7.27.2011

conversa 1807

Ela - Parabéns!
Eu - Obrigado.
Ela - Como é chegar aos quarenta anos?
Eu - Estou indeciso entre comprar uma t-shirt dos Iron Maiden e tornar-me um velho metálico decadente, ou então comprar um pente para começar a pentear os cabelos que ainda tenho.
Ela (risos) - Pelo menos estás apaixonado, e logo com uma mulher que parece que foram feitos um para o outro.
Eu - Não acredito nada nisso do "foram feitos um para o outro".
Ela - Não?
Eu - Não. Acho que ninguém foi feito para ninguém. Para ter uma relação a dois é preciso partir pedra.
Ela - Porquê?
Eu - Todas as pessoas têm alguma coisa que tu não gostas. Tens que saber adaptar-te sempre um bocadinho.
Ela - Achas? Qual foi a maior adaptação que já fizeste?
Eu - Ficar na fila do fiambre durante meia hora à espera de vez enquanto ela percorre o hipermercado a comprar todo o tipo de coisas que lhe vem à cabeça, incluindo vinho branco mais caro e pior do que aquele que eu gosto. É só um exemplo...
Ela - A vida pode ser difícil, não pode?
Eu - Nem imaginas.
Ela - A mim também me custa muito fazer compras sozinha enquanto o meu namorado espera pela vez na fila do fiambre, muito quietinho, a ler A Bola.
Eu - Tens namorado?
Ela - Tenho. Há pouco tempo...
Eu - Estavas muito surpreendida por eu ter uma namorada aos quarenta...
Ela - Mas eu não tenho quarenta. Quando lá chegar já não ando com ele de certeza, ou achas que consigo manter uma relação com um gajo que lê A Bola?
Eu - Sim, pelo menos eu não leio A Bola...
Ela - Vês?! Nem tudo é mau...

31 comentários:

Olga disse...

Parabéns! A partir de agora é a "Ternura dos 40". :)

bagaco amarelo disse...

olga, obrigado. :)

mari disse...

ora então os meus Parabéns :)

Celeste disse...

40 anos? Que idade linda!
Parabéns! Muito amor e muitos anos de vida :D

Beijos

Marta disse...

Parabéns!! Tudo de bom! Sou sua seguidora há anos ;-)) Que tal a sensação de ter 40? Eu para lá caminho...:-)) Beijinhos!!

HydraFlama disse...

Sorte a minha!
Quando chegar aos quarenta a compra do pente está descartada!
Essa cena do fiambre é verdade, mas eu em vez de ler vou soprando desesperadamente enquanto observo a calma das empregadas a fazer embrulhos de fiambre e queijo com se de jóias se tratassem.
Ah!.... Parabéns Bagaço! Boas entradas nos "entas"!

bagaco amarelo disse...

mari, obrigado. :)

celeste, obrigado. :)

marta, para já, para além da vontade de cortar os pulsos, está tudo bem. :)

hydraflama, obrigado... é melhor olhar para as empregadas do que ler a Bola. :)

Filipa Arez disse...

Muitos parabéns! felicidades :) que venham mais 40 e eu continue cá para ler os teus posts ;) bj

sendyourlove disse...

Parabéns!!!! por mais um dia

Malena disse...

Já passei essa da ternura dos 40!! ;)
PARABÉNS!!!! :)

Anónimo disse...

Parabéns! que venham os anos mas que não se acabe a escrita. um abraço

MV

Anónimo disse...

Parabéns! que venham os anos mas que não se acabe a escrita. um abraço

MV

Nessa disse...

Muitos parabéns, tenha um bom dia :)

Ah, e hoje era o dia de dizer qualquer coisa áquela mocinha da infância...

bagaco amarelo disse...

filipa arez, obrigado. :)

sendyourlove, obrigado. :)

malena, obrigado. :) :)

mv, não acaba. obrigado. :)

nessa, obrigado. :)

Jibóia Cega disse...

Parabéns pá!
E lembra-te de uma grande liçao de vida, se quiseres ter alguma hipótese com essa tua amiga lê o record ou o jogo, nunca A Bola!

bagaco amarelo disse...

jibóia cega, obrigado. Eu leio o Norte Desportivo, que é o mais imparcial de todos. :)

Salsa disse...

Tas belho pá. Acho que deves mesmo optar pelo pente que eu tenho que optar pela tshirt dos iron maiden. optar pela tshirt dos iron maiden.

Anónimo disse...

Desde já parabéns pelos 40!
Concordo que temos que nos ajustar à pessoa amada... e por vezes a piada está nos defeitos que ambos têem e a que ambos se têem de ajustar.
Um amigo meu dizia que a perfeição era overrated... Amor era amar as imperfeições que nos tornam a todos únicos!

Rui M

Anónimo disse...

Muitos Parabéns e desejo do fundo do coração que sejas sempre muito feliz. Mesmo!
Podia dizer que 40 anos é uma bonita idade, mas derrepente ocorreu-me que todas as idades são bonitas desde que sejamos realmente felizes. Aproveita cada momento belo da vida!
Daniela

bagaco amarelo disse...

salsa, hum... sim, prefiro o pente. lol. :)

rui m, concordo com o teu amigo. obrigado. :)

daniela, obrigado. :)

Joana disse...

Bem, um feliz aniversário! :D

Joana R disse...

Muitos parabéns! Continue feliz e venham de lá mais 40 anos de posts maravilhosos!

Close up! disse...

Eu leio "O jogo".
Os meus parabéns,já agora!

João F disse...

Mtos parabéns. :-)
Só tenho a dizer que a idade está mais na cabeça do que no corpo e pela forma como escreves sinto que encaras a vida sempre na positiva e que já compreendes as mulheres na perfeição. É por isso que serás sempre um jovem.
Um abraço

Anónimo disse...

Bem, também não tenho o costume de me dar com pessoas que lêm "A Bola".

EJSantos

Lily disse...

Parabéns!
Desejo que continue a ser feliz!

bagaco amarelo disse...

joana, obrigado. :)

joana r, obrigado. :)

closeup, esse sim... é imparcial. :)

joãof, obrigado. abraço. :)

ejsantos, nos dias que correm só compro o "i". :)

lily, obrigado. :)

Fatyly disse...

Parabéns rapaz e que venham muitos mais na companhia de quem mais amas e adorei a metáfora "partir pedra"...tal e qual.

Já agora na fila do fiambre? bolas, eu hem? com tanto já embalado, da mesma marca e preço e mesmo ao lado é preciso ser cortadinho na hora?
(também depende do hipermercado, eu gasto Continente(Modelo) Só compro quando os netos aparecem, porque eu não gosto!

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

Ana (Ballet de Palavras) disse...

Chegar aos quarenta anos é maravilhoso. É possuir uma doce serenidade e, o desejo de chegar aos cinquenta, sessenta … É a constatação do prazer de observar em vez de olhar. Dialogar em vez de divagar … É apreender que as ténues rugas no rosto são naturais e, que lembram, delicadamente, os momentos passados permitindo a consciência que não voltam mais …

É apreender que companhia não é antítese de solidão. É a sabedoria que existem palavras e, acções que depois de proferidas e ou consumadas são irreversíveis.

É a persuasão que existem amigos que sempre o serão e, o discernimento de outros que nunca o foram e, por isso se perder-se-ão.

É trocar o sorriso fácil pelo riso requintado. É a conquista das noites e, dias aprazíveis nas companhias desejáveis e, não forçadas.

É possuir a certeza de amar e, ser amada pela mulher que sou, e, prezo e, não pela mulher que os
outros planeiam que eu seja.

Possuir a "ternura dos quarenta" é um reflexo de aprendizagem de vida que permite-me deter a capacidade de emocionar-me mantendo a essência que sou mesmo que me faça sorrir ou chorar porque a vida é um enorme palco de emoções e, privar dela é a maior comoção que me assiste.

Ana :)

bagaco amarelo disse...

ana (ballet de palavras), é verdade que o envelhecimento é um preço que se paga pelo conhecimento. eu até acho que é um preço que se paga pelo poder de relativização que se ganha... :)