5.13.2011

pensamentos catatónicos (247)

Deixemos a dialéctica em paz. O que o Amor quer é um silêncio contemplativo, uma garrafa de vinho e sexo. Muito, se possível. Tudo o resto são nuvens passageiras, às vezes brancas, outras vezes cinzentas.
Ao contrário do que se possa pensar, não compreender uma mulher não é um estado de ansiedade. Muito pelo contrário, é o melhor que nos pode acontecer. A incompreensão duma mulher é a última das etapas na vida de um homem. É o arhat da alma ou, se preferirem, é o "que se foda! o melhor é não me chatear".
A vida, tal como a vivemos, não é compatível com o Amor tal como o Amamos. Por isso que se lixe a vida! Vem o Amor todo lampeiro e depois, atrás dele, a conta do gás, a conta da edp, a conta da água, o puto que com cólicas que tem de ir para o Hospital, o gajo que nos bateu no carro, o vendedor da Tv Cabo que é um chato do caraças, o emprego matinal depois de noites mal dormidas. Enfim, vem a vida toda a impedir-nos de Amar e mais uns sacanas a falar na televisão em nome do Défice: "O Défice isto, o Défice aquilo", e nós a querermos Amar...
Há uma altura em que se aprende a olhar para quem se Ama com olhos de quem Ama, não com olhos de quem vive e não quer compreender coisa nenhuma a não ser isso: um silêncio contemplativo, uma garrafa de vinho e sexo.

7 comentários:

Chinelo de Pano disse...

Parabéns!

bagaco amarelo disse...

chinelo, obrigado. :)

bagaco amarelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fatyly disse...

na sequência do que vem atrás do Amor lampeiro acrescenta: e em pleno fisfrute desse Amor numa ai, ui, que bom, tudo pára porque aperece o filho ou a filha...mamã, papã tou com medo dos fantasmas e deslizam ao relantim para que não se apercebam de que tudo ficou a meio e o puto mete-se na cama e dorme.

No dia seguinte...um silêncio contemplativo, uma garrafa de vinho vazia e quase sempre é às mães: mamã o pai estava em xima de ti a fazer o quê?

Desculpa...e gostei imenso!

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

Helena disse...

Se não comprender uma mulher é o melhor que pode acontecer aos homens...então estás no bom caminho!:)

bagaco amarelo disse...

helena, estou no meu caminho: :)