3.18.2010

respostas a perguntas inexistentes (75)

os homens mordem, as mulheres mordiscam

Os homens mordem, as mulheres mordiscam. Tenho este pensamento enquanto a vejo retirar com os dentes pequenas porções dum pastel carne. Eu já acabei o meu há muito tempo, apenas com três ou quatro dentadas. Acho que no sexo também é assim. Não sempre, claro. Às vezes é. Os galões, o meu e o dela, ainda estão à espera do primeiro gole.
Os homens mordem, as mulheres mordiscam. Tenho este pensamento enquanto percorro o passado recente. Acho que já a mordi e que ela já me mordiscou. Os beijos, o meu e o dela, ainda estão à espera do primeiro toque.
Alteram-se as regras da Física. Acho que ela me mordiscou com mais intensidade do que eu a mordi. Além disso apetece-me dançar ao som do seu silêncio enquanto lancha. Já o faço, apesar de estar quieto numa cadeira desconfortável a olhar para ela. É que ela também está quieta, e a sua quietude expõe tudo o que eu gosto nela. E eu gosto de tudo nela. É tão bonita.
Alteram-se as regras da Química. O amor é uma palermice de que se gosta. De que se ama. Não, de que se precisa. Por exemplo, ela é uma nuvem onde preciso de me deitar, ela é um ninho onde preciso de me aninhar, ela é uma ilha onde preciso de me perder. Tudo palermices, penso. Mas amo-a. Não, preciso dela.
E agora deixa no prato o resto da torrada. Não comeu aquela parte que tinha entre os dedos, talvez por uma estranha delicadeza para com as torradas. Limpa a manteiga que lhe povoa os lábios e olha-me. Na verdade não me olha. Acerta-me com os olhos dela, que é diferente. Diz-me que temos que beber os galões. Pois temos, penso enquanto dá o primeiro gole. É tão delicada. Também temos que nos beijar, penso outra vez. Os lábios dela atingem o leite provocando pequenas ondas rítmicas no copo. No copo e em mim. Altera-se a Física, altera-se a Química. Menos uma coisa: os homens mordem, as mulheres mordiscam.

29 comentários:

Mulher a 1000/h disse...

Para quem assumidamente "não compreende as mulheres" não se pode dizer que isso aconteça por falta de vontade! LOL Será que elas te compreendem a ti?! ;)

bagaco amarelo disse...

mulher a 1000/h; ás vezes acho que quero viver na incompreensão. é uma questão dialéctica. :)

:::BeU::: disse...

Estou parva com este post, lindoooooooooo.
Adorei.
Adorei mesmo.

(Palavrão) adorei mesmo, mesmo.

bagaco amarelo disse...

:::BeU:::, estou curioso com o palavrão. :)

Mulher a 1000/h disse...

Tb gosto da dialéctica! Dá cor e é mais abrangente! ;) (e nitidamente artísticamente mais produtiva... visto que alguns destes teus textos são arte em palavras!)

GiGi disse...

Fantástico.

Já tenho a quem superar.

Anónimo disse...

Querido bagaco
O meu amor confessou me um dia que dancou um tango comigo enquanto jantavamos :)
Eu e a mulher deste teu post somos umas sortudas.

"acho que ela me mordiscou com mais intensidade do que eu a mordi"
soa me familiar ;)
Beijo x
P.S.

Raquel disse...

Que alivio! Afinal existem homens que reparam telescopicamente nos pequenos pormenores das mulheres!

O Post esta fantastico, mesmo! :)

Madde disse...

como eu adoro acabar o meu dia com um cha enquanto ler os teus textos - que simplesmente sao impecaveis!!
// your nr 1 swedish blog fan ;P

Malena disse...

É tão bom ler-te apaixonado!

Maria Albertina disse...

gostei muito..."os homens mordem, as mulheres mordiscam"...
:)
tanto amor aí vai ;)

Anónimo disse...

E pronto, estou oficialmente apaixonada por este blog
Rita

Boxexas disse...

Eu concordo com a Mulher a 1000/h...para quem nem conhece as mulheres, cada vez mais me parece que nos conheces muito,mas muito bem!

Magnifico Post!
É viciante ler-te.
Parabéns pela sensibilidade.

Fatyly disse...

e viver essa mistura de "Fisica e Quimica" não é super delicioso? oh rapaz escreves-te algo maravilhoso porque o pior de tudo é quando "ambos mordem numa bomba de neutrões".

Já que mordes... e fora deste contexto recebe um beijão sem mordiscadelas pelo dia de hoje, porque deves ser um PAI 5*****

Inté:)

Pintas disse...

simplesmente fantástico :)

Olga disse...

Sem palavras. :)

Su disse...

Extremamente sensual e cheio de erotismo este teu post.
Adorei.

:::BeU::: disse...

O palavrão seria FOD@-SE!!!
Sorry :)
Beijinhos*

bagaco amarelo disse...

Mulher a 1000/h, dá cor e é mais abrangente... exacto. :)

gigi, :)

anónima, somos todos sortudos. :)

raquel, obrigado... olha que há muitos homens. quase todos. :)

madde, obrigado pela presença. sabe-me bem... :)

malena, obrigado. :)

maria albertina, :)

rita, este blogue está apaixonado por ti... e opor quem o lê. :)

boxexas, obrigado. :)

fatyly, obrigado. logo de manhã recebi um postalinho da minha filha, que neste momento está longe. ganhei o dia. :)

pintas, :)

olga, obrigado. :)

su, obrigado. :)

Beu, lol. não peças desculpa. também o digo de vez em quando. :)

Paula Raposo disse...

Gostei deste teu pensamento!!

bagaco amarelo disse...

paula raposo, obrigado. :)

Celeste disse...

Aposto que os teus olhos brilham! Eu mordo mas gostava de saber mordiscar de vez em quando!

bagaco amarelo disse...

celeste, :)

Tangerina disse...

Mordiscar é morder com mais vontade, mas com mais vagar.
Os homens deviam aprender a mordiscar:)

bagaco amarelo disse...

tangerina, para aprender é preciso uma escola. :)

Red disse...

ora eu também acho que sim :)

bagaco amarelo disse...

red, :)

Cassandra disse...

As palavras podem dizer tanta coisa por isso é melhor não ficarem por dizer. Parabéns. Os teus posts mostram que compreendes a mulheres de uma forma pouco vulgar. Parabéns a dobrar.

bagaco amarelo disse...

cassandra, obrigado. :)