11.15.2012

um mundo de palhaços


Que me lembre, usei gravata duas vezes na vida. A primeira foi quando me casei e, entretanto, já estou divorciado. A segunda foi quando fui a um jantar duma grande empresa para a qual ia começar a trabalhar e, entretanto, já estou desempregado.
Nunca me dei bem com gravatas, é verdade, nem sequer com camisas, que são essenciais para poder andar de gravata. Dá tudo demasiado trabalho a passar a ferro e, além do mais, a gravata não serve para nada. Pelo menos era o que eu pensava, até ver este anúncio dos anos 70 da Van Heusen.
Afinal, as gravatas servem para mostrar às mulheres que este mundo é dos homens (show her it's a man's world) e que elas se devem ajoelhar perante eles mesmo quando lhes levam o pequeno-almoço à cama.
Às vezes a publicidade não pensa nem um bocadinho nos efeitos que pode ter, e tem de facto, na sociedade. Este é um caso gritante, até porque a gravata da Van Heusen é tão foleirona que podia ser usada por um palhaço de circo, com calças curtas, sapatos grandes e nariz vermelho. Ninguém estranharia e, nesse caso, poderíamos dizer que este é um mundo de palhaços. Talvez seja verdade.

22 comentários:

Pipoca Mais Picante disse...

Talvez não seja pior pensar que estamos a falar dos anos 70, não era mentira nenhuma, desde então muita coisa mudou. Pior é pensar que,em muitos sítios isso ainda se mantém.

Giovana disse...

Faz tempo que não passo por aqui. Hoje resolvi matar as saudades, eheheh.

Interessante perceber como objetos culturais marcam uma época. Esta propaganda é um bom exemplo da manifestação dos valores machistas e patriarcais ainda tão fortemente presentes naquela sociedade, principalmente porque o feminismo ainda estava tomando formas.

O que assusta é constatar que esses mesmos valores existem ainda hoje, mesmo após tantos anos de luta e conscientização acerca da igualdade entre homens e mulheres.

Para a época, uma propaganda adequada. Para hoje, ridícula.

Mam'Zelle Moustache disse...

Excelente post, BA! :)
Por acaso, gosto mais de ver homens de laço. É mais catita ;)

Simplesmente... Sophia disse...

Anos 70!!!

Tétisq disse...

Será que ele acorda vestido e de gravata todos os dias?...não deve dar jeito nenhum :)

Malena disse...

A total e absoluta subserviência da escrava ao seu senhor!! Até está de joelhos!

De facto, a gravata não faz falta nenhuma... :)

Eli disse...

Eu não uso gravatas ou camisas pelo mesmo motivo!

(hehehehehehehehehe)

:P

O Olhar do Lobo disse...

e de palhaças também, eu diria que é tudo uma questão de estupidez e neste caso em concreto trata-se de machismo, mas cuidado bagaço que agora algumas mulheres são piores que alguns homens

Flor disse...

Boa publicidade, apesar do machismo! :)
Um dos símbolos que constroem realidades nem sempre verdadeiras!
Muito boa!

**

Eva Maria disse...

A gravata sufoca.
Acho que nao devias tê-la usado :P

Mg disse...

Estas publicidades antigas... :)

Entretanto: o hábito não faz o monge.

redonda disse...

Deve ser um anúncio muito antigo. Talvez a ideia seja de que "ele" fica tão atraente de gravata que ela passa a adorar servi-lo. O problema é que ele não pode tirar a gravata em circunstância alguma, nem na cama, ou acaba-se tudo...

Olga disse...

Alguns deviam era usar a gravata para se enforcarem! (sim hoje esta agreste)

Quase nos "entas" disse...

olha que tristeza...realmente!!!

Se chama a atençao?? chama..pelos piores motivos.....
A gravata é horrivel...by the way
bjokas Bagaço

Anónimo disse...

Bem, se uma mulher visse o marido com uma daquelas gravatas, podia alegar justa causa para se divorciar.
E já somo fois; também detesto gravatas.
EJsantos

JC disse...

Concordo plenamente. Acho que nunca aqui tinha comentado, devo dizer no entanto que sou leitor/fã!

Como sou apaixonado por publicidade antiga, confesso que ainda não conhecia este anúncio, os meus parabéns pelo achado. Achei engraçado o homem já estar de camisa e gravata mas ainda na cama...será que entretanto voltou para lá? lol

Vá partilhando

JC

Bagaço Amarelo disse...

pipoca mais picante, muita coisa mudou, sim, mas não o suficiente. :)

Giovana, mantém pois... e de que maneira. :)

Mam'Zelle Moustache, também não uso laços. :)

Simplesmente... Sophia, a estética é... :)

tetisq, pois não... e para passar a ferro. :)

malena, de joelhos e a servi-lo... :)

eli, lol. :)

o olhar do lobo, o machismo é transversal aos géneros, sim. :)

flor, por acaso eu acho qe não tem ponta por onde se lhe pegue. :)

eva maria, não uso: :)

mg, esta lógica continua: :)

redonda, dormir de camisa e gravata não deve dar muito jeito.:)

olga, lol. :)

quase nos "entas", é boa para vender fichas na feira popular. :)

ejsantos, lol... e com indemnização. :)

jc, também não percebo essa da cama. surreal. :)

Rute Roquefort disse...

E se for uma mulher a usar gravata?
Eventualmente terei outras aos meus pés? Humm, quer-se dizer...

(vou ali fazer a prova dos 9 e depois reporto os resultados)

Beijoquinhas mil

Bagaço Amarelo disse...

Rute Roquefort, se fosse assim tão fácil,eu usava umas dez. :)

Fatyly disse...

Outros tempos e felizmente que tudo mudou já que maioria das mulheres só servem o pequeno almoço na cama ou são servidas, por amor e outras bem que podiam atirar-lhes com a bandeja:):):)

Acho que é um acessório como outro qualquer e deveria haver respeito por quem não gosta. Já agora se se deve usar e quase todos usam nos e ou em casamentos, baptizados e outras parolices:) porque razão em termos de atendimento público não a querem usar?
Tal como as fardas...tive pena que nunca tivessem implementado nos anos que trabalhei porque pouparia imensa roupa.

Há gravatas giras mas outras são foleiras que conjugadas com camisas ainda mais foleiras...até chamam à atenção tanta foleirice junta lol

Gosto de ver um homem de fato e gravata porque hoje os jovens como tu...é uma geração tão bonita e ainda ficam mais giros...agora a do meu tempo a moda "era de meter medo ao susto" lolll

Carmo disse...

Que posso eu dizer aqui está um bom ex da formatação a que somos sujeitos, mas só alinha quem quer, quem não quer é 'marginalizado'.

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, eu não uso gravata mas não é por preconceito. é mesmo por não me dar jeito nenhum e não gostar de passar camisas. :)

carmo, também concordo que só alinha quem quer. não há desculpa para a estupidez. :)