4.27.2008

eu tenho dois amores

Foge-se muito à felicidade. Hoje falei com uma amiga que está entre dois amores. Um a um homem que representa o passado e uma História, representa os filhos e demasiados gestos que são difíceis de abandonar dum momento para o outro. Outro a um homem que representa a novidade e a incerteza mas, muito possivelmente, representa também uma paixão mais forte e até mais apetite sexual.
Disse-me que está a tentar esquecer o segundo e manter-se com o primeiro. Pelo menos é o que acha que deve fazer. Eu cá não sei muito. Sei que quando aparece um amor novo é porque o anterior não era tão forte assim ou, se era, já não é. Às vezes é mesmo difícil optar e por isso, talvez o melhor fosse mesmo nem sequer ter que o fazer. E a propósito de opções, fugir à felicidade não devia ser uma.

56 comentários:

Anónimo disse...

:) concordo, se era ja nao é. é dificil optar e as vezes opta-se a pensar que é o melhor pra todos...
fugir a felicidade tb é, BUT valera a pena? eu neste momento preferia arriscar mesmo que errado. Ha muitas coisas que me fazem feliz mas nao vejo a minha volta um outro pra me apaixonar. E isso faz-me falta. Olha nao deites fora uma oportunidade! (em voz baixinha: depois se ve).

Anónimo disse...

Bagaço...sem ler respostas,ate porque nao estava de facto ca nenhuma ainda....

Um amor e sempre um amor diferente dos demais...nunca e demais amar alguem ou outro alguem,quando alguem nao deu certo na nossa vida,seja la porque motivo for,nosso,exterior,outros....

Eu acho que deves voltar sempre a tentar insistir em ser feliz,naquele que tu julgas neste momento ser teu outro amor.isso nao quer dizer que o passado se esqueça e se va embora,nao esta sempre presente na lembrança dos bons momentos...E tu estaras se quizeres sempre presente ao lado do teu amor passado, mas nunca esquecendo que quem vale agora no presente e teu amor presente....

Se estas confuso em sentimentos,entao nada melhor que tentares e se fores correspondido ainda melhor, se nao fores e porque ainda nao e o melhor para ti,nem elate merece,mas tentaste...tenta pf.....

Erro:fugir a realidade nunca...ha quem fuja cobardemente sem nunca se tentar conversar na mesa de um cafe e deitar ca tudo para fora,o mau e o bom e se der certo na amizade/amor da, senao amigos para sempre ou adeus,ate sempre...mas nao fujas...e pior....tenta pf...para teu bem e dela...

Flávio disse...

Pela 1ª vez, vou discordar de ti. Fugir á felicidade é uma opção quando não é uma certeza.
Por vezes um "amor" novo não serve mais do que mostrar que não sabemos bem o que é o amor e/ou demonstrá-lo.
Abraço.

ikivuku disse...

Este nosso tempo parece ter transitado da acéfala manutenção de um casamento contra tudo e contra todos, doa a quem doer, para as ligações de carácter cirúrgico em que fazer amor é dar uma queca e os afectos se diluem na certeza cínica de que o amor é eterno enquanto dura. Depois de a mola ter estado muito apertada, agora expande-se dando a impressão que qualquer obrigação é um estorvo. Se fôssemos uma sociedade avançada, ela poderia ter a hipótese de experimentar essa paixão e, se se consumisse, voltar. Assim, vai-se corroer a ela e ao casamento até que nem uma coisa nem outra.

Pedro disse...

Compreendo muito bem as tuas palavras!
Tens razão,quando aparece um amor novo, o anterior já éra, e não devia ser opção, fugir á felicidade,mesmo que mais tarde se chegue á conclusão que não era bem assim!
Entendo a tua amiga, inconscientemente faz-se o que é socialmente imposto como o que há a fazer, no fundo fomos programados para isso!

Abraço

moi chéri disse...

A mãe de um amigo meu dizia: a seguir a um grande amor... vem sempre outro. Mas arriscar tudo numa coisa que não traz nem manual de instruções nem garantia, é sempre muito complicado. Do ponto de vista teórico, concordo completamente contigo. Na prática a coisa já é mais complicada. Significa enfrentar o mundo todo. Significa uma mudança total de vida. É natural que se vacile. Agora se o "vacilo" persiste, mais vale deixar-se resvalar para o lado mais forte... Estar ao lado de alguém que não se ama ou que sem ama menos é a forma mais fácil de sermos infelizes e de tornarmos quem está ao nosso lado infeliz, porque nós nunca vamos ter aquilo a temos direito consequentemente não vamos dar ao outro o que ele também tem direito... é uma bola de neve! uma bola de neve triste.

Unknown disse...

Devemos sempre seguir a nossa felicidade. Mesmo que isso implique ter que caminhar sozinho durantes uns tempos.

Ivar C disse...

mi, não vês à volta uma oportunidade mas ela aparece. aparece sempre. :)

luadoceu, nem mais. tens razão... só que neste caso nem sou eu, se bem que eu n ando muito longe. :)

flávio, tudo bem, eu acho que se deve ir e n perder uma oportunidade de ter um bom momento na vida. :)

ikivuku, se não e importas vou promover este comentário. :)

pedro, nem mais. :)

moi chéri, as certezas e garantias no amor, para mim, valem zero. essa é que é essa. :)

joana, sim... é verdade... estar sozinho às vezes até é feliz tb. :)

Anónimo disse...

Fugir à felicidade NUNCA deveria ser uma opção mas, por vezes, a felicidade de outras pessoas dependem dessa nossa fuga.
É uma questão de peso.

Elora disse...

Bagaço...é alguma vez possivel esquecer um amor?

Anónimo disse...

A coisa é mais complicada... Candidatos até os há. Eu é que não lhes vejo a graça necessária para serem algo mais que candidatos. Já experimentei estar com alguém que gostava de mim e sei que isso magoa (ambos). O complicado é ver que, mesmo reconhecendo mtas qualidades, a mim nao me acelera as batidas cardiacas. et voilá keep on searching;)

3Picuinhas disse...

Para mim o amor sempre foi uma coisa em exclusivo. Quando surgia a dúvida era o príncipio do fim. Mas nesse tempo não tinha filhas, as minhas decisões eram...minhas. Hoje, não sei como seria. Mas uma coisa é certa, o amor só serve para nos fazer felizes. Mesmo que por vezes a nossa felicidade seja fazer os outros felizes.

Ivar C disse...

pax, concordo contigo. e devemos pensar nisto numa perspectiva o menos egoísta possível. só que é difícil :)

elora, tenho um amigo que teve um acidente de mota e ficou com amnésia... :)

mi, quando disse que as oportunidades surgiam n estava a falar de falta de candidatos, estava a falar disso mesmo. :)

3picuinhas, eu percebeo... percebo mas não aceito muito bem isso... também sou pai e acho que a felicidade dos filhos não passa por pais unidos à força. aliás, isso nem contribui muito bem para a formação deles. :)

Anónimo disse...

Desculpa i...discordar ctgo e ter de comentar directamente e nao te ofendas pf que nao pediste opiniao e é so um debate e meter me no meio deste debate "vosso"

Quando sentimos amor/amizade/sentimento e tudo o que envolve este sentir por outro alguem(homem/mulher) e é sobretudo correspondido e baseado na confiança mutua, desculpem se nao concordam comigo, mas devemos e podemos ser egoistas e nunca pensar que a felicidade de outrem e mais importante do que a nossa(jamais em toda a vida,nem que fosse nossa irmã) que possivelmente tb quer o mesmo
Aqui é pensar e não agir:errado,pensar pouco e agir mai:certo.

Isto porque se outra pessoa pensar em sua felicidade e não na nossa descansa que nos rouba quem amamos e é amado num piscar de olhos....Não concordo minimamente....

Peço imensamente desculpas e se o debate se acender, não comentarei mais e não é cobardia,mas respeito pelo blog e sua pessoa....

Isto quando sentimento é o que sentimos do mais puro e verdadeiro

Ivar C disse...

luadoceu, a i agora é pax...e não se chateia por tudo e por nada. :)

Anónimo disse...

luadoceu,

Nunca me ofenderia com alguém que me trata com a educação com que tu o fizeste, mesmo discordando.
Acho até muito bem que o tenhas feito.

Também não acho que a felicidade de outrem seja mais importante do que a nossa mas acho, sim, que a felicidade de quem amamos pode pesar muito na hora de tomarmos esse tipo de decisão.

O texto fala em filhos. Conheces algo que mais peso tenha na vida de uma mulher que os filhos?
Eu compreendo perfeitamente o dilema da "ela". Conheço casos iguais. Com "elas" e com "eles".
Ela está a lutar entre o que deve e o que gostaria de poder fazer.
Não é uma decisão fácil.

Aprovo completamente a luta pela própria felicidade, mas compreendo muito bem estas situações de peso.

Lutar pela felicidade é uma coisa, passar por cima de tudo e de todos nessa luta é outra. Há que medir muito bem as consequencias.

Se um dia tiveres de abdicar de uma paixão pelo bem de alguém, vais perceber o que quero dizer.

Acho até que nunca se conhece o verdadeiro amor até ao dia em que se sabe como é a sensação de se ter de abdicar dele.

(Agora tenho um quintal, lol, mas para o bagaço sou a "i" :)

Beijos.

Elora disse...

Acho que os filhos não estão a pesar minimamente na escolha dela. Concordo com o Bagaço quando diz que ficar unido devido aos filhos é mau para todos e penso que não é coisa que se faça a uma criança. Vejo-a mais como estando mesmo dividida entre dois amores, um que envolve um projecto de vida, outro uma paixão desconhecida. Acho que ela vai escolher a felicidade, qualquer que seja o caminho.

Ivar C disse...

i, gostei muito do "mas para o bagaço sou a "i"" :)

elora, espero bem que consiga. :)

Anónimo disse...

i..agora percebi o que queres dizer

eu trato sempre mesmo que as vezes me custe ser hipocrita(n e o caso) com educaçao as pessoas as quais conheço e desconheço simplesmente so pelo facto de me ter metido na conversa que nao era a minha e sei que nem e de bom tom

claro que em questões prioritarias,essenciais e vitais, como filhos, as vezes a felicidade fica para tras,porque pensamos primeiro neles, depois em nos

nao,nao tenho filhos,mas ouço e aprendo dos outros...do bem e do mal que acontece em casos assim

claro,que quem amamos de verdade as vezes a nossa felicidade fica aquem daquela que queremos que a dekle seja um Bem maior, mas calma...nem tanto ao mar nem tanto a terra...os filhos ha dem crescer um dia e na altura certa acho que se forem bem educados tentarão compreender que a pp mãe tb quer e deve e ha de ser feliz,eles nao querem o mal da mae,querem o bem, como tb a do pai...se alguns filhos aceitam que o pai case com outra,por ex,um dia hadem aceitar a mae....depende tb da educaçao que tiverem e ha dem ter

sei que e facil falar e na altura quem somos nos para dizer ai disse aquilo e afinal vivo o mesmo...mas equanto nao vivermos teremos de dar conselhos ao bem da pessoa que estamos a falar....

sabes? eu ate hoje actualmente,nao tive sorte absolutamente alguma com namorados amigos e correspondidos, mas houve uma situaçao que me tramatizou ate hoje e que mesmo com um redondo nao,gostava de ter podido pelo menos ter tentado ouvir um sim...e precisamente por pensar nessa pessoa e na outra(mulher) a quem penso que tenham tido interesse um no outro ou nao,nao avancei mais do que devia te lo feito e hoje por nao ultrapassa los,arrpendo me amargamente porque idealizo,sonho que podia te lo feito, mas hoje digo assim:ainda bem que nao o fiz,porque escolhas erradas,levaram ma a amar....mas arrependi me...por nao te los ultrapassado........percebes?

eu abdiquei e doeu por isso aconselhei a bagaço nao deixar de lutar pela sua felicidade,porque ao menos tentou...entendes?paixao?desejo?amor? naos ei...so sei que abdiquei de ter tentado

Ivar C disse...

luadoceu, tentou e continuará a tentar. :)

Pax disse...

Luadoceu,

Eu também acho que o maior arrependimento que podemos sentir é pelo que não fizemos e não pelo que fizemos. É o que mais dói.

Também acho que não se deve abdicar da felicidade por ninguém. Nem seria justo para os filhos que os pais os fizessem só por eles.
Eu, pessoalmente, não quereria passar uma responsabilidade dessas a um filho.
Mas compreendo o dilema.
Não é o mesmo que escolher entre um gelado de chocolate ou um de baunilha. É uma decisão que modifica as vidas que quem nos rodeia.
Por isso compreendo.

Pax disse...

Luadoceu,

(Um p.s.:)
Eu acho que todas as trocas de ideias, com respeito pelos outros, são sempre de bom tom.
Eu, pelo menos, gosto muito.
Beijos.

Anónimo disse...

ainda bem que tentas se de fato a amas tenta
ate hoje quero a amizade dessa pessoa e de vez equando la vai uma msg,mas o silencio e muito mas muito maior que uma possivel reaproximaçao e para mim ele e cobarde,ao menos mandava me a merda olhos nos olhos e numa msg diz o que quer,sem olhar nos olhos....
paciencia....

Ivar C disse...

pax, :)

luadoceu, não te vás abaixo por causa disso... é mais normal do que pensas. :)

Anónimo disse...

obrigada i(pax)...doeu mto

acredita...depois tb me apercebi que ele acreditou mais nela que mentiu do que em mim que sou verdadeira...doeu...porque preferiu quem nao o merecia e ele nem a merecia...igual modo...nao valia nada....mas tb n fiquei quieta e tb me arrependi,por ele,nao por ela,mas ele ficou ferido comigo e deixou me de me falar

as vezes pax sao os pps filhos que toma a responsabilidade de quererem ser adultos e cuidarem da mae pensando que este ou aquele nao e ppm o mais adequado ao seu amor,quando e a mae que deve decidir...mas ha quem respeite o espaço da mae....depende...

tentou sempre respeitar os outros,ainda por cima quem nao pediu minha opiniao como tu e obrigada por me responderes tb c a mesma educaçao

bagaço doeu mto e pensava eu que chegada a precisar de ajuda profissional e poucos amigos na altura tinha para procurar apoio

mas tb tive quem me ajudou....

e fiquei obsecada,mas hoje estou bem e sou amada,respeitada,querida por quem namoro hoje...e devo lhe o amor amizade e apoio....

fui me abaixo,chorei noites e noites a fio....mto mesmo....

Pax disse...

"gostei muito do "mas para o bagaço sou a "i"" :)"

Eu tenho um carinho especial por ela...:)

Afrodite disse...

Uiii está séria a conversa...nem sei se deva...pronto...vou meter a colherada. Já sabes a minha opinião mas aqui vai na mesma...uma pessoa deve sempre lutar pela felicidade, evitando pois magoar terceiros, o que nem sempre é facil porque acaba por acontecer sempre. Sei que não se deve ser feliz na infelicidade dos outros (quando se magoa filhos por exemplo) mas...se não somos felizes como poderemos fazer outros felizes? É completamente impossível...viver uma mentira, anularmos todo e qualquer sentimento, castrarmo-nos...é morrer um pouco cada dia que passa...bem...sei do que falo ;)...embora brinque e volte a brincar...embora pareça que nada levo a sério...há momentos em que se tem de ser firme, levar a vida como ela é que não nos dá espaço para brincar...tem de se fazer o melhor para nós que claro está, torna-se o melhor para quem nos rodeia. Como pode uma mãe fazer um filho feliz se ela própria não o é? Sustentar um casamento, uma relação, pelo bem dos filhos??? Não é caminho...falo por mim e de mim...cada um tem a sua vidinha e deve comanda-la da melhor forma que sabe e pode...para mim virar as costas a um problema e fugir não é nem nunca foi lema de vida, antes pelo contrário..por muito que possa doer no inicío, por muito que sejamos criticados...a vida é UMA, esta em que estamos, que respirarmos, que sentimos, que desejamos e sonhamos...portanto e sem viver numa anarquia, temos de fazer pela felicidade. Já bastam os factores que não podemos "manipular", como problemas de saúde...que aparecem e nos levam toda a possibilidade de atingir a felicidade...não será um desperdicio de tempo e força lutar contra a felicidade se está nas nossas mãos? Se podemos escolher o caminho? Digo eu...digo eu...e falo apenas por mim :).

Abreijos e desculpa lá esta minha diarreia mental...

Ivar C disse...

luadoceu, há que ver isso como um passo na nossa formação. aprendemos muito sobre nós mesmos nessas alturas. :)

pax, eu também. :)

afordite, custou-me a ler mas acho que tens razão. :)

Pax disse...

Luadoceu,

Há pessoas a quem nos "agarramos" querendo amizade só porque dói demais pensar que nem um olá teremos dela.
Isso não quer dizer que mereçam, sequem, um olá nosso.
Com o tempo vai passando. Acredita, eu também já passei por isso e mais do que uma vez até.
É uma sensação de impotencia, como se tivesse havido algo mais para dizer ou algo mais para fazer. É um tempo não-acabado.
Só o tempo o cura, mas cura sempre.
Já gostei muito de alguém que me mentiu e, anos mais tarde, quis reatar o passado. Um dos meus maiores prazeres, que mais me levantou o ego, foi olha-lo nos olhos e dizer-lhe "Não. Agora sou eu quem não quer". Acho que só aí consegui terminar a história e sair com um sorriso.
Pensa que mereces quem acredite em ti e dá tempo ao tempo.

Beijos.

Ivar C disse...

pax, o tempo faz milagres, sim. e aos trinta já não levamos as coisas como aos vinte. :)

Anónimo disse...

Pax mas o que me fazia bem e precisamente sentar na mesa do cafe com pessoas com historias mal terminadas,conversarmos e eu pp chegar a conclusao que afinal tanto sofrimento para que...e isso que quero,olhar nos olhos e falarmos sobre o assunto...nao e por msg tlm, nem ao telemovel ou telefone,mas olhos nos olhos

Foi uma historia muito mal contada desde o inicio e quem mais sofreu fui eu que fui metida ao barulho sem ser tida nem achada e aceitei porque de facto queria muito conhece lo e quando o conheci ainda e muito mais interessante do que suponha,seja no fisico seja no intelectual.

Cheguei a conclusao tarde demais que fui usada,percebes?ai foi muito pior se fosse confirmado, se calhar ainda bem que nao confirmei e fiquei na duvida ate hoje...

Doeu muito acredita me

Mas acredita me,saí da toca, do luto e hoje dou graças a Deus do namorado que Deus me guardou para mim depois do que eu ja passei...Ele nao dormiu perante minha infelicidade nos namordos e amizades e deu me tudo num so,que me complementa e me faz mulher feliz...e amigo e namorado,um grande suporte....

Neste momento acredito e gosto de mim....sinto me forte e segura,tanto a nivel pessoal como profissional sou reconhecida e dao me valor...


Bagaço,ajuda na nossa fomrçao,mas podiamos aprender com o Bem que nos fazem e nao com o Mal, o mal so nos faz mal apesar de ajudar ao crescimento,infelizmente

Pax disse...

Pois é, bagaço, eu noto muito isso em mim.
O tempo cura, faz-nos crescer e reavaliar o que, realmente, tem valor para nós.
:)

Ivar C disse...

luadoceu, aprendemos com ambos. não me parece que haja melhor maneira e tu és a prova disso. :)

pax, estamos iguais. :)

Pax disse...

Luadoceu,

Não tomes isto como conselho, por favor.
Eu tinha uma professora que dizia que se quisessemos esquecer um homem, o melhor era ir com ele para a cama... na altura eu ficava chocada com isto, agora compreendo o que ela queria dizer.
É bom quando não se fica a pensar como poderia ter sido... sem ser.
É bom quando somos nós a ter a última palavra.
Quando assim não é, há que avançar e não deixar nada por dizer. Há que impor o ponto final.

Beijos.

Ivar C disse...

pax, isso é fantástico. vou promover este comentário. :)

Pax disse...

Lol.
Promove o que quiseres.
Ela era francesa, portanto, uma mentalidade umas décadas à nossa frente.
Nunca a esqueci.
:)

Ivar C disse...

pax, ser francês n chega para estar décadas à nossa frente. há franceses que votam no Le Pen.. e, sei lá, há francesas giras que casam com o Sarkozy. :)

Pax disse...

E há francesas como esta, que nos aconselhava a ir para a praia no Verão meter conversa com os turistas franceses para praticar a lingua...lol.

Anónimo disse...

Pax...não o faria e na altura nao o fiz e podia te lo feito e agarrado a oportunidade.

Pois a minha maior dor foi dizer o que eu nao disse e ouvir a verdade dele e dela e nao a minha

Mas prontos...nao ha volta a dar lhe,ele nao quer tentar ja o esclareceu e bem....que viva de acordo com sua consciencia se e que a tem....pelo menos comigo nao a tem

Peço desculpas, mas terminarei por aqui o nosso debate fugido do inicial...que tomou outro rumo...ao qual peço desculpas...mas pelo menos Bagaço que tua Amiga nao fuja da felicidade e haja de acordo com seus ideais....

Um abraço aos dois

Ivar C disse...

pax, a conclusão é que franceses muito à frente e outros muito atrás... é como os portugueses, mais ou menos. :)

luadoceu, não peças desculpa. gosto de te ter por aqui. :)

Pax disse...

Até no fuso horário temos uuma hora menos...
:)

Pax disse...

Luadoceu,

Beijos para ti :)

Ivar C disse...

pax, por esse ponto de vista o zimbabue está tb à nossa frente. :)

Pax disse...

Só funciona para alguns...
:)

Pax disse...

... só países da Europa!

Anónimo disse...

Bagaço um beijinho e obrigada.Tb gosto mto de estar aqui.É um blog mto interessante mesmo
Pax...és benvinda no meu blog,aparece por lá

Ivar C disse...

pax, óptimo. vou para a albânia. :)

luadoceu, :)

Pax disse...

Luadoceu,

Passarei, sim.
:)

Pax disse...

É melhor não.
Lá não há ovos moles.
:)

Ivar C disse...

pax, não há mas pode-se fazer. qualquer um faz aquilo. :)

Pax disse...

É diferente!
Ovos moles combinam com canais com barcos coloridos!
Lá não há!
:)

Ivar C disse...

pax, por acaso há... os dos pescadores albaneses são coloridos. :)

Pax disse...

E têm canais?

Ivar C disse...

pax, lol.. têm uma espécie de tv cabo e tudo. :)

Pax disse...

Fixe!
Saltas de canal em canal sem sequer molhares os pés!
:)

Ivar C disse...

PAX, eu não vejo televisão. :)