5.02.2012

conversa 1902

Ela - Há dias vi na televisão uma coisa que me assustou.
Eu - O quê?
Ela - Um homem a dizer que se tinha esquecido de dizer regularmente à mulher o quanto gostava dela. Habituou-se tanto à presença dela que deixou de lhe dar importância, e só quando ela morreu é que ele percebeu a falta que ela lhe fazia...
Eu - É forte!
Ela - É assustador, não é?
Eu - É, mas se tens consciência disso, podes ir já dizer ao teu marido que o Amas.
Ela - Bem... o que me assustou é que é ele que nunca mo diz a mim.
Eu - E tu dizes-lhe a ele?
Ela - Não, mas peço-lhe para ele mo dizer a mim, o que vai dar ao mesmo. Não achas?
Eu - Pedes-lhe para ele te dizer que te Ama e ele nunca to diz?
Ela - Sim.
Eu - Pois... assim a pedido eu também não dizia. A palavra "amo-te" tem que sair sem ser a pedido.
Ela - Então agora não lhe vou pedir mais.
Eu - Se calhar devias dizer-lho tu primeiro.
Ela - Isso não. Tem que ser o homem primeiro.
Eu - Porquê?
Ela - Se uma mulher diz a um homem que o Ama, ele pensa logo que ela quer pinar. 

23 comentários:

Fátima disse...

ô povo complicado!
Bjs.

Dri disse...

A rapariga tem razão!

Vanda disse...

Então mas... ela não quer "pinar" com o marido? Pensei que isso estava subentendido na parte do "marido"! :D

V* disse...

um amo-te, só sentido... nem por obrigação, nem a pedido! eu assim também não o dizia...

Confuskos disse...

De facto... a não ser que ela esteja longe a dizê-lo!!!

(já um homem quando o diz, nem é cheio de segundas intenções!)

Abraço!

Bagaço Amarelo disse...

fátima, lol. :)

dri, lol. :)

vanda, nem sempre... nem sempre. :)

v*, é que nem sei dizer. :)

confuskos, a intenção é sempre legítima, seja a primeira ou a segunda. mas é sempre melhor ir directo ao assunto. :)

Olga disse...

O único motivo que vejo para alguém não ter coragem de dizer ao outro que o ama é o medo de não ser correspondido. Esse medo pode efectivamente paralizar os músculos faciais de tal forma que fica impossível abrir a boca e bater com a lingua nos dentes de modo a que saia algo cá para fora.
Tirando isso deixem-se de tretas e pinem enquanto podem. :)

Paula disse...

todos nós temos por vezes estas complicações. Mas acho que dizer a uma pessoa o quanto gostamos dela deve ser sentido. Eu andei muito tempo a forçar dizer porque sentia-me mal senão dissesse. Mas mais recentemente comecei a dizer quando sentia o que sentia. Às vezes acordo de manha e digo bom dia de forma especial por sentir essa necessidade. Outras faço uma surpresa que demonstre o quanto gosto dessa pessoa.
E nisto não falo especificamente de namorado mas de amigos, também.

POC disse...

Muito bom.

redonda disse...

Esta Ela pareceu-me um bocadinho complicada...

Malena disse...

Ai dizer amo-te é para pinar?? Porra!
:)

Bagaço Amarelo disse...

olga, concordo. é a última carta. :)

paula, acho que já todos o dissemos sem querer, e já todos nos arrependemos disso. :)

poc, obrigado. :)

redonda, como a vida... :)

malena, agora imagina o que um tipo pretende quando diz que quer pinar. :)

Fatyly disse...

Olha esta é mesmo difícil de ser compreendida e está-se mesmo a ver que ouviu nos "maravilhosos" programas lamechas da tarde. Se dizem muitas vezes é porque lhes andam a enganar ou é só para pinar...se não dizem é assustador. Que tome ela a iniciativa e preocupe-se com outras coisas mais graves e deixe o homem em paz! Valha-me deus!!!!

É ao proferir constantemente a palavra "amo-te" que se prova que se gosta de alguém? É certo que sabe bem...mas para mim há mil gestos, mil silêncios que valem e demonstram o quanto amamos. Quanto a esse sujeito, na volta era de uma geração que a mulher era para servir o estimado esposo, que lhe dava porrada e depois vem chorar para a televisão!!!

Nunca ouvi o meu pai a dizer isso à minha mãe, mas lembro-me bem de ver uma rosa no copo quando se sentavam à mesa, de ir ao quarto deles buscar alguma coisa que me pediam e na almofada dela ter um "mimo", e mantinha o silêncio num piscar de olhos da parte dele, pôr no correio uma carta dele para ela de andarem de mãos dadas, de chamar "oh mulher mais nita" vem cá...isto e muito mais...vale ouro, coitado morreu faltavam 30 dias para fazerem 50 anos de casados!

Dá deus nozes a quem não tem dentes!!! ARRREEEEEEE

Anónimo disse...

verdade verdadinha

Quase nos "entas" disse...

eheheh.
Podia ser piada, mas não é...passa-se em tantas e tantas casas...

Bagaço Amarelo disse...

fatyly, não é uma questão de quantidade, de facto, mas sim da forma como sai. :)

anónimo, :)

quase nos entas, passa sim. :)

maria madeira disse...

E aquela coisa que o povo diz do:
O homem finge amar para ter sexo, e a mulher finge gostar de sexo para obter amor (algo assim).

Essa mulher é um bocado estranha.

Anónimo disse...

Não deixes para hoje o uqe podes fazer hoje.

Quando se trata de agradar à minha mulher, aplico sempre este ditado. E vale a pena; enche a Alma.

EJSantos

Bagaço Amarelo disse...

maria madeira, mas não é assim... :)

ejsantos, :)

Flutuações da mente disse...

Sou seguidora recente.
Muito me divirto. eheheeh

Bagaço Amarelo disse...

flutuações da mente, obrigado. :)

faa disse...

ahaha, tal e qual.
Nem sempre é assim, depende principalmente do lugar :P

Bagaço Amarelo disse...

faa, lol. :)