3.10.2011

conversa 1734

Ela - O meu marido tem a mania que é um ás do volante. Detesto essa faceta dele mas deixo-o tê-la.
Eu - Porque é que detestas essa faceta dele?
Ela - Porque acho que um gajo que está sempre a armar-se em ás do volante, com ultrapassagens que fez, derrapagens e mais não sei o quê, é estúpido. Primeiro porque se está a armar com uma coisa que qualquer pessoa é capaz de fazer: conduzir. Segundo porque é preciso ser parolo para se gabar disso.
Eu - Então porque é que o deixas ter essa faceta?
Ela - Olha, coitado, não se consegue armar por mais nada e eu até tenho pena dele.
Eu - Sei lá... não me parece que tenhas muita consideração pelo teu próprio marido.
Ela - Se queres pôr as coisas nesses termos, não tenho, não. Caramba! Ninguém devia casar com vinte anos de idade. Aos quarenta é que percebi que vivo com uma pessoa que não me interessa nadinha.
Eu - Divorcias-te e pronto.
Ela - Tenho pensado nisso, mas o que é que um tipo que acha que conduzir é uma tarefa digna de contar uma história excitante todos os dias, vai fazer quando se vir sozinho?
Eu - Olha, vai trabalhar todos os dias e tentar conhecer outra pessoa. A propósito, em que é que ele trabalha?
Ela - É motorista.

21 comentários:

BlueBlood disse...

Estas conversas parecem anedotas!

E qual é o mal?
Nenhum!

Assim, nem que por instantes, a vida torna-se uma anedota :D

Framboesa disse...

oh pah, se fosse agente secreto realmente teria coisas mais á frente para contar, certo? Ou então não contava...porque era secreto...hummmmm....

Nuno . disse...

LOOL!

rodzice disse...

Desculpa a ignorância, mas tenho de perguntar isto: Estes diálogos são reais ou fictícios?
Tenho andado a acompanhar este blog, e há algum tempo que tenho esta pergunta a passear pela minha cabeça.
Este passeio está a ser demasiado longo. Confesso que estou a ficar cansada.
De qualquer das formas: muito bom!

Helena disse...

Poder-se-à dizer: "Ossos do ofício" ? :)

Myann disse...

LOL tinha de ser xD

mas sim, ninguém se devia casar sem um niquinho mais de maturidade :P

bagaco amarelo disse...

blueblood, exacto. :)

framboesa, é sempre uma possibilidade. :)

nuno, :)

rodzice, são uma mistura de ficção e de realidade. nenhuma conversa é pura ficção, no entanto. :)

helena, lol. :)

myann, pois não... ou então devia poder divorciar-se facilmente. :)

Nawita disse...

A mania que nós as mulheres temos de que os homens sem nós não se desenvencilham.
Penso que no fundo ela tem medo de se apanhar sozinha sem alguém para cuidar e orientar.
Ficar com alguém que não respeitamos é cruel para nós e para o outro.
E sim, casar tão cedo, com ou sem maturidade, é sempre mau. Aos 20 anos ainda não vimos nada do mundo.

LM disse...

Olha, respondendo à ultima pergunta da Ela, eu diria que mais vale um homem vir-se sozinho do que com uma mulher destas.;)
(Ando um bocado ordinareca, perdoa, deve ser da Primavera.)

jmdamas disse...

Por acaso bagaço, tal como a rodzice, já não é a primeira vez que também me questiono o mesmo. Não por uma questão de serem inacreditáveis, mas por uma questão de serem tão detalhados que podem quebrar o anonimato, e quem sabe causar algumas situações desagradáveis...

Briseis disse...

Bem... pelo menos aqui a do "em casa de ferreiro, espeto de pau" não cabe... O homem tem orgulho na profissão e faz questão de deixar a "patroa" bem servida... pensa ele... =)

bagaco amarelo disse...

nawita, casemo-nos aos vinte, aos trinta e aos quarenta... :)

lm, lol. eu discordo, mesmo assim. :)

jmdamas, lá está, eu não quebro anonimatos. nesta conversa, por exemplo, eu podia ter tido uma conversa sobre um gajo que trabalha num bar se gabar que bebe muita cerveja. o que me interessa é o princípio da coisa. :)

briseis, mainada! :)

jmdamas disse...

Faz todo o sentido :) Só para confirmar.

Maya Gaarder disse...

O casamento devia ser proibido antes dos 30 :)
Muito interessantes estas conversas!!!
Não vim aqui parar com uma daquelas pesquisas estranhas que referes em alguns dos textos, mas vim aqui parar... e gostei!!

bagaco amarelo disse...

jmdamas, :)

maya gaarder, obrigando. bem vinda, então. :)

Fatyly disse...

No fundo, no fundo ela gosta e fico com uma certeza neste diálogo: quem não gostaria e muito menos aturaria era eu e...maisnada:):):)

bagaco amarelo disse...

fatyly, lol. :)

Sara disse...

Ahaha, muito bom :)

bagaco amarelo disse...

sara, obrigado. :)

Rana disse...

Ó pá.... Todo o homem gosta de ser o às do volante: acelerar nas auto estradas, fazer piões em locais próprios e depois ter respeitinho nas localidades e estradas nacionais. Nada de fazer malabarismos e manobras perigosas.
Se o marido for motorista qual é o problema? É uma profissão como qualquer outra. Ela pode aproveitar a boleia para passear e, se ficar sózinha, tem o tempo livre só para si. E quando se encontram é só LOVE.

bagaco amarelo disse...

rana, eu cá não gosto. :)