3.16.2010

esta quer ser gorda...

Donna Simpson, uma mulher norte americana com 42 anos, quer ser gorda. Na verdade não quer apenas ser gorda, quer ser a mais gorda do mundo. Para isso consome cerca de 12000 calorias por dia, principalmente em alimentos ricos em gorduras, tipo hambúrgueres e batatas fritas. Pesa 273 quilos mas quer atingir os 450.
A sério que acho que a Donna é livre de fazer o que lhe apetecer, mas estava a ler isto há bocadinho e a lembrar-me que ontem fui ao cinema do Arrábida Shopping com uma amiga minha, magra, que esteve dez minutos a decidir se podia ou não comer um pastel de nata antes de ver o filme.
A relação entre as mulheres e a comida é (quase) sempre uma coisa calculada e sofrível, não é?

33 comentários:

ßrighid disse...

É!

bagaco amarelo disse...

ßrighid, lol. :)

GiGi disse...

Eu nem discuto mais. Como vc disse, "a Donna é livre de fazer o que lhe apetecer", assim ocorre o mesmo com qualquer outra mulher.

Só posso dizer por mim: já me livrei desse martírio :-)

:-*

bagaco amarelo disse...

gigi, e fazes muito bem. :)

Girl in Motion disse...

sim, talvez sim...

mas dizes bem, quase!

bagaco amarelo disse...

girl in motion, e mesmo quase, espero eu, pode ser demais. :)

Ana, Dona do Café disse...

Ela pode ser livre de fazer o que lhe apetecer mas está a caminhar (ou não, provavelmente caminhar não será o termo :P) para não conseguir ter liberdade para fazer absolutamente nada - mas ela é que escolhe, ao menos isso!
Essa do pastel de natal é muito má...Ainda por cima, havendo filme, pipocas são obrigatórias...é calórico? É. Bastante? Yap. Que fosse correr lojas e desatinar-te a cabecinha para queimar isso tudo :P
A*

guida disse...

Pois pois, diz ela que gosta de ser assim... cá para mim quer acabar com ela mesma.

Sandra disse...

Eu acho que nunca tive essa problemática, e olha que sou bem gorduchinha (para usar uma palavra simpática).
Posso contribuir para o aumento de peso da Donna aí com uns...10 kgs.
Achas que ela aceita?

Boxexas disse...

SIM É!!!:)
Sejam magras,gordas,ou quase perfeitas, existem sempre dilemas em volta disso. Ou porque comeram demais, e a consciencia pesa; ou porque comem comem e não engordam, e ficam infelizes!
No meu caso, que tambem tenho uns bons quilinhos a mais, a consciencia por vezes ainda pesa...mas já não é uma relaçaõ de sofrimento! Como em tudo na vida, tem de haver um certo equilibrio, seja em nome da beleza, da saúde ou da auto-estima.

;)

Lizard King disse...

A relação das mulheres com a comida é de amor ódio, uma quase punição pelo prazer retirado, o caso de algumas, o preenchimento de um vazio para outras.

No entanto tenho de concordar que não é uma relação pacifica ou com fim à vista. Penso que o corpo das mulheres é o involucro sovrevalorizado pela sociedade, então é mais "fácil fazê-lo pagar quando internamente não estamos bem", porque esse é-nos útil enquanto alimentador de um ego fragilizado: os homens "comem" (felizmente nem todos) e as mulheres querem a "receita mágica".

Acho que a idade e a maturidade trazem alguma pacificidade relativamente ao assunto, ou pelo menos, quero acreditar nisso.

E acho que para vocês homens este stress continuo com o corpo deve ser também angustiante, uma vez que são "massacrados" com o tema e a pergunta: "achas que estou gorda?"

...e seja qual for a vossa resposta...nunca há-de ser a correcta :D

bagaco amarelo disse...

ana dona do café, está a caminhar para a morte acelerando o passo. :)

guida, foi isso que eu pensei. :)

sandra, lol... acho que ela gosta de comer. não aceita transferências. :)

boxexas, acho que sim, que é preciso algum equilíbrio... mas sem perder o prazer de comer. :)

lizard king, o teu último parágrafo... é bem verdade. :)

Fatyly disse...

Donna Simpson é livre de fazer o que lhe apetecer mas com toda a certeza que há neurónios que pifaram de vez e um dia rebenta.

É e até irrita, e sou mulher! Isto falo porque não tenho prazer nenhum em comer, mas como um pouco de tudo para não cair para o lado com o imenso trabalho fisico que tenho!
Mas também há homens que sofrem com essa relação...

bagaco amarelo disse...

fatyly, eu por acaso gosto de ter prazer a comer... embora nem sempre tenha. mas acho que tens razão. :)

Gil Scott The heron disse...

gordura é formosura... es as mulheres portuguesas ou se querem com substancia ou como a sardinhas... PEQUENAS E SABOROSAS

Gasosa disse...

Acho que regra geral, todas as mulheres têm um pouco dessa relação amor-ódio com a comida, umas mais que outras.
A verdade é que nós nunca estamos felizes com o nosso corpo, achamos sempre que podiamos perder mais uns quilinhos (ou engordar mais uns 150).
Pessoalmente também tenho cá as minhas manias, mas não sou "forte" o suficiente para deixar de comer. LOL

B. disse...

Já dizia o Vergílio Ferreira, "não podemos ser glutões de seja o que for, porque o seu fim está no enjoo ou no vómito que se segue."

De qq forma, comer bem deveria ser um prazer. Comer muito é que já não é necessário.

Pintas disse...

na minha modesta opinião a senhora esta a caminhar a passos largos para a morte....

quanto à relação das mulheres com a comida é um assunto muito complicado:)
no meu caso, até há cerca de um ano e pc atrás (de salientar que andava numa fase complicada, acabar o curso, não ter emprego, vá um pouco para o depre...) fiquei um bocadinho mais redonda que o normal, devorava tudo o que a mamita tinha nos armários...até ao dia em que olho para o espelho e detestei aquilo que vi, simplesmente não era eu....onde é que parava aquela miúda alegre e sempre com vontade de viver???
resultado: ja lá vão 14 kg, estou feliz, contente com aquilo que vejo, já posso andar de vestidos e mini-saias....quanto aos doces...entendo a tua amiga, ontem à sobremesa também tive uma eternidade a pensar se comia uma fatia de bolo de bolacha ou não, até que o meu namorado se cansou de esperar e foi buscar a dele e eu acabei só por provar da dele :p
va mas continuo viciada em chocolate...sabes como é....há coisas que nunca mudam eheheh

bjs
(desculpa o testamento)

Olga disse...

Sim é. E ultimamente passou a ser ainda mais desde que se fala a toda a hora de obesidade. Quando se come parece que se está a cometer um crime.

bagaco amarelo disse...

Gil Scott The heron, a sério que eu acho que qualquer mulher pode ser bonita, magra ou cheinha, e que não me deixo levar por esta onda de que só as mulheres demasiado magras é que podem ser bonitas. no entanto acho isto um bocadinho de nada exagerado, digamos. :)

gasosa, não deixes de comer, caramba. isso costuma fazer mal. :)

B. ainda ontem fiz uns cogumelos grelhados com espinafres que tive muito prazer em comer. acho que é possível comer com prazer sem engordar ou emagrecer demais. :)

pintas, um controle de peso não faz mal nenhum desde que não seja exagerado... e também acho que ela está a caminhar a passos largos para a morte. :)

bagaco amarelo disse...

olga, exacto, lol... e isso também é preciso combater. :)

B. disse...

Estes comentários todos... estão a abrir-me o apetite! :D

bagaco amarelo disse...

B. lol. um galão e uma torradinha pela manhã aquecem a alma. eu já está. :)

Vera disse...

É, e é horrivel. Das duas uma, ou o gelado ou as calças. :/
É impossivel não ser qd uma gaja engorda e ouve coisas como "éstão bonita, devias perder uns quilinhos."
Sociedade cruel... mas 400 kilos?! Ela bate o record, mas será que tem tempo pra gozar o dinheiro?

bagaco amarelo disse...

vera, só se o gozar em hambúrgueres. :)

Anónimo disse...

Querido Bagaco

E um grave problema...tanto quando é em excesso como por defeito.
Gracas a Deus eu posso comer o que quero, com 40 anos, mãe de 3, 1.69m e 50 kg sou uma sortuda...e não, não faco dieta, como o que muito bem me der na telha.
Quanto a sra em questão, penso que é mais um caso do foro psicológico.
Precisa de ser tratada.
Beijo x
P.S.

bagaco amarelo disse...

anónimo, também acho que ela devia ser acompanhada por um psiquiatra e, já agora, por um nutricionista. :)

Nox Lilin disse...

Olha para o lado positivo: ela provavelmente, deixava-te comer todo o saco das pipocas... e ainda agradecia-te por a teres livrado de tantas calorias...

Hyndra disse...

No meu caso não é uma relação difícil.

E sim, essa senhor precisa de acompanhamento médico que para além da panca suicida que tem na cabeça, deve estar a ter problemas graves de saúde também.

Celeste disse...

Puxa!
Enfim ele há doidos para tudo, até aquele que se deu ao trabalho de noticiar tal maluquice! Espero que ela tropece e não consiga chegar aos 300. Eu cá não penso, como logo,não tenho tempo para pensamentos desses, a vida é tão curta...

bagaco amarelo disse...

nox lilin, eu não como pipocas quando vou ao cinema... :)

hyndra, nos EUA quando se lembrar de emagrecer não vai ter apoio nenhum porque nenhuma seguradora lho vai dar. só se aceitar ir a um programa de televisão. :)

celeste, bem... também a acho tola, sim, mas por mim pode chegar aos 600 que não me importo nada. :)

Celeste disse...

Eu tb não me importo bagaço mas acho que vai dar trabalho a pessoas que não o merecem e depois há todos aqueles cheiros que repentinamente me lembrei e que não devem ser nada agradáveis.

bagaco amarelo disse...

celeste, lol... :)