9.30.2008

o lugar da mulher é na cozinha



Esta publicidade de 1961, a uma food mixer Kenwood, não deixa margem para dúvidas: o lugar da mulher é na cozinha. "A Kenwood Chef faz tudo menos cozinhar. É para isso que as mulheres servem. Eu ofereço à minha mulher uma Kenwood Chef". Para além do lugar da mulher ser na cozinha, o poder de compra é SÓ do marido.
Claro que com esta forma simples de ver a vida os dois só podem sorrir. Ele porque permite que ela tenha algum prazer a cozinhar, ela porque vai preparar o prato favorito dele mais facilmente.

23 comentários:

IMP disse...

Engracado e' que 16 anos antes,porque precisavam das mulheres, venderam a imagem de uma mulher activa fora de casa de uma mulher que nao serve so' para cozinhar...Rose the riveter e' um exemplo desse tipo de campanhas. Acabada a segunda guerra as mulheres voltam a ser reduzidas para tarefas domesticas.

jg disse...

Cá está a essência da questão. Antes era este mar de felicidae, depois veio a puta da democracia com as modernices que todos conhecemos e, como se pode verificar nos dias de hoje, as gajas até já fumam!!!

Com um bocadito de jeito, ainda a alaskiana vai chegar à Casa Branca. Eu sei que já lá esteve uma, Mónica não sei das quantas, mas essa era para os broches.

(Bagaço, o mulherio vai descarregar a ira toda para cima de mim e tomar-te por um santo)

bagaco amarelo disse...

imp, já falei dela aqui, sim. basta clicares na etiqueta. Também acho isso estranho. Durante a segunda guerra mundial as mulheres serviam para quase tudo... depois passaram a servir para a cozinha. :)

jg. lol lol lol. pior ainda: para além de fumarem andam para aí mulheres que até sabem ler, outras que saem sozinhas à noite. enfim, isto agora está tudo ao contrário. :)

Cheila Pacheco disse...

Eu tento nao me irritar, mas a ver essas coisas não consigo. É a unica coisa que n suporto: machismo.

bagaco amarelo disse...

cheila, isto é mais do que machismo, embora também o seja. é a família a servir a economia em vez de a economia servir a família. bem... também é uma estupidez total, mas pronto... :)

that's all folks disse...

atenção que não são as mulheres que servem para cozinhar, são as esposas (wifes)!! porque ainda assim há mulheres que deverão servir para outras coisas em que as esposas serão totalmente inaptas: sexo sem procriação é certamente uma delas... lol

bagaco amarelo disse...

that's all folks, lol... segundo a manuela ferreira leite é assim. pelo menos as esposas não servem para sexo sem procriação. :)

Anónimo disse...

Descobri o teu blogue por acaso...

Venho aqui várias vezes "ler-te" e sinceramente ainda não percebi se pensas exactamente o que escreves ou queres simplesmente provocar e despoletar as discussões...se for a primeira...bolas, detestaria conhecer-te...se for a segunda, fazes muito bem...as discussões, opiniões, provocações e outras que tais aguçam os nossos dias...


Anabela

bagaco amarelo disse...

Aabela, neste caso específico não é a primeira nem a segunda. Estava mesmo a ser irónico. :)

Olga disse...

O rádio do meu carro antigo era dessa marca! ;)

bagaco amarelo disse...

olga, obrigado por teres contribuído para esta nobre causa que é pôr as mulheres no sítio delas, lol lol lol :)

Olga disse...

De nada jovem. Eu sou uma mocita que gosta sempre de contribuir!

E quanto ao lugar das mulheres ou dos homens essas ideias de 1961 já deveriam estar utrapassadas (infelizmente ainda há por aí algumas cavalgaduras cuja mentalidade não evoluiu).

bagaco amarelo disse...

olga, lol... a próxima publicidade que eu vou meter aqui ainda é pior... :)

poeta de rua disse...

curioso. ainda ontem ouvi na antena 1 o júlio machado vaz falar sobre a publicidade de electrodomésticos para cozinha, em que o homem chegava no seu carro, do trabalho, com ar estafado. ela bem .arranjada,ia ter logo com ele. sempre mais baixa do que ele (e com saltos altos),ía dar-lhe um beijo e sorria (depois de ter arrumado tudo e ainda ter ido banhar-se e arranjar-se para receber o senhor). e a felicidade era completa, juntando esse tipo de cozinha. fenomenal.

bagaco amarelo disse...

poeta de rua, é mesmo isso. há um filme/livro muito bom que fala sobre o papel da mulher no "american dream". O "the Hours", do Michael Cunnigham

Anónimo disse...

O lixado disto tudo é que a mulher fuma, sai sozinha à noite, bebe, fuma umas coisas que fazem rir, faz nudismo, cozinha, trata dos filhos, tem o seu emprego, estuda, educa os filhos, o marido ;) e depois de tantos atributos, que a tornam numa verdadeira santa, ainda consegue fazer "sexo sem procriação" (com o marido é claro ;))

Somos ou não somos um sonho de mulheres ;)

Só pedimos é para o homens também o serem.
Quem é o sexo fraco?

Dori.
E esta heim!

bagaco amarelo disse...

Dori, sexo sem procriação, realmente, deve ser um esforço enorme depois de tanta coisa, lol. :)

heidy disse...

Sexo sem procriação? cruzes canhoto! lol Era tudo excomungado pela santa madre igreja católica e apostólica romana -ia-me esquecendo desta ultima parte-.

Agora uma comidinha pré-feita isso já impingia! lol Azar... assim ficamos com mais tempo para o sexo... com procriação como ditam os dogmas... lol com tentativas vai-se lá... acho... lol

bagaco amarelo disse...

heidy, lol... qualquer dia sai um decreto a explicar as posições aceitáveis para ter sexo. :)

heidy disse...

Uma coisa que aprendi lá nas leis... é que para cada artigo... existem mil excepções. lol Por isso e como bons tugas... usamos essa regra à letra! lol

bagaco amarelo disse...

heidy, lol. :)

MYA disse...

Deverias ter comprado uma KENWOOD. Tinhas evitado um divorcio com toda a certeza ;)

bagaco amarelo disse...

mya, acho que me tinha divorciado mais depressa. :)