3.24.2011

conversa 1746

Ela - Detesto quando estou nervosa e alguém me diz para me acalmar.
Eu - Porquê?
Ela - Quando estou nervosa, a última coisa quero saber é que alguém acha que eu me devia acalmar. Não achas lógico?
Eu - Mais ou menos. E quando é que é oportuno alguém dizer-te que te devias acalmar?
Ela - Quando já estou calma.
Eu - Mas aí não serve de nada dizer-to.
Ela - Pois não, mas pelo menos também não me chateia.

32 comentários:

Joana disse...

Compreendo-a perfeitamente! Tenho a certeza que já tive uma conversa exactamente igual com o meu marido.
:)
A última coisa que precisamos quando estamos stressadas é alguém a lembrar-nos que não estamos a lidar a situação como devíamos.

Eliana Solange disse...

Exactamente!
Acalma mais que apoiem o meu nervosismo do que me dizerem que devia ficar calma :D

cristina disse...

Até entendo lol

Maya Gaarder disse...

é o pior que me podem dizer a mim também quando estou nervosa....
O tem calma funciona como atiçar ainda mais :)tem calma o c***lho

Estudante disse...

Eu acho que ela tem toda a razão! x) Também sou um bocado assim e quando alguém me vê enervada e me põe a mãozinha no ombro a dizer "Tem calma!", só me apetece arrancar-lhe o braço à dentada...

Olga disse...

Em tempos mandaram-me a uma formação sobre "Gestão de conflitos" onde o formador disse que a pior coisa que se pode dizer a uma pessoa exaltada é para ter calma.
Talvez ele tenha razão porque quando se está assim parece que se fica cego e surdo e resiste-se a qualquer tipo de ajuda. O ser humano é o bicho mais complexo do universo. ;)

Helena disse...

Boa oportunidade para dizer: "Mulheres"!!!!:)

TaViTa disse...

Esta conversa é obvíssima, a nós mulheres apenas nos interessa falar das coisas quando as possuímos! Antes disso é melhor nem falar... LOL

bagaco amarelo disse...

joana, é de fugir então. :)

eliana solange, como é que se apoia um nervosismo? :)

cristina, :)

maya gaarder, medo! :)

estudante, o braço à dentada... ui! vou-me lembrar disso durante algum tempo. :)

olga, e diz-se o quê, então? :)

helena, mais uma, diria eu. :)

tavita, lol. :)

Paula Raposo disse...

Tal e qual!!

margarida disse...

Com essa história da "Calma" ía batendo numa enfermeira, momentos antes do nascimento do meu filho! Há alturas em que achamos que não ter calma é um direito, e não nos digam o contrário nessa altura... :)

Maya Gaarder disse...

Medo?? Então, um palavrãozito não assusta ninguém :D

bagaco amarelo disse...

paula raposo, :)

margarida, lol. :)

maya gaarder, lol. de asneiras não tenho medo, duma mulher atiçada já tenho: :)

Briseis disse...

Verdade seja dita... por muito boa que seja a intenção de quem diz para nos acalmarmos, não é possível uma pessoa ficar calma só por ouvir estas palavras mágicas... ainda se viesse um xanax a acompanhar... agora um "tem lá calma" assim a sangue frio não ajuda nada...

HydraFlama disse...

Tem calma, Bagaço!

Rana disse...

Também estou de acordo. Em situações de stress, o melhor é deixar passar algum tempo.
Todavia, se não houver uma palavra de conforto, lá vem o palavreado do costume (...pois, não me ligas nenhuma; táste borrifando, etc. etc.).

Olga disse...

Essa resposta saberia se tivesse ido à aula seguinte mas fiquei-me só pela primeira sessão. ;) Pessoalmente prefiro que não me digam nada. Ás vezes só precisamos de alguém que nos ouça.

Jil disse...

Uma coisa te garanto (aliás, vem a propósito de um dos comentários): não é de todo característica tipicamente feminina. Todas somos assim, mas aquele que reage pior, dos que conheço, é um homem! :P Acho que é uma espécie de feitio universal e creio que se fizessem um estudo estatístico, cerca de 90%da população mundial reagiria assim! :P

Filipa Arez disse...

lol se pensares bem todas as pessoas são assim... pelo menos é uma regra básica do atendimento ao público, não dizer à pessoa, quando está nervosa, para se acalmar! lool.
estás oficialmente representado na página do blog mais fashion de Portugal ;)

bagaco amarelo disse...

briseis, lol... um xanax... :)

hydraflama, a mim tens é que me dizer para me enervar. :)

rana, vou escrever num papelinho tudo o que se deve dizer numa situação destas. é o melhor... :)

olga, conheço quem não seja capaz de ouvir nada quando está com os nervos. :)

jil, lol... acredito em ti, sim. :)

filipa arez, obrigado. deve ser por isso que nunca fui grande coisa no atendimento ao público. :)

Myann disse...

Entendo-a tão bem. Basta que nos oiçam, que estejam lá. O "vá tem calma" dá a sensação de não terem ouvido nada do que dissemos, ou de menosprezarem aquilo que estamos a sentir ou mesmo de que nos estão a despachar. Basta estarem presentes :)

bagaco amarelo disse...

myann, :)

Lima e Tequilla disse...

Devo funcionar ao contrário de toda a gente. Quando me dizem acalma-te eu sei que tenho que me acalmar porque obviamente as pessoas já estão a notar que não estou propriamente em mim... É como ir na estrada e dizerem estás a ir rápido demais, abranda.

bagaco amarelo disse...

lima e tequilla, essa é a melhor forma, mas é preciso conseguir pôr a Razão à frente da emoção. :)

Lima e Tequilla disse...

Serei racional demais? ;)

bagaco amarelo disse...

lima e tequilla, não obrigatoriamente. :)

Turtle disse...

Para mim depende um pouco da maneira como dizem para me acalmar. Se parecerem ainda mais nervosos que eu, fico ainda pior do que já estava e com vontade de esganar essa pessoa. Se a pessoa for firme e me transmitir calma, aí já é outra conversa. Mais uma vez, não é o que se diz, mas como se diz :)

bagaco amarelo disse...

turtle, sim, o nervosismo às vezes é contagiante. percebo bem isso. :)

Fatyly disse...

É de facto a pior atitute porque tem efeito bomba. Há que deixar acalmar e depois sim, dizer algo e ajudar.

bagaco amarelo disse...

fatyly, a não ser que alguém esteja prestes a bater em alguém ou assim... :)

Fatyly disse...

Nessa circunstância agarra-se ou dá-se um puxão bem forte, afastando a ou o desnorteado, mas sem nunca aplicar a frase "tem calma".

bagaco amarelo disse...

fatyly, às tantas é verdade, sim... :)