. Aliás, não temos nós já cerca de um milhão de imigrantes? Se quisermos poderão vir ainda mais e não faltarão candidatos. Porém, a imigração para Portugal deveria ser feita de forma selectiva, de acordo com as nossas necessidades. Não há risco de falta de mão de obra, pois todos sabemos que há países com excesso de população e outros sem trabalho para a sua população.

Muitos dos imigrantes nem irão sequer esperar para beneficiarem dos descontos feitos para a SS, porque o seu objectivo é juntarem alguns milhares de “euros” e regressarem aos seus países de origem, trocá-los por moeda local e construírem aí então o seu sonho e futuro. Portugal como país de emigrantes sabe bem disso. Que fizeram muitos dos portugueses que há algumas décadas emigraram para a França e Alemanha?

Assim, levantar-se este problema apenas tem um sentido lógico: o de convencer os portugueses a prescindir das poucas ajudas da Sociais, aumentar a idade das reformas para que os trabalhadores morram antes das atingirem sem beneficiar dos descontos feitos. Enquanto se continua a impedir o acesso ao trabalho aos jovens fala-se em fraca natalidade???

É claro que os estrangeiros envolvidos em crimes graves devem ser imediatamente repatriados. Aí estou de acordo com o CDS. E quem não está???

Zé da Burra o Alentejano

pedro disse...

Afinal, os que estão em Portugal são ovelhas? haha. Deveríamos era procurar os lobos que existem por aqui, tapados com disfarces de ovelhas. Julgar as pessoas pela cor far-me-ia rir se não fosse um assunto tão sério...

subtilezas disse...

[e]vil, eu confirmo a cena dos olhos azuis: a minha mãe: castanhos, o meu pai: castanhos, eu azul. o meu filho: azul, o pai dele: castanhos. azuis, castanhs, verdes, todos os olhos saõ lindos qdo saõ o espelho de uma alma bela. ;)

bagaco amarelo disse...

paulo, :)

Zé da Burra o Alentejano, a análise ao desemprego, desta forma simples baseada na lei da oferta e da procura, é errada. Se Portugal tivesse 4 milhões de habitantes havia desemprego, se tivesse 15 milhões também. Porquê? O desemprego é necessário para o sistema neoliberal, é o exército de reserva... :)

_aTucse_, lol. eu tb gosto. :)

pedro, estamos totalmente de acordo. :)

subtilezas, e agora há lentes de contacto que te permitem alterar a cor dos olhos. :)

subtilezas disse...

eu estou a falar de alma, senhor bagaço. exercito de reserva, gostei;)

bagaco amarelo disse...

subtilezas, eu sei, lol. mas quando tu escolhes a cor dos olhos isso não retira nada à alma. antes pelo contrário... :)

pvnam disse...

«........mini-spam........»
Separatismo na Europa


BANDALHOS DA PIOR ESPÉCIE:
-> Não pretendem pagar os necessários (e caríssimos) Custos de Renovação Demográfica...
-> Criticam a repressão do Direitos das mulheres... e em simultâneo... pretendem aproveitar a 'boa produção demográfica' dos Islâmicos com o objectivo de resolver o seu problema demográfico.
-> Para cúmulo, tem o desplante de quererem dar lições de moral!!!


A IMIGRAÇÃO PERMITE POUPAR MUITO DINHEIRO:
---> COM O FIM DA REPRESSÃO dos Direitos das mulheres... os povos europeus (povos com os pés-de-barro) começaram a desmoronar-se como um castelo de cartas!... Um exemplo:
-> O estado alemão está a oferecer 25 mil euros por cada filho nascido a partir de Janeiro de 2007. No entanto, mesmo isso está a revelar-se insuficiente!
---> De facto: a 'libertação sexual/económica' das mulheres... fez com que elas começassem a dedicar-se a coisas mais 'interessantes' do que criar filhos; consequentemente, agora a sociedade vai ter que encontrar/fazer muitos mais incentivos... para alcançar a renovação demográfica, ou seja, conseguir alcançar a média de 2.1 filhos por mulher, ou seja, atingir um projecto de Luta pela Sobrevivência.

---> Como não pretendem pagar os (necessários) caríssimos custos de renovação demográfica, os povos com pés-de-barro... viraram uns BANDALHOS NO PLANETA: procuram infiltrar-se em qualquer lado! Um exemplo: quer importando outros povos para a Europa... quer deslocando-se para o território de outros povos......
{Nota: Os Islâmicos resolvem o problema duma forma muito mais barata: reprimem os Direitos das mulheres... logo, o contribuinte europeu pode poupar muito dinheiro... recrutando, por exemplo, imigração proveniente de países Islâmicos}




---> A 'fauna' é muito diversa: Direitas, Esquerdas... pró e contra a mundialização...
---> A grande questão é: quem é que possui condições para SOBREVIVER NO PLANETA?
---> Ora:
1º - os Nacionalistas estão irremediavelmente condenados ao Caixote do Lixo da História.
2º - pelo contrário, os Identitários poderão sobreviver caso não sejam uns BURROS: em vez de andarem em discussões com Bandalhos da Pior Espécie... devem é LUTAR PELA SOBREVIVÊNCIA... ou seja, declarar guerra (leia-se Separatismo) aos Inimigos (leia-se Bandalhos Brancos - a maioria dos europeus -, vulgo adoradores de Negociatas de Lucro Fácil...).


RESUMINDO:
-> Há que mobilizar aquela minoria de europeus que está disponível para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência! Ou seja:
-> Contra a (cada vez mais poderosa) Inquisição Mestiça;
-> E antes que seja tarde demais, é urgente reivindicar o legítimo Direito ao Separatismo:
http://separatismo–50–50.blogspot.com/

bagaco amarelo disse...

pvnam, eu detesto esse espírito sectarista e adoro mestiços, brancos, pretos, amarelo e todas as misturas possíveis.

Clara disse...

Acho que o PNR esquece que existem portugueses espalhados por esse mundo afora, ou não fosse um povo de imigrantes. Gostaria de saber o que teriam eles a dizer se os países de acolhimento onde se encontram os expulsassem. Com certeza que esse portugueses também estão a roubar o emprego a muita gente, não é? Pelo menos de acordo com a teoria diarreica que eles sustentam.
Olha, só em Angola entraram perto de 60 mil no ano passado!
Bjks

bagaco amarelo disse...

clara, o emprego é uma arma do nosso sistema económico. os desempregados são vitais para o neoliberalismo. ainda assim, mesmo que não fossem, não podemos ver a emigração/imigração meramente nessa perspectiva, mas sim no enriquecimento cultural do multiculturalismo e, principalmente, na Carta Internacional dos Direitos do Homem. Todos devemos ser cidadãos do mundo, com os mesmo direitos e obrigações... beijinhos. :)