2.03.2009

violência...

Não sei o nome desta mulher. Na verdade nem me interessa. Sei que para mim faz parte da História e não é (só) pela coragem demonstrada. É por ser capaz de responder à violência sem violência...

17 comentários:

Maldonado disse...

É um excelente exemplo de não-violência, que, infelizmente, ninguém segue nos tempos que correm... :|

Alexandra disse...

Coragem e coração...

Pepermind disse...

Fiquei sem palavras.
Um exemplo de coragem que devemos beber.

Me disse...

fossemos todos 1 décimo para coisas 1000 vezes menores.
nem consigo imaginar isto.
não consigo.

Me disse...

Na verdade somos assim um ser fantástico, capaz de fazer coisas impensáveis e com uma coragem invencível! parabéns pelo post.

moi chéri disse...

que tomates!
que forma simples de impedir a morte de alguém. desarmou-os por completo. possivelmente porque havia câmaras por perto, mas ainda assim... que tomates!

Cheila Pacheco disse...

Fantástico... Um exemplo!

Neni disse...

Wow. Corajosa mesmo!

mfc disse...

Um abraço.

deKruella disse...

não há palavras de facto que descrevam a atitude! Muito corajosa e já farta de tanta porcaria acredito!

Quando o som do quotidiano são tiros ou gritos já se está por tudo...desde que acabe e possa refazer a vida.

Até eu já ando farta dessas guerras que não levam a nada a não ser à riqueza dos que vendem armas!

Lizard King disse...

É bom aber que ainda existe altruismo e é pena perceber que são tão poucos os que fazem uso dele.

Alvega disse...

Fantástico!
Deviam passar isto a abrir todos os telejornais do mundo...

Tem qualquer coisa de muito belo este vídeo...só mesmo uma mulher...

Abraço

Toze disse...

Também é por isto que não compreendo as mulheres !!!

Uma gaja com tomates.

subtilezas disse...

é a única forma possivel. não conheço outra. video arrepiante.

elisa disse...

incrível coragem....incrível mesmo.
Pudessemos todos ter este tipo de coragem e o mundo seria um lugar melhor sem dúvida alguma..

Sandrine disse...

Bem verdade!!! É mesmo de louvar a atitude e a coragem. Mas mesmo assim não me deixo de perguntar: será que o faria se a câmara não estivesse presente?
De qualquer maneira é de louvar!
Jokinhas
s

bagaco amarelo disse...

maldonado, sim, principalmente os israelitas. :)

alexandra, exacto. :)

pepermind, :)

me, nem eu... :)

moi chéri, eu estou farto de ver gente a morrer na televisão. :)

cheila pacheco, :)

neni, :)

mfc, outro. :)

de kruella, sim... a indústria do armamento é sempre o motivo base para qualquer guerra. depois é só arranjar um outro motivo falso qualquer. :)

lizard king, relativamente à guerra sou altruísta. não acho é que tivesse coragem de fazer isto. :)

alvega, concordo... mas não passaram... abraço.

subtilezas, sim, esta mulher emocionou-me. :)

elisa, até não ser mais preciso ter esta coragem... :)

sandrine, quem já teve a sensação de ter uma arma apontada à cabeça, acha que o facto de a televisão ali estar não significa assim tanto. :)