7.14.2011

banho Maria

Não costumamos dar muita importância ao seu nome, até porque Maria nos é demasiado familiar ou comum, mas o banho Maria que todos nós usamos de vez em quando na cozinha para aquecer uniformemente comida, não veio duma Maria qualquer. Veio da Maria que deu origem ao mito alquimista que diz ser possível transformar qualquer metal em ouro, ou seja, a Judia, uma filósofa da Grécia antiga
Aprendi isto com uma francesa quando percebi que ela também chamava bain Marie ao processo de aquecer uma panela com água quente noutra panela maior. Achei piada porque, até então, estava convencido que o banho Maria tinha origem portuguesa. Foi também ela que me explicou que a vantagem do banho Maria é a comida nunca ser sujeita a mais de cem graus Celsius, porque a partir dessa temperatura a água evapora.
Já estávamos a jantar no seu pequeno apartamento em Paris quando a Berenice me disse que tinha chegado à conclusão que o Amor é uma espécie de banho Maria da vida. Vamos aquecendo e apreciando esse calor crescente até um dia em que, sem o termos percebido, começamos a evaporar lentamente do cozinhado. A Berenice estava a atravessar uma desilusão amorosa. Eu também... e concordei com ela como se tivesse acabado de transformar ouro num metal qualquer.

14 comentários:

sendyourlove disse...

... talvez por isso também concorde...

Anónimo disse...

Engraçado, eu aplico o termo "banho-maria" quando alguém nos mantém em estado de "aguenta-aí-um-bocadinho-não-aqueças-mas-também-não-arrefeças-muito-que-eu-ainda-não-decidi-se-te-quero-ou-não-vou-ali-testar-a-maria2-a-ver-qual-delas-é-melhor-e-depois-decido"
Ou seja, banho maria pode definir muita coisa, mas para mim não define amor, porque para mim o amor tem que passar por todas as temperaturas, desde a explosão vulcânica da paixão, ao frio no estomago da preocupação e angustia. Para mim, o amor não tem uma temperatura regular...
Ainda assim, gostei do texto e do ponto de vista :)

Carla in Sever do Vouga

Gigi disse...

Não gosto de pensar assim.
Não desejo que assim seja em minha vida.

Besta Artista disse...

Gostei =)

*Lili* disse...

Olha que concordo com essa comparação entre o banho Maria e o amor... Realmente até uma certa temperatura existe a paixão, quanto mais aquece maior o amor é... até que quando atinge os 100º acaba por evaporar toda aquela paixão dando lugar ao amor ou simplesmente à amizade (nalguns casos). Bem visto :) Gostei :D

http://realdreams-liliana.blogspot.com/

wine, wine and more wine.. disse...

Cute, better than the english language, a water bath.... someone asks how is your relationship? one answers in a water bath.....

bagaco amarelo disse...

sendyourlove, actualmente não concordo. a ver se não torno a concordar... :)

carla, creio até que a Berenice concordaria contigo. :)

gigi, pensar assim não significa que aceites. :)

besta artista, obrigado. :)

lili, obrigado. :)

wine, wine and more wine.., :)

Fatyly disse...

Não concordo com essa visão, "que o Amor é uma espécie de banho Maria da vida", a não ser com sais, muita espuma e refrescante de preferência numa banheira bué grande tipo piscina, que tal? lol

Estudante disse...

Não conhecia a origem da expressão! Muito interessante :)

Helena disse...

Também se derrete o chocolate em banho-maria...temperatura ideal! Em relação ao Amor, acho que tem de ser a ferver...:)

bagaco amarelo disse...

fatyly, lol. :)

estudante, :)

helena, :)

João F disse...

Boa analogia :-) há amores que assim são e assim acabam, mas acho que no fundo todos procuramos um que esteja sempre em ebulição.
Um abraço

Malena disse...

Prefiro a chama! ;)

bagaco amarelo disse...

joão f, é mesmo isso. e o banho Maria contribui para a nossa formação. :)

malena, eu também... e também existe. :)