5.08.2011

pensamentos catatónicos (245)

O estômago e o coração

A relação entre o coração e o estômago é a mesma que existe entre a solidão e a fome. Aliás, a solidão é a fome da alma. Digo-o eu, que hoje acordei com um apetite invulgar, talvez porque por motivos políticos passei o fim de semana em Lisboa e longe da Raquel, e por isso reforcei a refeição matinal. Um iogurte, uma taça de cereais com leite, um pão macio com um cremoso doce de cereja e outro com manteiga fresca, um sumo de laranja e por fim um café com espuma.

O pequeno-almoço de hoje confortou-me o estômago como às vezes o Amor me conforta o coração. Dizê-lo é foleiro mas também é verdade, e as verdades foleiras têm a mania de se querer esconder quando não devem. É por isso que o digo com a noção existencialista de que o corpo precede a nossa essência, ou seja, a nossa fome a nossa solidão.

Normalmente tomo um pequeno-almoço mais pobre ou, se preferirem, frugal. A Raquel preocupa-se com isso e às vezes diz-me que me pode dar a fraqueza. As mulheres falam sempre em fraqueza quando querem que um homem as ouça de facto. Está-nos nos genes não saber digerir uma mulher a insinuar que podemos passar por um estado débil, e elas sabem que somos assim, uns fracos. No fundo é uma estupidez, mas elas também sabem que somos estúpidos. Respondo-lhe sempre que o estômago, depois do sono da noite,  e por ter estado em descanso várias horas, não deve começar a trabalhar demasiado. É que tal como o coração, o estômago também se estremunha.

20 comentários:

Briseis disse...

Maravilhoso! =) e gabo-te muito o estômago que aguenta essa parada de comida logo pela manhã! Eu, quer em dias de fome de Amor, ou da Alma, ou do Estômago, só consinto o leite com café e a torradinha, venha lá o que vier.

bagaco amarelo disse...

briseis, eu também não costumo passar muito disso. obrigado. :)

C. disse...

sempre achei que houvesse uma correlação entre o coração e o estômago; infelizmente nas minhas aulas de anatomia sempre fui contrariada nesse aspecto. contudo, com isto fiquei esclarecida e, por isso muito obrigada - haja de facto uma ligação! :)

Anónimo disse...

E como é que se faz para sossegar um coração estremunhado?
Jejua-se?

Joana

bagaco amarelo disse...

c, :)

joana, come-se um bom pequeno-almoço, mas devagar e sem exageros. :)

Bang disse...

Bagaço,

Estás a querer dizer à Raquel que a amas com o estômago? :) "amor" é uma palavra só... um corpo inteiro que nos preenche a alma. Digo eu que não percebo nada disto.

Um abraço,
Luís.

bagaco amarelo disse...

bang, à Raquel não digo nada por aqui. Mal era... :)

Lily disse...

As palavras mais simples dão origem às frases mais elaboradas "a solidão é a fome da alma" - simplesmente uma descrição divinamente bem conseguida!

Eli disse...

Vai haver um tal jantar em Aveiro para blogueiros e não só! Era fantástico que nos brindasses com a tua presença. OK, exagerei.

lol

Pensa nisso.

:P

Vê no meu blogue o "anúncio".

:)

Anónimo disse...

Mas olha que para alimentares este blog é bom que te alimentes tu primeiro, nunca ouviste dizer que não se faz filosofia de barriga vazia?
CR

bagaco amarelo disse...

lily, obrigado. :)

eli, vou ver isso. :)

cr, não te preocupes com isso que não faço mais nada nesta vida a não ser alimentar-me. :)

RPM disse...

Ai, credo, homem, comeste isso tudo? O pequeno-almoço estava incluído no preço da dormida?

Helena disse...

Nada melhor do que vir a Lisboa! :)

bagaco amarelo disse...

helena, fui muitas vezes a Lisboa numa certa fase da minha vida. Agora tenho ido pouco. Fica-me mais barato fazer Aveiro-Madrid do que Aveiro-Lisboa, e é uma pena... :)

Fatyly disse...

Concordo em parte, mas nada com isto:

"Está-nos nos genes não saber digerir uma mulher a insinuar que podemos passar por um estado débil, e elas sabem que somos assim, uns fracos. No fundo é uma estupidez, mas elas também sabem que somos estúpidos."

A Raquel tem toda a razão, pequeno almoço frugal...julgo apenas um café ou em jejum, pela continuidade podes vir a ter imensos problemas e perante essa chamada de atenção "de ou com amor",

A meu ver vocês não são nada fracos e muito menos estúpidos (claro que há imensas excepções) mas "doentes" são super difíceis de serem tratados e teimosos que nem umas mulas :):):)e quem se trama é quem está do vosso lado!

"O estômago também estremunha" engano teu, esse trabalha sempre ao mesmo ritmo e sem alimentos rói as suas paredes e as dos vizinhos:)porque o mal de muita gente é fazer apenas duas refeições por dia, onde comem o que deveriam comer por 5 refeições.

Este pensamento foi mesmo catatónico, apre!

memyselfandi disse...

Olha, não é à toa que eu tenho dias em que me apetece comer este mundo e o outro! E se forem doces, então! =) Ó sina! lol

bagaco amarelo disse...

fatyly, às vezes as coiisas não são para compreendermos ou não. são para interpretar. mas o meu estômago estremunha, sim. :)

memyselfandi, lol. :)

Miss B disse...

miss b com novo blog depois d removido o antigo...visita-me

bagaco amarelo disse...

missb, visitarei. :)

bagaco amarelo disse...

RPM, estava, estava... pronto isso também contribui. :)