2.02.2011

o desespero é tal...

A ver se se livrava dela, um funcionário dos serviços de imigração britânicos colocou a mulher na lista de potenciais terroristas, isto durante um período em que a mesma se ausentou do país. Quando regressou ficou confusa. (ler no Sol).
Ainda bem que o homem não trabalhava num talho, digo eu.

12 comentários:

Celeste disse...

se trabalhasse num talho servia pró comércio! :D

bagaco amarelo disse...

celeste, ou para o talhante. não viste o delicatessen? :)

Scarlet Red disse...

Epá ainda bem que explicaste que eu não estava a apanhar essa...

memyselfandi disse...

Lol!

bagaco amarelo disse...

scarlet red, lol. :)

memyselfandi, :)

Salsa disse...

Eu se pudesse fazia isso com a minha ex.

Trotil ós Estalinhos disse...

porque não

os tempos são de crise

und toda a carne é erva

logo não é canibalismo

é vegetarianismo

como comer as plantas dos pés

bagaco amarelo disse...

salsa, ainda perdias o emprego. :)

Trotil ós Estalinhos, lol. :)

Bruxinha - a.k.a. ASLR disse...

Nem consigo imaginar o que ele faria à sogra, ou a uma amante inoportuna...ah e também resolveu o assunto num instante, foram só precisos 3 anos...

bagaco amarelo disse...

Bruxinha - a.k.a. ASLR, três anos mas gora tem outro problema para resolver. :)

Rana disse...

Ó bagaço, ele não a quis matar, só queria ver-se livre dela. Se a quisesse matar, oferecia-lhe um carro armadilhado. O estupor aproveitou a saída dela e, apunhalou-a pelas costas. Ela ia uns anitos para a pildra, ele ia visitá-la e ainda lhe levava uns bombons. Azar, alguém mais inteligente, descobriu a marosca e quem se lixou foi ele. Bem feito.

bagaco amarelo disse...

rana, sim, eu não achei que a quisesse matar. :)