7.20.2011

coisas que fascinam (130)

manhã

Ela perguntou-lhe as horas e voltou a adormecer.
Nunca sabemos muito bem onde é que vai desaguar um Amor recente. Talvez por isso não a tenha acordado logo, mas sim aproveitado a sorte de a poder ver dormir na cama dele numa manhã que fosse. Ajustou a almofada à cabeça ainda sonolenta de maneira a que não lhe tapasse a visão, e deixou-se estar a vê-la respirar, que é como quem diz, deixou-se estar a vê-la dormir.
O corpo satisfaz-se com o sexo, a alma satisfaz-se com o seu cansaço. O do corpo. Deu-se conta disso nessa manhã, que voltar a Amar é voltar a ser capaz de acordar com alguém sem saltar imediatamente da cama, mesmo com o corpo satisfeito. Menos a alma.
Que horas são?
Não sei, respondeu ele. Também voltou a adormecer.

15 comentários:

sendyourlove disse...

:-) momentos...

Carla disse...

saudades de passar por aqui e saborear as tuas palavras

bagaco amarelo disse...

sendyourlove. :)

carla, obrigado. estou sempre aqui... :)

Helena disse...

É muito boa essa preguiça. :)

AC disse...

Adorei, uma definição simples e perfeita do que é amar alguém,
não são precisas mais palavras:)

bagaco amarelo disse...

helena, é a melhor. :)

ac, obrigado. :)

Cota disse...

O nível nunca baixa, sempre fortíssimo a espelhar emoções.
Texto fantástico.

Grande abraço ;)

João F disse...

Lindo, é só o que me apraz dizer... :-)

bagaco amarelo disse...

cota, obrigado. :)

joão f, obrigado. :)

Anónimo disse...

"Nunca sabemos muito bem onde é que vai desaguar um Amor recente." - é bem verdade e mais do que isso: Nunca sabemos bem se um Amor recente é mesmo Amor.
A alma é o mais difícil de satisfazer.

Daniela

Celeste disse...

Olá, Bagaço!
Já tem algum tempo que visito seu blog, mas é a primeira vez que tenho a oportunidade de comentar.
Gosto muito dele. Esse texto, em especial, é muito tocante.
Parabéns!

Beijo
Celeste Sereno.

bagaco amarelo disse...

daniela, exactamente, aliás... ambas as situações estão ligadas. :)

celeste, obrigado. :)

Lily disse...

Que belo texto, que me traz tão boas recordações...

Fatyly disse...

És genial...

bagaco amarelo disse...

liliy, obrigado. :)

fatyly, obrigado... genial não serei, mas obrigado. :)