10.23.2008

pensamentos catatónicos (150)

Cheguei a uma conclusão. Normalmente quem se exibe como uma pessoa muito feliz na relação amorosa que tem, na realidade não o é.

16 comentários:

Liana disse...

Pois... acho que sim!

Beijo

Pax disse...

Nem todos são iguais.
Tenta ver os olhos das pessoas. Eles dificilmente saberão exibir algo que não seja a realidade.

:)

subtilezas disse...

não podia estar mais de acordo. adora essas conclusões banais. adoro. tu és uma espécie de carrie bradshaw-em-gajo sem os manolos nos pés. muito bom*

MYA disse...

Bingo !

Charlotte disse...

Pois, pois... Essa necessidade de afirmação, e até de exibição, tem algo de sintomático. Já tinha percebido isso. Os casais mais apaixonados que conheço são também os mais discretos. Não se lambuzam em público, nem fazem juras de amor em blogs e meios afins, como tanto se vê por aí. É que, na verdade, não precisam.

bia disse...

é bem verdade... e não é só no que diz respeito à vida amorosa, mas à vida em geral...
quem o faz quer mentalizar-se a si próprio que é feliz e dizê-lo em voz alta a alguém faz com que seja verdade por momentos.

ßrighid disse...

Concordo.

poeta de rua disse...

empiricamente tb tenho essa ideia. O demasiado perfeito por vezes encobre coisas que nem ao diabo lembra. E depois, socialmente mostram-se super felizes e satisfeitas com o relacionamento. Talvez se exibam para tentarem interiorizar na mente essa "mentira" e construirem a vida a partir desse ponto.

bagaco amarelo disse...

liana, :)

pax, depende... isso é em alguns momentos. :)

subtilezas, lol lol lol... obrigado. :)

mya, :)

charlotte, exacto. é mesmo isso. :)

bia, exacto... deve ser na vida em geral. :)

Brighid, :)

poeta, sim, acho que começa por ser uma mentira ao pr´prio. :)

Ana Sofia Santos disse...

hummmmmm tenho esse feeling também cá pra mim :)

Naturezas disse...

Concordo em pleno, e depois o contrário tb acontece, têm muitos problemas etc, mas têm um relacionamento satisfatório, é assim... o humano é um eterno insatisfeito.

sem-se-ver disse...

bingo!

(e como me foi a exclamação espontânea, mantenho-a, mesmo que já alguém antes de mim a tenha utilizado :-)

Maria Moura disse...

Pois...

Olhe e já agora se não for pedir muito gostaria de ver esclarecida uma questão: por que raio o departamento financeiro, as relações públicas, as privadas, o departamento cultural e o atendimento psicológico são todos no mesmo sítio? Efeitos da crise? De absorção? Ou mesmo e só efeito estufa?

bagaco amarelo disse...

ana sofia santos, pelos vistos temos todos. :)

naturezas, exacto. :)

sem-se-ver, podes manter... é bom ter um assunto em que todos concordam... :)

maria moura, é o email do afilhado... :)

di* disse...

como se a vida se resumisse à componente amorosa... regra geral, quem se exibe dessa forma é porque o panorama geral está tão mau, tão mau, que não lhe resta mais nada para além dessa aparente felicidade... frágil como uma borboleta.
gosto do blog*

bagaco amarelo disse...

di. sim, passa muito por aí. :) obrigado