6.06.2011

como numa bebedeira qualquer

Dizer que se Ama alguém é o fim, ou quase. Depois da palavra Amor não há mais mais nada a explorar a não ser um corpo e o seu tempo. É por isso que nunca se deve dizer a uma mulher que se a Ama se o corpo dela não estiver já ali no minuto seguinte. Para que o fim não seja antes desse tempo.
Era bom que a palavra Amor fosse mais fácil. Mas não é. Talvez até seja a palavra mais difícil do mundo. Todos os bêbados já se aperceberam disso porque a palavra Amor, para além de ser a mais feliz, também é a mais triste. Exactamente como uma bebedeira qualquer. Não sabe se se está a explicar bem neste pensamento, mas sabe que nunca sabe o que está a dizer quando lhe diz que a Ama. Só que está a ser sincero, como numa bebedeira qualquer. Nesta, por exemplo.
E ele repete que a Ama depois de mais um gole num copo de vinho morno, enquanto ela varre o café como se em pouco tempo o quisesse enxotar com a vassoura. Tudo normal. Amar alguém e ser um insecto que se enxota não é muito diferente. Pelo menos quando o corpo dela não está já ali, no minuto que se segue. Desampara-me a loja, diz ela. Amo-te, insiste ele já na rua despovoada pela noite. Amo-te.
Nas montra de um pronto-a-vestir alguns manequins estão com insónias. Pelo menos ainda estão acordados e cochicham sobre o homem que acabou de se deitar mesmo à frente deles, aconchegado apenas pelo fresco bafo do vento. Talvez esteja bêbado, diz um. Talvez esteja apaixonado, diz outro. Talvez esteja as duas coisas, insiste o terceiro. E calam-se. É muito mais difícil não Amar ninguém depois de já ter Amado pelo menos uma vez na vida, responde-lhes o homem no seu hálito morno e tinto antes de adormecer.

18 comentários:

Piece Of Cake disse...

Muito muito interessante este post! apetece-me citar algumas frases daqui no meu blog. :) *

bagaco amarelo disse...

piece of cake, na boa. obrigado. :)

Fatyly disse...

Comovente e fiquei sem palavras. Parabéns!

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

Helena disse...

"Era bom que a palavra Amor fosse mais fácil..." E tudo o que dai advém :)

bagaco amarelo disse...

helena, yep. :)

Cota disse...

Quando uma pessoa lê um post deste e simplesmente não consegue comentar, apesar de sentir que tem tudo a ver com ela, que significado tem isso!!?

Maya Gaarder disse...

Dizer que se ama alguém também pode ser o principio. Com um pouco de sorte, é o principio :)

bagaco amarelo disse...

cota, mas olha que conseguiste comentar. :)

maya gaarder, com certeza que sim. não acho é que seja com sorte, só isso. mas às tantas é. :)

Anónimo disse...

não tenho tanta certeza que é mais fácil amar depois de já se ter amado...
tenho sérias dúvidas

poderá ser mais complicado...

bagaco amarelo disse...

anónimo, não é isso que lá está. o que lá está é: "É muito mais difícil não Amar ninguém depois de já ter Amado", e olha que é bem diferente... :)

Cota disse...

Eu referia-me ao facto de poder opinar sobre o tema LOL

mas já achei quem pode explicar isto, o grande Zé Augusto com isto (https://www.youtube.com/watch?v=p2A2tTjC3oo&feature=player_embedded#at=242)

João F disse...

Custa dizer que se ama pela primeira vez quando o amor é mais forte. No fim diz-se que se ama quando já não há amor...
Acho que é mais difícil voltar a amar, depois de ter amado sem ser amado.

bagaco amarelo disse...

cota, pois... eu percebi... e eu quis dizer que dizer que não se consegue dizer nada já é dizer alguma coisa sobre o assunto. lol. :)

joão f, é provável que normalmente seja mais difícil, sim... :)

Anónimo disse...

tens toda a razão, li atravessado o teu " post ", é que com tanto tema sobre o amor, já não sei onde vais buscar tantas dúvidas ou opiniões...
mas é bom para pôr as pessoas a pensarem no assunto...
abraço

bagaco amarelo disse...

anónimo, abraço. :)

M' disse...

Adoro!
Acho que a palavra Amar é muitas vezes empregue sem mesmo se sentir, o que é triste. Dizer "amo-te" no meu ponto de vista é quando realmente se sente, no entanto acho que ela deixa de o ser quando é repetida demasiadas vezes, porque muitas vezes torna-se um hábito. E sim, custa não amar quando já se amou.
O blog está excelente, continua assim :)

bagaco amarelo disse...

M, obrigado. continuarei. :)