3.10.2009

coisas que fascinam (81)

Quando estamos tristes os pensamentos que temos são normalmente pesados. No entanto tornam-se mais leves quando os passamos para palavras. Normalmente começam a perder peso logo nos lábios mas, quando chegam aos ouvidos das pessoas de quem gostamos chegam a ser tão leves que ficam apenas a orbitar-nos como um planeta distante.
Hoje isto aconteceu-me com uma pessoa de quem gosto mesmo muito. Tenho a vida de pernas para o ar e num instante, só por lhe telefonar, ficou de pernas no chão.

19 comentários:

Trolha disse...

A minha continua sem pernas para andar: está parada.

bagaco amarelo disse...

trolha, a minha andou assim muito tempo. de repente mudou tudo. Para o mal e, felizmente, também para o bem. O problema é esta sensação de não ter tempo para quase nada. :)

João Pedro disse...

Concordo contigo. É um privilégio ter alguém com quem podemos, realmente, desabafar. E é um alivio quando o fazemos. Porque duas cabeças pensam melhor que uma, geralmente. E também porque, geralmente, conseguimos retirar algo de positivo no feedback que nos é dado.

bagaco amarelo disse...

joão pedro, pois é... na verdade é das poucas coisas das quais não passo sem... :)

Maguita disse...

Não podia estar mais de acordo e o post também não podia vir em altura mais indicada (também eu já esta semana pensei isso)! Não fica resolvido, mas fica mais calmo!

bagaco amarelo disse...

maguita, exacto... e a calma é tão importante... :)

Closet disse...

são aquelas pessoas mágicas, feiticeiras, whatever! Mas curam!

Juky disse...

:) Ainda bem que existem pessoas capazes de tal feito! Os amigos têm dessas coisas! :)

bagaco amarelo disse...

closet, exacto. :9

juky, às vezes até são mais do que amigos. :)

Helenikon disse...

Conseguir esquecer problemas e emoções quando acompanhado por alguem que nos compreenda e apoie é uma das capacidades que mais admiro em algumas pessoas que conheço. Quem me dera ser como elas ou conhecer mais gente assim.

jd disse...

em mim esse sentimento é efémero. tenho uma necessidade constante de falar, mas quando o assunto é pesado, algo que realmente me dói, essa sensação de leveza dura pouco mais que o tempo da conversa...

pieces of me (Luna) disse...

Tenho esse optimo habito.. Aqui não fica nada entalado!

pieces of me (Luna) disse...

Eu também sou assim, aqui nao fica nada entalado!

bagaco amarelo disse...

helenikon, é tudo uma questão de prioridades... eu dou prioridade às pessoas de quem gosto, por acaso. :)

jd, eu tenho pessoas que me fazem muito bem... e agradeço por isso. :)

pieces of me (Luna), tens razão. é um óptimo hábito. :)

Isa disse...

Caramba! É mm assim! Deve ser por isso que lhe chamam amizade...
Eu costumo dizer que eu e os meus (poucos) amigos fomos uma só pessoa, algures numa outra vida perdida algures no universo ;)

bagaco amarelo disse...

isa, :)

Purple_Su disse...

vivam os amigos mesmo.. e o talento de saber ouvir... ainda bem que os tens por perto..

Purple_Su disse...

vivam os amigos mesmo.. e o talento de saber ouvir... ainda bem que os tens por perto..

bagaco amarelo disse...

Purple_Su, sim... são importantes. :)