3.20.2009

coisas que fascinam (82)



Estas duas últimas semanas têm sido particularmente difíceis. Ontem, a meio de mais um problema daqueles que parecem não ter fim, recebi um telefonema da minha filha a perguntar quando é que me ia ver porque tinha uma coisa para mim. Concentrado na merdice de um trabalho nem me lembrei que era dia do pai e disse-lhe que ia no fim de semana buscá-la. Uns minutos depois arrependi-me, larguei o que estava a fazer e fiz duzentos quilómetros de carro para ir jantar com ela a Aveiro. O que ela tinha para mim era este postal, este postal e um abraço longo. Por momentos, estas duas semanas que me têm tirado do sério dissolveram-se em pó...

34 comentários:

blackstar disse...

:D

Parabéns, papá babado! :)

3Picuinhas disse...

lindo menino...foram os melhores 200 km da tua vida, garanto-te!

Alexandra disse...

Há "coisas" cujo valor é incalculável.

Anónimo disse...

Que bonito!

Não sou mãe, mas acho que as maiores alegrias do mundo são-nos dadas pelos nossos filhos...

E porque tens tido umas semanas difíceis?

Anabela

pedro disse...

Fizeste bem.
Fizeste mesmo muito bem.

angelasoeiro disse...

Adorei as pantufas!! São coelhinhos?

bagaco amarelo disse...

blackstar, por acaso sou. :)

3picuinhas, acho que foram, sim: :)

alexandra, pois há... :)

anabela, ando num processo burocrático que me tem dado cabo da paciência e do tempo... mas está quase. :)

pedro, fiz sim: :)

angelasoeiro, se forem coelhinhos são as pantufas dela. eu, infelizmento, não tenho umas assim porque não há para o meu tamanho. :)

joaninha versus escaravelho disse...

Pois...Imagino que sim... :)

Joli disse...

Tão bonito ^^

Nokas disse...

Se é esse o problema... podes arranjar pantufas fofinhas pra adultos :D
E parabéns por ti e pla tua garota.
Dias dos pais, dos avós, namorados, filhos.. são como o Natal, todos os dias. E nem todos são bons ou fáceis mas outros há que valem a pena. Este foi um deles.
Bjos

calamity disse...

:)
são uns arranca-corações.

pieces of me (Luna) disse...

Tão querida... e tu fizeste uma coisa ainda mais querida.. parabens papa =)

Bela Isabel disse...

Foi a melhor decisão...Nunca deixes de ter tempo para a tua filha, são momentos únicos e os mais importantes da nossa vida. ;)

Milú disse...

Afinal, a felicidade pode ser tão simples, não é? Em que lugar secreto foi descoberta esta sublime forma de amar? E há uma ilha de sonhos no olhar de quem ama, deslumbrado pela espontaneidade e simplicidade do momento... Olhares que se bebem e se extasiam de carinho, feitos de cumplicidade que se prende dos instantes. E há esperas que se tecem na leveza da inocência... Parabéns pela sua opção!Parabéns pelo seu dia! Parabéns pelo amor de ambos! Um beijo

Rosarinho disse...

Fizeste muito bem! Era só o que faltava!

Red disse...

ontem tive saudades dos belos porta-retratos com molas e afins que fazia para o meu pai na escola primária. ainda lá andam algures pela casa, sobrevivendo a mudanças e a um homem viver sozinho. lol coitadinhos. quem diria que molas de madeira davam para tanta coisa. ;)

Closet disse...

Os filhos enchem-nos a alma e aquecem-nos o espírito...eu tenho 2 e assusta-me este amor incondicional, sabes?? O postal é amoroso:)

saves disse...

Que coisinha mais "lágrima no canto do olho". Lindo.:)

sem-se-ver disse...

que bonito, tudo.

Francesa disse...

É mesmo daquelas prendas "priceless":)

lostinthoughts disse...

:)

Mutante disse...

Quando ainda eram pequenas, convenci as minhas filhas a, em vez de deitarem fora, darem-me (em envelope lacrado, se quisessem) os bilhetinhos que trocavam com as amigas e os apaixonados. Prometi-lhes, e cumpri, que só os veria quando elas o quisessem. De vez em quando chegava-me às mãos um envelope com dezenas de agrafes à volta. Fui guardando tudo numa caixa, nunca cedi à curiosidade. Quando entraram na adolescência sentámo-nos em volta da caixa e abrimos os "tesouros". Foi inexplicável, um momento tão bonito que estou de olhos turvos só de me lembrar do quanto nos rimos ao recordar as histórias. De vez em quando damos volta à caixa, é sempre delicioso. Recordar é viver, sim.

Parabéns pelo blogue. Descobri-o ontem e gostei. Tenho muito que ler por aqui! ;o)

lili disse...

Tás bonito! :)
E não são pantufas, são os lacinhos dos atacadores (eu também fazia assim lol)... vocês não percebem nada :P

Há abraços que valem mesmo muito.

E ninguém consegue ser mais sincero que uma criança :)

Olga disse...

É isto que dá sentido à vida. Parabéns Super Pai! :)

Laidita disse...

De certeza que o abraço valeu pela vida!

redonda disse...

Ainda bem que te lembraste a tempo.

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, :)

joli, :)

nokas, tive umas mas estragaram-se num instante. :)

calamity, pois são... :)

pieces of me (Luna), obrigado. :)

bela isabel, tens razão... o problema é ter que optar entre tempo e dinheiro. :)

milú, obrigado pelas palavras. :)

rosarinho, :)

red, da minha filha também não ponho nada fora... :)

closet, eu percebo-te bem...obrigado: :)

saves, :)

sem se ver, :)

francesa, é. :)

lostinthoughts, :)

mutante, ena... que boa ideia. :)

lili, também me parecem atacadores... :)

olga, às vezes penso que não é possível ser pai sem ser super... :)

laidita, valeu por muito, sim... mesmo por muito. :)

redonda, pois foi... :)

Olga disse...

Acho que tens razão. Há por aí quem se diga pai mas não sabe sequer o que isso é. :)

bagaco amarelo disse...

olga, sim... isso é mesmo verdade. :)

bia disse...

ao ler este post confesso que deixei cair uma lágrima mais rebelde... foi um gesto muito bonito e tenho a certeza que, mais tarde, ela fará o mesmo por ti ;)

bagaco amarelo disse...

bia, ela até já o faz... à maneira dela. :)

Desabafosescritos disse...

P de amoroso?

fresia disse...

Todas as vezes que fizeres duzentos quilometros,nem que seja so para um abraço,perceberas que vale sempre a pena.
Ninguem nos ama nem amara incondicionalmente como os nossos filhos.
Bjos

bagaco amarelo disse...

desabafos escritos, ahn? :)

fresia, é bem verdade. :)