5.20.2011

pensamentos catatónicos (250)

cães e gatos

Os cães são diferentes dos gatos. Não consigo deixar de pensar nos cães como animais estranhos. Caminham a quatro patas e o olhar a um nível que só lhes permite conhecer as pessoas pelas pernas. Os gatos também, mas enquanto os felinos contrariam esse fado saltando muros, árvores e automóveis, os cães percorrem os mesmos percursos que as pessoas. Circulam pelo passeio, esperam que os carros passem antes de atravessar a estrada e hoje até vi um a fazê-lo na passadeira.

É por isso que existe a expressão "vida de cão" mas não existe nenhuma "vida de gato". É que ser cão é fodido. Os cães têm a mania de gostar das pessoas, os gatos têm a mania que as pessoas gostam deles. É por isso que o Amor circula como se fosse um cão, por ter a mania de gostar dos outros. Percorre os mesmos percursos das pessoas, de olhar cabisbaixo, à espera de uma festinha que lhe faça abanar a cauda. Quando isso não acontece mantém um olhar tão triste quanto o da Lua num dia de chuva. Grande mas sem brilho.

A cidade está cheia de desamor. É o engraxador curvado sobre sapatos que já não se lembram por onde andaram, é o passageiro do autocarro que adormeceu com a cabeça encostada ao vidro, é a mulher idosa a quem o semáforo verde não dá tempo suficiente para atravessar a rua. É tudo, excepto o nada. Duas mãos que se dão num banco de jardim, um abraço à entrada do cinema ou um beijo de despedida na janela duma casa. É por isso que gosto de ver um cão quando abana a cauda.

8 comentários:

Helena disse...

Quando um cão abana a cauda é sinal que está Feliz! :)

bagaco amarelo disse...

helena, ou esperançoso. :)

Fatyly disse...

Exactamente..."a cidade está cheia de desamor,"

mas já não gosto de ver um cão a abanar a cauda quando passeia o dono e a deixar as poias pelo passeio, jardins ou à beira mar!

bagaco amarelo disse...

fatyly, quando se vê isso deve-se protestar. :)

Fatyly disse...

protesto sempre e já por duas vezes apanhei e pus o saquinho na caixa do correio dos respectivos loll

bagaco amarelo disse...

fatyly, lol lol lol. :)

EJSantos disse...

Gosto de cães e gatos. Mas prefiro os cães. Conseguem ser muito espertos, conseguem ser muito estupidos, mas conseguem também ser de uma grande nobreza.

Já muitas vidas humanas foram salvas por cães. Já muita gente teve que ter um cão para trabalhar. Já agora, os meus cães favoritos são os cães de pastor.

Parece que foi a primeira especie a ser domesticada. Com o cão ao seu lado, o ser humano expandiu-se pelo planeta. Esteve sempre com o cão. De caça, pastor, de guerra.
Devia ser muito reconfortante para o pastor poder contar com uma ajuda tão grande.

Gosto muito de cães. Muito mesmo. E tenho saudades da Cetuka, a minha cadela pastora alemã.

bagaco amarelo disse...

ejsantos, também prefiro cães, por acaso. :)