11.05.2012

conversa 1954

(na minha casa)

Ela - Para que é isto tudo?
Eu - É a minha colecção de coisas antigas. Este rádio tem mais de cinquenta anos, este projector de oito milímetros também. Esta câmara é dos anos sessenta e este aspirador dos setenta. Se quiseres perguntar alguma coisa, está à vontade...
Ela - Quero.
Eu - Diz...
Ela - Para que é que tens tanto lixo?

12 comentários:

Mam'Zelle Moustache disse...

Ahahahahah! Que falta de sensibilidade... nem parece coisa de mulher ;)

Eva Maria disse...

Lixo. O problema dessa palavra é que nao é de significado único pois o Lixo de uns pode ser a riqueza de outros.. Infelizmente. Tudo depende dos valores, das percepções de quem vê as coisas: como lixo, ou como ouro.

Carmo disse...

Sorry Bagaço compreendo-a tão bem.

Tenho uma cave cheia de tralha com 45 anos :|

Bagaço Amarelo disse...

Mam'Zelle Moustache, não parece mesmo? :)

eva maria, antiguidades... de facto já fui buscar algumas ao lixo. :)

carmo, então compreendes-me a mim. se algum precisares de esvaziar a cave, avisa-me. :)

James Dillon disse...

Existe dentro de cada um de nós a essência de um recolector indomável,

cumprimentos,
JD

Bagaço Amarelo disse...

james dillon, acredito. :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Hum... agora apanhaste-me com essa pergunta...
Pronto, confesso, estava a ser irónica :)

Bagaço Amarelo disse...

Mam'Zelle Moustache, ah! :)

aNaMartins disse...

:D cá em casa a minha mãe pergunta o mesmo ao meu pai, é que temos aqui objectos que ainda não têm utilidade.. mas que o meu pai insiste em conservar. Eu até a percebo..

Bagaço Amarelo disse...

aNaMartins, eu até o percebo. :)

Fatyly disse...

Gostas e como tal respeito e seria incapaz de aplicar a palavra "lixo".

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, isso mesmo. :)