3.04.2010

respostas a perguntas inexistentes (74)

Ela já está em casa quando ele chega, de toalha na cabeça, avental ao peito e salazar na mão. Raspa a louça do almoço e cospe qualquer coisa pelos lábios. Uma "boa noite", acha ele. O que ele não acha apenas, tem a certeza, é que ela já está sempre em casa quando ele chega. Uma vez não estava e ele reparou na sua ausência, talvez porque a casa estava escura, talvez porque ninguém cuspiu uma "boa noite" para o chão quando ele chegou. Lembra-se que nesse princípio de noite se sentiu só, tão só que voltou a sair e foi tomar café. Só regressou quando ela já estava em casa de toalha na cabeça, avental ao peito e salazar na mão.
Ela já está em casa quando ele chega. Talvez por ele ser homem e os homens chegarem a casa sempre depois das mulheres. Agora que pensa nisso, uma vez reparou na sua ausência mas nunca repara de facto na sua presença. É por isso que apanha a "boa noite" do chão e volta a meter-lha nos lábios com os lábios dele. O mais docemente que pode.
A vida não é sempre como nós queremos. Mas às vezes pode ser...

24 comentários:

Brandie disse...

Há que fazer um esforço diário para a chama reacender. Se não fizerem está tudo perdido:PPP

bagaco amarelo disse...

brandie, às vezes temos que fazer um esforço para nos reacendermos a nós mesmos. :)

Fatyly disse...

Usas metáforas fabulosas e como sempre admirei a tua escrita que nos leva a pensar e por vezes rebobinar.
Não consigo dizer mais nada apenas que dizes tudo nas duas últimas frases...

Um beijo sincero e parabéns, porque talvez tenha sido um dos melhores da tua obra!

Vera disse...

" A vida não é sempre como nós queremos. Mas ás vezes pode ser..." Gostei

Olhos de Mel disse...

Gosto imenso do blogue... original!

;)

bagaco amarelo disse...

fatyly, obrigado. :)

vera, :)

olhos de mel, obrigado. :)

marie disse...

:)

GiGi disse...

Que amor!

Esta diz respeito ao "Biscoitinho da Sorte V" do meu blog:

"Experimente o amargo para dar valor ao doce".

Beijos!

bagaco amarelo disse...

marie, :)

gigi, :)

Boxexas disse...

So uma frase me veio à mente ao ler este texto...
"olha os meus pais!"

Anónimo disse...

É exactamente por isto que o meu ex. é ex.
As vezes pode ser como queremos, sim...é preciso querer, dia sim, dia sim.
Beijo x
P.S.

Tricana disse...

O importante é dar-mo-nos conta do que queremos antes que seja tarde demais... e depois, às vezes, é tão fácil termos o que queremos... e é tão bom!!!! Boa 6ª!!!

bagaco amarelo disse...

boxexas, :)as vezes é por causa de coisas como esta. :)

anónima, acho que a maior parte d

tricana, não sei se é sempre fácil, mas acho que é sempre possível, sim. :)

Mulher a 1000/h disse...

Bom, primeiro devo dizer que adorei este texto. Aliás, gosto de todos, que no mínimo me despertam um sorriso! Acho que captas bem a essência do momento e o busílis da questão... melhor ainda, acho que o consegues trazer para palavras de melhor forma ainda! Este texto, digo eu, está quase poético! E no fundo é, em muitas situações, muito real! O conforto no habitué pode causar uma certa sensação de amparo e companhia, com vislumbres de felicidade... tudo depende daquilo que de facto se pretende da vida, não é?!

Mulher a 1000/h disse...

Bom, primeiro devo dizer que adorei este texto. Aliás, gosto de todos, que no mínimo me despertam um sorriso! Acho que captas bem a essência do momento e o busílis da questão... melhor ainda, acho que o consegues trazer para palavras de melhor forma ainda! Este texto, digo eu, está quase poético! E no fundo é, em muitas situações, muito real! O conforto no habitué pode causar uma certa sensação de amparo e companhia, com vislumbres de felicidade... tudo depende daquilo que de facto se pretende da vida, não é?!

bagaco amarelo disse...

mulher a 100/h, tudo depende do que se quer da vida, sim. neste caso eu também acho que há um erro no nosso modelo social e económico e que todos devíamos tentar mudá-lo. :)

Tricana disse...

Eu sei ... por isso lá está "às vezes", mas também só sabemos se é fácil ou não se tentarmos não é? :))

bagaco amarelo disse...

tricana, isso sim. :)

Malena disse...

Às vezes é preciso uma ausência para sentirmos como a presença é importante!

bagaco amarelo disse...

malena, exacto. :)

Myann disse...

Uma verdade que passa ao lado a muita gente...

bagaco amarelo disse...

myan, yep... :)

Red disse...

é preciso ir fazendo qualquer coisa.. e nem precisa de ser muito...

(P.S.: salazar só uso nos doces, por isso o salazar traz-me muito boas ideias!lol)

bagaco amarelo disse...

red, e nas panquecas e nos ovos mexidos... :)