9.03.2008

a infidelidade tem causas genéticas

O Público publica hoje um artigo interessante sobre infidelidade. Um grupo de cientistas do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu que há uma relação directa entre os genes de um homem e a sua aptidão para a monogamia.
Esta variante genética é partilhada por dois em cada cinco homens e surge num gene que regula a acção da hormona vasopressina, que tem um papel mais activo no cérebro dos homens do que no das mulheres. Segundo o artigo, esta hormona está bem estudada em animais. Por exemplo em roedores americanos: o arganaz-do-campo, que se liga a uma fêmea para toda a vida, e o arganaz-do-prado, que é polígamo. Se se injectar o gene da vasopressina de um arganaz-do-campo no cérebro do seu primo dos prados, este passa a ter olhos apenas para a sua companheira.

12 comentários:

ComoHacerElAmor disse...

rsrsrsrrsrrrr!
Adoro seu sentido de humor!

nando disse...

As conclusões do comunicado à imprensa do instituto sueco são bem menos peremptórias... ;)

Red disse...

toca a mandar para a veia, meu povo.


(nao...?)

IMP disse...

Se a industria farmaceutica tiver atenta isto pode ser o negocio do seculo!O novo blockbuster "pilula da fidelidade"!Qual viagra qual que^!!:D

:) ;) :D

bagaco amarelo disse...

comohacerelamor, tudo bem... mas isto é verdade. :)

nando, "Outros realçam que
a genética não é um destino imutável,
a vontade e o meio onde as pessoas
vivem pode mudar as tendências
inatas."

red, lol... eu cá acho fixe culpar a genética de tudo. se algum dia tiver mais uma zanga com uma namorada, explico-lhe que não fui eu, foi um gene. :)

imp. ou a pílula da infidelidade. também tem mercado. :)

Bruno disse...

A minha vida mudou depois de ler este artigo. Estava no café com o Público e dei um grito de alegria um suspiro de alivio. Afinal sou uma pessoa doente. Ou genéticamente diferente. Seja como for acho a desculpa mais brilhante do mundo, afinal qual é a hipotese de encontrar alguem que realmente preceba de genética!

Bingo.

De hoje em diante, a vida faz sentido!

bagaco amarelo disse...

bruno, não és geneticamente diferente. 60% por cento tem este gene, 40% não tem. fazes sempre parte dum grupo grande. :)

Bruno disse...

Não sejas quebra prazeres. Deixa-me curtir a minha disformação genética :)

Bruno disse...

Não sejas quebra prazeres. Deixa-me curtir a minha disformação genética :)

bagaco amarelo disse...

bruno, eu não sou nada... a estatística é que é... :)

tienhuan disse...

lol.. causas genéticas...sim claro, o que é que não é genético?
Homens e mulheres claro, que genes temos todos, e infiéis também somos todos

bagaco amarelo disse...

tienhuan, não somos todos... a questão é essa... :)