2.18.2009

a homossexualidade não é normal

Este padreca acha que a homossexualidade não é normal. Pois não... normal é ser padreca e abstinente a vida inteira que é para as heranças de cada um irem para a igreja católica e não para os filhos.

38 comentários:

TM disse...

A normalidade é algo muito relativo e complexo, mas esse padreco nem é normal nem anormal... é simplesmente parvo...

Miss Kitty disse...

Eu quando vi essa noticia pensei uma coisa pior... Vou-me abster de dize-lo aqui porque sou uma rapariga decente! :)

BJS*

bagaco amarelo disse...

TM, é simplesmente parvo, sim. não percebo é como é que um gajo que nunca casou e, supostamente, nem sequer sabe o que é praticar o coito, é líder de opinião nesta matéria. :)

miss kitty, por mim estás à vontade. :)

Ana disse...

Ahahahaha
Abstinente? :-) LOL!

Ana disse...

O curioso é que deve ser uma "cadeira" no seminário sobre casamentos e actos sexuais. Já são 2 casamentos de igreja a que vou em que ouço os padres a dizerem aos noivos, à frente de todos os convidados, que o homem deve cumprir os seus deveres na cama e tal... Acho simplesmente ridículo... É como ensinar ao meu mecânico como arranjar o carro... se eu não percebo do assunto pq é que tenho de dar bitaites??
enfim... há gentinha que não sabe qual o seu lugar...

bagaco amarelo disse...

ana, supostamente abstinente, lol. eu só não percebo porque é alguém se sente no direito de opinar sobre a orientação sexual de cada um. ninguém, mas mesmo ninguém, tem nada a ver com isso... :)

Larose disse...

...... esqueceste-te de outras duas...... fazer filhos nas mulheres de outros .... ou fazer filhos com pai incógnito!

bia disse...

e também não é normal que haja ainda tanta mente fechada por aí... e que questões como a homossexualidade ainda sejam tabu e um bicho papão!! a sério...!!

SunGod disse...

Quanto a este tema, só tenho uma "pequena" e modesta opinião, que é a minha: mais uma vez a imagem da igreja católica no seu melhor, ou melhor, a imbecilidade da demagogia que se apoia numa obra que conta no seu interior com 70% de ficção que é a bíblia católica. Uma obra que passou secúlos reservada aos senhores do clero para assim ser explorada a seu bel prazer e assim ser mais fácil a manipulação das pequenas mentes analfabetas da plebe. O único problema que aqui existe é que já não estamos no séc. XV e, felizmente, as pessoas hoje em dia já têm muita informação para poderem compreender e não fosse o lobby eclesiástico ser tão grande e tal facção já não existiria nos nossos dias.
No entanto, ainda se reservam o direito de professar tais barbaridades como este nosso amigo padre e outras que tais como o caso do casamento com muçulmanos, o aborto, o divórcio, entre outras.
Para terminar, só uma pequena palavra à igreja, uma pequena máxima que me foi dita por uma freira franciscana num dos meus 9 anos de colégio católico: quando se aponta um dedo, normalmente temos quatro a apontar para nós. Por isso meus amigos, deixem-se de falsos moralismos e hipocrisias e sejam honestos de uma vez, têm nos vossos cofres valores suficientes para matar a fome no mundo, têm valores suficientes para aquecer aqueles que têm frio, e, acima de tudo, têm uma poderosa voz que, se fosse bem utilizada, faria muito bem ao mundo...mas para isso não se chamaria igreja católica não é? E fazem eles votos de pobreza, de silêncio e de ajuda aos mais desfavorecidos... tretas!!!

tenho dito!

Cheila Pacheco disse...

Ser homossexual é tao normal como ser padre ou simplesmente escolher nunca ter filhos. O amor entre pessoas do mesmo sexo é perfeitamente normal. O meu limite está em homossexuais quererem adoptar crianças. Acho que nao e justo que as crianças nao tenham direito a uma familia com pai e mae e nisso o cardeal tem razao. A mulher e o homem completam-se de modos que 2 homossexuais nunca irao conseguir... Mas e so a minha opiniao.

joaninha versus escaravelho disse...

Já não ouvia o termo "padreca" há muito tempo :)

Xana disse...

é incrível a intolerância que ainda existe...
que o meu professor de economia ponha a mão na anca e dance a valsa na aula ainda me faz sorrir...pronto...desconcentra-me.
Mas se ele quer casar e ser pai e o q quer que seja...isso ja não tenho que opinar, MESMO!
Gostei do padreco dizer que a igreja e o legislador deviam colaborar mais...ahahaha! lindo! já agr proibiam o casamento a mulheres nao virgens e por aí fora... Estado Laico bendito sejas!!Andemos pá frente...não pra trás! pff!!!

Fabulastic disse...

Primeiro, a homossexualidade não é normal se entendermos «normal» como «o que é da norma» sendo a norma uma regra comum, da maioria.

Segundo, a bíblia é bastante exacta na condenação da homossexualidade (como também o é na do adultério ou no consumo de mariscos).

Logo, stricto sensus, o senhor padre não está errado.

Mas a questão aqui é: porque é que alguém ainda lhes liga? Se o Estado está separado da Igreja não deveria a palavra da Igreja resumir-se a assuntos religiosos?

O que me espanta é como ainda existem gays católicos (ou sequer cristãos) e como é que este país ainda continua maioritariamente católico por puro desleixo e porque sempre têm umas festas giras (baptismo, casamento,...)

Arranjem um par de tomates e uma vida social e a palavra desses senhores eclesiásticos valerá mesmo muito pouco.

Ditos à parte, continuem fabulásticos.

Bola disse...

eu tenho amigos homossexuais e não tenho absolutamente nada contra eles nem qualquer preconceito em relação a orientações sexuais. No entanto, e uma vez que sou um amante da biologia animal, tenho que concordar que "cortejar e acasalar" com um ser vivo da mesma espécie(até aqui tudo bem) e do mesmo genero (tudo bem também, por mim...) não é normal. Não estudo isso ao pormenor, mas penso que será alguma disfunção hormonal ou uma simples escolha pessoal. De qualquer das formas, não é normal(principalmente se tomarmos como "normal" o comportamento da maioria dos individuos da espécie em questão, porque geralmente é assim que se faz...mas isto parece-me apenas uma questão parva de semântica).

Como já disse, não tenho qualquer problema com isso...os meus amigos também dizem que eu n sou normal e tenho uma disfunção qualquer porque me mando monte abaixo de bicicleta...não é por eles pensarem assim que eu vou parar!!

Que todos sejam felizes com o modo de vida que escolheram, acho que isso é que é realmente importante!!
Ninguem tem nada a ver com as nossas opções, se tivermos sempre em mente que a nossa liberdade termina onde começa a do vizinho do lado!!

Filipe Cunha disse...

Aqui tenho que te dar razão. Cada um é livre de dar a opinião, mas pessoal com responsabilidades acrescidas devia ter um pouco mais de bom senso. Estou a referir à parte em que ele fala da educação das crianças. Todas as razões que ele dá, são muito lindas, mas não vejo diferença entre educar as crianças com duas pessoas do mesmo sexo, ou só com uma pessoa (seja pai ou mãe, seja por divórcio, decisão pessoal, viuvez, ...). Irão ser sempre educadas sob um único ponto de vista.

calamity disse...

Bagaço, desculpar-me-às mas acho que das duas uma: ou há liberdade de expressão ou não há. Coisa diferente é a apologia da violência ou da discriminação ou até o imiscuir-se na esfera de opções políticas e legislativas fazendo uso do púlpito.
Disse isto mais ou menos lá na tasca.
Além do mais, criaturas como a freira Emmanuelle só aparecem uma vez a cada milénio...

bagaco amarelo disse...

larose, tens razão, lol. :)

sungod, sim, e se a Bíblia fosse para levar à letra, há montes de passagens que eu gostava que os católicos me explicassem... :)

cheila pacheco, ser homossexual é normal, ser padre católico não é tão normal quanto isso... porque contraria uma das leis da natureza que é o nosso apetite sexual. :)

joaninha versus escaravelho, lol... na verdade só ouço quando digo. :)

xana, a intervenção da Igreja na lei, felizmente, já não é bem vinda... e, exactamente, também não devia ser bem vindo meter o bedelho na vida sexual dos outros. :)

fabulastic, também não percebo porque é que alguém ainda lhes liga e sim, o Estado está separado da Igreja. Quanto à homossexualidade ser normal ou não por causa da regra comum, não sei... isso depende duma estatística que não é possível fazer. para mim, normal é satisfazermos a nossa vida sexual e emocional da forma que muito bem nos apetecer, desde que não se faça mal a ninguém... :)

bola, se és amante da biologia animal devias saber que em praticamente todas as espécies, mamíferos incluídos, há relações homossexuais. Porquê? porque o sexo é para satisfazer a libido e não apenas para procriar. :)

filipe cunha, as crianças precisam é que os pais sejam felizes, sejam dois homens, duas mulheres ou um homem e uma mulher. casais com convulsões é que não... :)

calamity disse...

Bagaço, desculpar-me-às mas acho que das duas uma: ou há liberdade de expressão ou não há. Coisa diferente é a apologia da violência ou da discriminação ou até o imiscuir-se na esfera de opções políticas e legislativas fazendo uso do púlpito.
Disse isto mais ou menos lá na tasca.
Além do mais, criaturas como a freira Emmanuelle só aparecem uma vez a cada milénio...

calamity disse...

Bagaço, desculpar-me-às mas acho que das duas uma: ou há liberdade de expressão ou não há. Coisa diferente é a apologia da violência ou da discriminação ou até o imiscuir-se na esfera de opções políticas e legislativas fazendo uso do púlpito.
Disse isto mais ou menos lá na tasca.
Além do mais, criaturas como a freira Emmanuelle só aparecem uma vez a cada milénio...

calamity disse...

Bagaço, desculpar-me-às mas acho que das duas uma: ou há liberdade de expressão ou não há. Coisa diferente é a apologia da violência ou da discriminação ou até o imiscuir-se na esfera de opções políticas e legislativas fazendo uso do púlpito.
Disse isto mais ou menos lá na tasca.
Além do mais, criaturas como a freira Emmanuelle só aparecem uma vez a cada milénio...

bagaco amarelo disse...

calamity, aqui há tanta liberdade de expressão que podes fazer o mesmo comentário três vezes seguidas, lol.
mais a sério, concordo com a liberdade de expressão e concordo tanto que a utilizo para dizer que acho que esta opinião da Igreja é estúpida e porquê. :)

calamity disse...

enganei-me a carregar no botão...humpf!

Luis disse...

Bagaço, tens razão quando dizes que na natureza existem relações homosexuais. Existem mesmo, não sei se conheces esse facto, alguns peixes que, quando existe um excesso de fêmeas numa população, algumas destas mudam de sexo num processo complexo que não vou estar a explicar...(por alguma razão que pode ser depreendida pelo processo de mudança de género, os machos não se transformam em fêmeas).
Bem..mas tudo isto para dizer que mesmo isso acontecendo, não é considerado um comportamento "normal". Acontece por uma anomalia nas proporções macho/fêmea da população ou por uma concentração elevada de fêmeas não receptivas. No entanto concordo contigo, o sexo existe não só para procriar mas também pelo puro prazer. Apesar de haver provas de que os humanos e os golfinhos são os únicos que o praticam pela ultima razão.
A natureza do ser vivo diz que este se alimenta e se movimenta(os que se movimentam, porque nas plantas a "história" é a mesma) para se reproduzirem e darem continuidade à espécie. Resumindo, vivemos para nos multiplicarmos. Esse é o objectivo primordial da vida. Numa relação homossexual esse objectivo não é atingido (pelo menos para já...). No entanto, e pegando um pouco no assunto da educação de crianças por casais homossexuais, existem tantas crianças sem familia e à espera de uma adopção...porque não permitir que esses casais, que não podem ter filhos de uma forma "natural", adoptem essas crianças e lhes dêem uma vida melhor?
Não vejo onde é que as crianças possam ter uma pior educação por terem duas mães ou dois pais em vez de um progenitor de cada genero...vejo, isso sim, uma sociedade fechada, burra, se me permitem, que vai discriminar, muito provavelmente, essa criança porque os pais "pegam de empurrão", como se diz na minha terra...
Quanto à igreja, eu nem comento...aqui em Vila do Conde houve em tempo um padre que fez um filho na Póvoa...esse filho é hoje um politico conhecido por todo o País...Eu não acredito em Deus e, acima de tudo, não acredito na igreja...custa-me muito dar valor aos comentarios dos Padres, sejam eles de que religião forem...
Espero não ter ofendido ninguem com alguns dos termos usados neste "testamento". Acho que exprimi mais ou menos o meu ponto de vista sobre este assunto.
Abraços,
Bola.

bagaco amarelo disse...

luis (bola), os homens e os golfinhos não são os únicos a ter prazer na relação sexual. é uma característica dos mamíferos ou então o gato da minha vizinha e o cão duma amiga minha são muito bons a fazer teatro, lol.
Concordo contigo, de resto, em tudo. Só não percebo porque é que dizes que a mudança de sexo em algumas espécies de peixes é uma anomalia. Não é. É apenas uma forma de sobrevivência da mesma. :)

Luis disse...

Não são os únicos a obter prazer, são os únicos a practicar sexo sem o intuito de se reproduzirem. isto é, são os únicos que para iniciar uma relação sexual não precisam de estar na época reprodutiva nem sentir nenhum tipo de odor característico de animal receptivo. Praticam-no porque sim, porque gostam...
Quanto a forma de sobrevivencia, também há, infelizmente, em Africa e não só, quem coma lixo e coisas que nunca nos passaria pela cabeça comer. Isso é sobrevivencia, não significa que seja normal!! Nenhuma adaptação extrema/brusca para permitir a sobrevivencia de uma espécie é um acontecimento "normal"...pelo menos se tivermos em consideração a definição de normal que já foi dada por mim e pelo menos por mais um user do forum!

Agora um pequeno a parte...conheci o teu blog hoje, parece-me que fiz uma fantastica descoberta, parabéns!

Sol disse...

Bagaço:

Há algum tempo que leio este blogue mas nunca comentei, hoje contudo comento simplesmente porque me incomoda a forma como o outro já é "padreco, estúpido, idiota" quando ele defendeu aquilo que a sua escolha de vida o fez defender! Ele para mim é tão idiota como um homossexual que me venha dizer que devemos aprovar o casamento. Cada um puxa a brasa à sua sardinha e só os ouve quem quer.

Já leste a bíblia? O Levítico? O padre é Católico, logo rege-se pela Bíblia, a bíblia é claramente contra a homossexualidade, logo o Padre é contra, qual é o problema? Eu quando ouço o Sócrates na televisão tb acho que não tem razão nenhuma mas tenho q comer calar, voto nele se quiser. E a liberdade de expressão tb é isso!

Causa-me verdadeiro incómodo esse ódio anti-igreja católica que vejo expresso em muitos sitios! Alguém obriga alguém a ir lá? Esse tempo não acabou já? Eu sou do Sporting, não vou à luz ver jogos do benfica! Não sei se me faço entender... Não sou muito boa em linguagem metafórica.

A única coisa que consigo concluir é que se as declarações do "padreco" incomodaram tanto é pq efectivamente têm medo do impacto que elas têm nas pessoas, mas em relação a isso penso que é um medo infundado... Pq acredites ou não a grande maioria da população portuguesa é contra o casamento entre homossexuais, já para nem falarmos na adopção! Vamos ver se há coragem de referendar...

Ahhh, a homossexualidade nos animais é devida única e exclusivamente a desequilíbrios nos ecossistemas que provocam a abundância de um género em detrimento de outro. Como os animais não apresentam consciência, nem amor (e sim isto tb está provado) necessitam de satisfazer as suas necessidades... Até por isto acho redutor comparar-se um homossexual a um animal, pois parece-me que os propósitos humanos são ligeiramente mais nobres que simples satisfações biológicas... Pergunta a qualquer biólogo a razão da homossexualidade nos animais, e ele explicará. Os animais regem-se por tendências inatas, como o são a procriação. Se a homossexualidade fosse assim tão comum pobre do nosso ecossistema!

E não me parece nunca correcto legislar em função de minorias! Eu sou celíaca, quero legislação para mim! Um esquizofrénico quer legislação para ele! Um cigano que lesgislação para ele (afinal são nómadas e tal)... Não é correcto, não é democracia! E nem me venham com o argumento de que é normal. Normal é o comportamento da maioria, que neste caso é heterossexual!

Desculpa o testamento e a intromissão mas sabes, os homossexuais merecerão todo o respeito da minha parte quando pararem de alinhar em paradas gay e quando pararem de destilar ódio contra a Igreja Católica. Nós temos que aceitá-los e eles não têm que nos aceitar a nós pq?

Beijinhos

usaralho disse...

Posso e convivo com pessoas homossexuais. Excelentes pessoas por acaso. É uma condição que deve ser respeitada. MAS não é natural nem normal. Assim como o meu cão tentar montar a gata também não é normal.

bagaco amarelo disse...

luis, pronto, está bem. eu pensava que quando se praticava sexo sem o intuito da reprodução, era por prazer... :)

Sol, sim, odeio mesmo a igreja católica. odeio-a e acho-a violenta e estúpida. isto porque sei que mergulhou a sociedade ocidental no obscurantismo medieval, porque sempre combateu a ciência como forma de conhecimento (com tortura e morte, até), por causa da Inquisição e por causa do falso moralismo. :)

usaralho, não tens razão. :)

Helenikon disse...

Também odeio a Igreja Católica, principalmente por ter algumas opiniões que se poderão considerar quase desumanas e simplesmente ignoro as opiniões de um padre sobre sexualidade. Se a orientação sexual fosse uma escolha não haveria mais de 400 espécies animais com comportamentos homosexuais. Quero acreditar que essas mais de 400 espécies são a prova da existência do anticristo ...

bagaco amarelo disse...

helenikon, boa... é o que eu penso... e também penso que não tenho nada que opinar sobre a sexualidade dos outros desde que ela não prejudique ninguém. por isso é que não entendo o problema desta gente com a homossexualidade... se calhar não têm mais nada que fazer... :)

Luis disse...

Sol - Não preciso de perguntar a um Biologo, sou Eng. Zootécnico (para quem não sabe, trabalho com a produção animal, a base do meu curso é a fisiologia da reprodução, sei bem o que digo quando falo desse assunto...)
Queres que os homossexuais parem com as paradas gay's?admito que também não acho grande piada a isso...mas enquanto a igreja não parar com as procisões que fazem parar, em muitos casos, cidades inteiras, não vejo o porque de os homossexuais terem de parar com as paradas...Também não consigo entender como é que um padre pode comentar relações sexuais ou o que é ou não ser um bom pai, como ja vi e ouvi muitos a fazerem...falar "de cor"?isso não é também errado?
Gostava também, já agora, que me mostrasses a fonte que prova que os animais não apresentam amor nem consciencia...dizer que está provado é muito fácil, mostrar as provas torna-se mais complicado...

Bagaço, acho que não me entendeste muito bem...os animais que praticam sexo fora da época reprodutiva, sem que dali saia uma possivel fecundação, fazem-no por estarem convencidos que estão a dar continuidade a espécie e não por prazer...se o têm ou não, não sei, só perguntando aos bichitos...:P

Quanto a odiar a igreja católica...respeito os católicos, como respeito os homossexuais...são decisões que as pessoas tomam...Como "homem da ciencia" custa-me muito acreditar em 99% do que diz a biblia e outras "publicações" do genero...

bagaco amarelo disse...

luis, agora é que me lixaste... uma vez vi um cavalo, na feira Agrovouga em Aveiro, a partir as correias que o prendiam para ir dar uma queca numa égua que estava presa a uns 20 metros... aquilo foi tudo a fugir com medo, eu incluído, e o cavalinho lá saltou para cima da égua e fartou-se de relinchar que nem um maluco. eu pensei que aquilo era a libido dele mas afinal era ele feliz só porque estava convencido que ia prolongar a espécie. pronto, dou a mão à palmatória. :)

Helenikon disse...

Bagaço, meditando um pouco mais profundamente no tema eu até acho que existe um ponto em que a Igreja tem razão. Eles não têm que aceitar o casamento entre homosexuais. Só casa pela Igreja, quem se revê na sua ideologia. Se os homosexuais chamassem outra coisa qualquer à sua união oficial não teríamos esta questão. É como entregar o Dragão de Ouro a um benfiquista.

Luis disse...

lol! sim, era a libido dele! mas a libido dele é canalizada para a prepetuação da espécie! de certeza que essa égua estava em cio, apesar de não ser a época aceite como época de reprodução dos equinos(começa agora em Março/abril). Na nossa latitude essa época não é tão marcada!
Já agora, posso perguntar porque visitaste a agrovouga?tens alguma relação com a produção animal?

poeta de rua disse...

penso que te referes ao debate no prós e contras. realmente esse padreca tirou-me do sério. ele e outros que falaram a favor do não ao casamento homossexual com argumentos que nem lembra ao diabo. e mais, tenho sérias dúvidas dessa abstinência durante a vida inteira. enfim. gostava mesmo que esta questão não fosse a referendo.

bagaco amarelo disse...

helenikon, este padre estava a opinar sobre o casamento civil (é esse que está previsto no projecto de lei do PS) e não do religioso. é óbvio que a Igreja não vai aceitar casamentos religiosos homossexuais e isso nem discuto. :)

luis, quando era puto, nas férias, tentava sempre arranjar trabalho na agrovouga para ganhar uns trocos... :)

poeta de rua, eu não percebo a preocupação com os homossexuais. é só isso. :)

Anónimo disse...

Olá, Bagaço

A Igreja, e pegando na herança que nos deixou, devia era preocupar-se com os seus pecados praticados ao longo de todos estes séculos, e praticar algumas boas acções para se redimir. Poderei dar alguns exemplos, aproveitando o seu poder político,em vez de se preocupar se pessoas do mesmo sexo podem ou não casar, ou seja, assinar um contrato social, talvez fosse melhor envolver-se em matérias como a prevenção da violência doméstica, o uso do preservativo como forma de proteger vidas, etc. E isto apenas porque socialmente, há mesmo muito que fazer e já que é uma Instituição social..mas pronto, isto penso eu e tem o valor que tem.

Fartei-me de rir com os comentários entre ti e o Luis. Afinal, qual é a conclusão? Temos de perguntar aos animaizinhos, né?:-)))

Beijos lisboetas
Moura

bagaco amarelo disse...

moura, pois... para mim devia era desaparecer. mergulhou-nos na escuridão da Idade Média por recusar o conhecimento científico e ter uma maneira um pouco ortodoxa, leia-se Inquisição, de impor a sua visão do mundo. :)