2.02.2009

respostas a perguntas inexistentes (49)

Garrafa. Numa das prateleiras mais altas da casa do meu avô, havia um barco dentro duma garrafa. Passei anos sem perceber como ele tinha ido ali parar e, no entanto, nunca perguntei a ninguém. Acho que tinha medo que a resposta fosse demasiado óbvia e me achassem pouco inteligente por não saber. A vontade de saciar a minha dúvida esbarrava no facto de nunca ter visto ninguém a discutir o assunto e, quando ninguém discute um assunto, é porque ele é óbvio.
Garrafa. Lembrei-me disto muito mais tarde, quando numa noite de solidão me sentei ao balcão dum café dos subúrbios da cidade, tão intermitente quanto as luzes dos candeeiros públicos da rua, e pedi um uísque. Depois pedi outro e por fim pedi a garrafa. Quando acabei de a beber percebi que dentro dela cabia muito mais do que um barco.

7 comentários:

arco-íris negro disse...

eu fico mais surpreendida quando noto quantas garrafas já esvaziei :oS

joaninha versus escaravelho disse...

Bonito :)

Anónimo disse...

O Charlie fez-me um repto: de forma a pagar o facto de te ter dito que eu era gira e interessante (o que é absolutamente verdade!) teria que fazer um blog tão (ou mais!) fixe que o teu... :)

Se decidir avançar com isto ajudas-me com os pormenores (de se fazer um blog)?

Afinal de contas não quero que o Charlie te diga a verdade! Ehehehe

Anabela

Lizard King disse...

Tanta informação que perdemos por acharmos que as perguntas são inexistentes...mas se se formulam na nossa mente e se pensamos nelas é porque não são básicas é porque nos suscitam curiosidade e anos mais tarde até podemos ter a resposta mas o gosto não será igual.

Closet disse...

Acho que ás vezes até cabemos nós inteirinhos...

subtilezas disse...

:)

finalmente percebi também. agradecida;)

bagaco amarelo disse...

arco-íris negro, lol. :)

joaninha versus escaravelho, obrigado. :)

anabela, o charile é, para mim, um líder de opinião nessa matéria. ajudo sim. :)

lizard king, eu só acho que às vezes é melhor responder primeiro e fazer a pergunta depois... :)

closet, exacto: :)

subtilezas, :)