3.28.2011

respostas a perguntas inexistentes (139)

bloqueios

Normalmente não tenho nada para dizer a ninguém. É por isso que escrevo muito mais do que falo. Falar exige uma velocidade que eu não sou capaz de acompanhar, enquanto escrever pode ser um processo pausado e demorado. Além disso, o Amor ensinou-me que é sempre melhor escrever do que falar. Quando escrevemos parecemos quase sempre inteligentes, quando falamos parecemos quase sempre estúpidos. Foi o Amor que me ensinou isto, e ainda não lhe perdoei o facto de mo ter ensinado demasiado tarde.
Para compensar a minha incapacidade de acompanhar a velocidade necessária para falar, andei algum tempo a preparar uma frase que definisse o Amor. Não o Amor em geral mas sim o meu Amor por uma mulher, que é aquele que interessa sempre. Nunca fui capaz, e na ausência de matéria prima disse-lhe, com voz trémula:

- Não consigo pensar em ti porque me bloqueias o pensamento, mas também não consigo deixar de pensar em ti. É por isso que se calhar te pareço sempre uma pessoa bloqueada, mas gosto de ti.

Ela riu-se com vontade e eu sem. E a mistura desses risos com vontades opostas separou-nos para sempre. Eu tinha feito figura de estúpido. Depois dessa paixão veio outra, mas desta vez fechei a boca e tirei a tampa da esferográfica. Escrevi-lhe num guardanapo de papel enquanto lanchávamos num café:

Não consigo deixar de pensar em ti, mas sempre que penso em ti fico como que bloqueado. É por isso que ainda não fui capaz de te dizer que te amo.

Dei-lhe o guardanapo para a mão, ela leu-o e deu-me a mão que ainda estava pontilhada de pedacinhos de torrada. Nessa noite fizemos Amor.

32 comentários:

Plim disse...

Loool, vou confessar que me ri com o que li!
Mas não deixo de pensar que isto é realmente verdade, quando estamos apaixonados e tentamos falar só sai porcaria!

Isis disse...

:)

Sabor Adocicado* disse...

"Não consigo pensar em ti porque me bloqueias o pensamento" já senti isso. É uma sensação incrível mas faz-nos sentir meio impotentes... às vezes parece que tudo se passa à nossa volta e nós não somos parte da acção...
O problema é que acabar por arruinar tudo :S

TaViTa disse...

Elementar meu caro watson: dizer coisas dessas parece estúpido, mas escreve-las nem que seja numa coisa estúpida é romântico! xD

LM disse...

Aiiii...tanta vez pensei nisso: que linda eu seria se ficasse assim sentada, bela, penteada e perfumada, e calada, calada..com legendas a passar por baixo.Aí ninguem se agarrava...;)

Helena disse...

Escrito assim, parece tão fácil! :)

sophie disse...

Adorei...
Faz sentido... Quando escrevemos ou nos escrevem sobre o Amor, conseguimos interiorizar muito mais o momento... E podemos sempre guardar todos esses pedaços de papel, cheios de significado, para recordar mais tarde...
Quem sabe se ela não guarda ainda esse guardanapo... Guardará certamente, como tu guardaste essa noite de Amor...
:)

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Sim, é mais escrever sobre amor que falar. Gostei muito deste post. Beijos

bagaco amarelo disse...

plim, yep... porcaria mesmo. :)

isis, :)

sabor adocicado, não podemos deixar que arruíne tudo, pois não? :)

TaVita, exacto. :)

lm, ui! as legendas davam mesmo jeito. :)

helena, lá está. está escrito. :)

sophie, exacto. e não há uma trémula... :)

pipoca dos saltos altos, obrigado. :)

Eli disse...

Veio mesmo a calhar. Não saberás o quanto, mas isso não importa para ti. Apenas para mim.

:)

bagaco amarelo disse...

eli, ainda bem, então. :)

Briseis disse...

E se calhar é por isso mesmo, por ser tão raro conseguirmos articular uma frase que faça sentido quando estamos nesse estado catatónico, que quando aparece algum chico-esperto, que até saiba dizer umas coisas, caímos logo de 4... Mas essa no guardanapo foi de mestre! =)

Maya Gaarder disse...

Calada com legendas a passar por baixo... também quero!!!
Muito bom, como sempre :)

Besta Artista disse...

Soo true caro bagaço... So true... x)

bagaco amarelo disse...

briseis, lol. não é bem assim, pois não? :)

maya gaarder, obrigado. :)

besta artista, :)

Fatyly disse...

Ora aí está o que é tipicamente masculino e que é cobrado estupidamente pelas mulheres, daí quer queiramos ou não somos mesmo diferentes...e ainda bem!

e sfv retira de dentro de ti isto: "Foi o Amor que me ensinou isto, e ainda não lhe perdoei o facto de mo ter ensinado demasiado tarde." porque mais vale tarde do que nunca!

Vitamina C. disse...

Ivar...Muita Bom!! Depois de um dia de caca ler isto é muita bom!!
Seria pedir muito que escrevesses um post em que ensinas os homens a escrever em guardanapos e com originalidade...Do tipo gosto de ti e prontos...Obrigada!

Rana disse...

Linda metáfora.Parabéns!

TheWriter disse...

Acontece-me o mesmo. Já o meu ex, normalmente nos nossos aniversários, encontrava uma mensagem enorme, com tudo de bonito escrito. E no entanto, só lhe disse frente a frente o que sentia quando ele quase ficou 20 minutos à espera que eu formulasse um discurso ao ritmo de escrita.
E aquilo saiu-me como se eu tivesse a mentir. O que no fundo sei que não lhe agradou... Da próxima vez estava a chorar e aí ele acreditou.

Excelente :)

memyselfandi disse...

Excedeste-te! (se é que isso é possível). Ó vida! =)

Flor de Lótus disse...

Gostei :)

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

vitamina c, obrigado. :)

rana, obrigado. :)

the writer, por acaso, as lágrimas costumam servir de prova a tudo. :)

memyselfandi, obrigado. :)

flor de lótus, obrigado. :)

Lily disse...

Que grande verdade... verbalizar os nossos sentimentos às vezes é uma carga de trabalhos...
Fez-me pensar na música dos Clã "Problema de Expressão"...

bagaco amarelo disse...

lily, olha... a parte das legendas, sim, parece. :)

cristina disse...

Também já senti esse bloqueio. E concordo plenamente que escrever é muito mais fácil.
:)

bagaco amarelo disse...

cristina, :)

Paula Raposo disse...

Adorei!!!

bagaco amarelo disse...

paula raposo, obrigado. :)

Carla Leite disse...

true story.
a questão é, como desbloquear?
nem sempre dá para escrever :)

é tão verdade, que vou partilhar.

bagaco amarelo disse...

carla leite, obrigado. pois... a mim dá-me sempre para escrever, nem que seja no telemóvel. :)

Estudante disse...

Adorei a frase! E também concordo que há pessoas que nos bloqueiam. Parece que quando falamos com alguém que gostamos nunca fica nada "bem dito" e fazemos figura de parvos. Mas se é assim com toda a gente, ninguém tem vantagem sobre ninguém ;)

bagaco amarelo disse...

estudante, bem visto. :)