3.08.2010

dia internacional da mulher?

O Dia Internacional da Mulher perdeu toda a conotação política que tinha, e que me era simpática, para passar a ser o dia do "vamos lá lembrarmo-nos destas coitadinhas que ficam em casa o ano todo e levá-las à rua". Não sou, por isso, um grande simpatizante deste dia e tenho a certeza que as mulheres não precisam dele para nada.
O que as mulheres precisam, ou melhor, precisamos todos, é que se cumpra o princípio constitucional da igualdade entre géneros nas empresas e na Administração Pública. O que as mulheres precisam, ou melhor, precisamos todos, é que se perceba que são a grande maioria das vítimas de violência doméstica. O que as mulheres precisam, ou melhor, precisamos todos, é que se não seja necessário haver um Dia Internacional da Mulher. Mas isso não é só hoje, é todos os dias.

63 comentários:

Gorduchita disse...

Era efectivamente muito bom se este dia já não fosse preciso...
Infelizmente há ainda muitas situações, dentro e fora do nosso cantinho, que justificam este dia para alertar que ainda há um longo caminho a percorrer para que a igualdade realmente exista.

ßrighid disse...

concordo!
hoje já recebi uma flor e um espelho portátil. WTF??? :O
Achas isto normal?

Tricana disse...

Ora até que enfim que alguém me compreende!!! Eu também não gosto nada deste dia e tenho pena que haja mulheres que não pensam assim exactamente pelas razões que descreveste. É um dia que não é preciso para nada!!!!! Uma boa semana para ti :))

Mulher a 1000/h disse...

Ora, meu amigo... onde é que eu posso assinar por baixo?! Hum?!

Tricana disse...

Ah! E toca a comprar t-shirts estúpidas pra alguém ganhar com isso... pode ser que seja uma mulher quem sabe?

bagaco amarelo disse...

gorduchita, isso é verdade... só que este dia não é preciso na mesma, ou melhor, não é este dia que é preciso. :)

brighid, uau! um espelho portátil? :)

tricana, boa semana. :)

mulher a 100/h, já assinaste. :)

Sorriso de Geia disse...

Olá Bagaço Amar. :)

Concordo com o que escreveste, mas deixa-me acrescentar o seguinte: este Dia é uma maneira muito gratificante de Elas serem Bem lembradas, ainda que continuemos inseridos numa sociedade conotada com o “machismo dominante”, pouco a pouco esse “Inverno” dará lugar a uma linda “Primavera” em que as mulheres terão o papel que lhes é devido, assumo-me como simpatizante deste Dia Internacional da Mulher.

Por fim, confidencio aqui que no meu serviço todas as Mulheres estão dispensadas da parte da tarde de hoje, em tempos nós os homens (1/3 do pessoal) aqui comentávamos que esta tarde era prezada por ser silenciosa sem as “aves canoras”, com o tempo muitos de nós começamos a acrescentar que sem elas isto não é a mesma coisa :(

Um abraço para ti, para Aveiro e um bem haja para todas as Mulheres

Paulo ARDS

bagaco amarelo disse...

sorriso de geia, olá, concordo que um local de trabalho sem mulheres não é a mesma coisa. aliás, o mundo sem mulheres não tinha piada nenhuma. um abraço :)

Vera disse...

Subscrevo. E aproveito para elogiar não só o teu blog, mas a maneira como escreves e os temas nos quais todos nos retratamos. Eu tenciono continuar a segui-lo.

Fatyly disse...

Subscrevo totalmente porque todos os dias deveriam ser "Dia de...e mais de...etc" e nem sequer me lembrava que hoje era dia da mulher. A sério e eu convencida que aquele caramelo (por acaso um borrachão, mas que deus me perdoe pensei ser um tótó qualquer) estava a oferecer umas flores à saída do comboio, porque gostava ou por nos achar bonitas. Ainda por cima o gajo não ofereceu a todas e uma ainda mais velhota que eu refilava e eu disse: não implique com o jovem, tome lá a flor e siga!
Só comigo!

Por ser o dia da mulher, um beijo especial e carinhoso a ti e a todos os homens que por aqui passam:)

Ana, Dona do Café disse...

Concordo plenamente. Sinto-me mais 'bicho' em ter direito a um dia de 'homenagem', do que outra coisa.

Acho ridículas as promoções em lojas e supermercados, as campanhas publicitárias e os sorrisos de gente que só o faz porque tira proveito do dito dia para lucrar um bocadinho - como é hábito.

Acho piroso o rebuliço à volta de um dia que, de dia com significado a lembrar heroínas de todos os tempos e de todos os dias, passou a dia de comemoração-efusiva do facto de se nascer com uma vagina e de isso ser motivo para receber uma flor, prendas e ir jantar fora com o namorado.
um beijo

ps. e sim, acordei com os pézinhos fora da cama hoje e ai de quem me tente amaciar com flores e ceninhas.. estou fora!

Salsa disse...

compete-me concordar contigo e discordar ao mesmo tempo.
concordo com a igualdade de géneros e discordo em relação as vitimas de violência domestica, os casos que se tornão públicos são apenas aqueles em que as mulheres são vitimas, mas existem muitos outros e em grande quantidade em que as mulheres são o agressor e desses ninguém fala nem comenta!

Frutinha disse...

Fico de pé a bater palmas!

L u i s P e s t a n a disse...

Vejo toda a gente a discutir isso desde que me lembro de saber ler, e concordo, mas achas que vai haver alguém com coragem para retirar o dia?

Fada Li Pirlimpimpim disse...

pois... nós já não precisamos, porque não fomos nós que travámos esta batalha há séculos atrás...actualmente a mulher está muito mais independente e solta... e isso deve-se tudo a quem? talvez às nossas mães,avós e tetravós que lutaram para tal, que mesmo ficando em casa caladas e dependentes dos maridos, conseguiram mudar mentalidades... e puff! aqui estamos nós, geração espontânea da liberdade que desdenha os esforços dos antepassados!

ainda bem que assim é, à excepção do desdenhar!
temos de continuar a lutar para solucionar problemas como a violência doméstica, que parte sobretudo pelo "macho man" tipicamente tuga!

bem... acho que já chega para lançar a acendalha xD lol

macaco do 1ºD disse...

Boa Tarde Estimado,

É um prazer contactá-lo e em primeiro lugar elogiar pelo bom blog que expõe a todos nós, leitores.

Envio este coment para anunciar a abertura de um novo blog, o "Macaquinhos no Sótão". http://osmacacosdosotao.blogspot.com/

Um blog pensado há muito, mas que só agora decidi abrir.

Gostaria muito de contar com a sua ajuda na promoção deste blog, colocando o link se possivel.

Como é claro, retribuirei sem piscar os olhos em colocar o seu link na minha página!

Espero uma resposta sua.

bagaco amarelo disse...

vera, obrigado. :)

fatyly, lol... obrigado. :)

ana dona do café, lol... olha, eu acordo realmente todos os dias com os pés de fora. :)

frutinha, :)

salsa, isso é verdade. eu disse "a grande maioria" e acho mesmo que "a grande maioria" da vítimas de violência doméstica são mulheres. não quer dizer que não haja homens. :)

pestana, eu tinha... :)

fada Li Pirlimpimpim, pois... este dia tornou-se contraproducente... :)

bagaco amarelo disse...

macaco do 1ºD, vou acrescentar o link na lista ali ao lado... mas isso não funciona tanto como as pessoas pensam. boa sorte :)

Fada Li Pirlimpimpim disse...

lol... onde posso fazer publicidade?

Malena disse...

Sou anti "dias de", ponto! Se existem é porque alguma coisa de errado se passou/passa.

GiGi disse...

Acho que as mulheres da atualidade deveriam olhar mais seriamente para as conquistas deixadas pelas nossas antepassadas e respeitá-las devidamente, o que não acontece.

Só assim conseguiremos o valor e o respeito que tanto almejamos com relação aos homens e a nós mesmas.

Com ou sem dia das mulheres, isso precisa acontecer.

Um beijo!

bagaco amarelo disse...

fada Li Pirlimpimpim, publicidade? :)

malena, pois... também sou um pouco antidias, sim. :)

gigi, concordo contigo, só que acho que todos devíamos olhar para isso. os problemas das mulheres são problemas da espécie. :)

Maria Albertina disse...

Apoiado... também não me agrada nada a necessidade de assinalar este dia.

Gasosa disse...

Tenho tentado ler tudo o que or aqui se escreve e digamos que ler 4 anos não é fácil, lol, mas até agora estou a adorar.
Gosto da tua maneira de pensar, de ver as coisas, és rápido no gatilho e tens resposta para tudo.
A respeito desde dia, donfesso que me é difícil marcar uma posição.
Se bem que por um lado acho uma estupidez, pois o facto de termos um dia, salienta que continuamos a ser tidas como fracotas e menos importantes, por outro lado acho bem porque é um dia que marca a luta das mulheres e homenageia tantas e tantas pessoas que lutaram pelos nossos direitos.
O mais engraçado é que a única manifestação veio da parte duma colega (mulher) que ofereceu uma flor a todas, o patrão nem se lembrou, ou fez-se esquecido...tanto faz.
Mas, apesar deste dia que marca, ainda muito há por fazer, e com certeza as mulheres que sofrem, não vão ter o dia de hoje de folga...

bagaco amarelo disse...

maria albertina, :)

Pintas disse...

por isso é que passei parte no dia nos braços dele :p

Salsa disse...

a violência domestica não é só entre marido e mulher, existe também em relação aos filhos e aos pais!

bagaco amarelo disse...

pintas, :)

salsa, sim. :)

bagaco amarelo disse...

gasosa, a questão é que se tornou num dia em que a questão mais importante passou à história. :)

Red disse...

oh yeah, falou e disse.

dia da mulher é palhaçada, hoje em dia. como se fosse só realmente neste dia que se devessem lembrar do básico...

bagaco amarelo disse...

red, :)

Lizard King disse...

As Mulheres são as educadoras da Humanidade, mas também elas precisam de ser educadas. Precisam de aprender quais os seus direitos e deveres enquanto mães, mulheres, educadoras e esposas. Precisam saber e sentir que também elas ocupam um papel principal, são pessoas com quereres, gostos, desejos e sonhos individuais. Precisam preocupar-se mais consigo e não apenas em proporcinar bem estar aos que lhes são queridos. Precisam aprender a dizer basta. Muitas das coisas que acontecem são culpa das próprias, não denunciam agressões para proteger um qualquer energumeno que em momento algum se preocupa em respeita-la e trata-la com dignidade; não denunciam violações com medo do rótulo de "comportamento/indumentária provocatoria" e sujeitam-se a situações de assédio no trabalho e não só com medo das eventuais represálias.

E o que mais me chateia nisto tudo é que as mulheres são as que mais castram, condenam e acusam as próprias mulheres. São elas as educadoras dos filhos machos e poucas os educam para a igualdade de genero em direitos e deveres, para que um dia vejam as suas namoradas/ mulheres, irmãs, amigas ou colegas como iguais.

Cá. disse...

Totalmente de acordo ;)

sem-se-ver disse...

«O que as mulheres precisam, ou melhor, precisamos todos, é que se não seja necessário haver um Dia Internacional da Mulher.»

e, enquanto assim for, é necesaria a comemoraçao do dia internacional da mulher.

akiisha disse...

tiraste-me as palavras da boca, realmente.
não sei do que adianta este dia da mulher, se pouco ou nada se faz para a igualdade e protecção.
mas pronto, certas pessoas, instalam um dia e pensam que fica tudo resolvido e que assim as mulheres ficam todas contentes.

K disse...

É bem! Muito bem!

E pronto, era isto. ;p (escusado será dizer que concordo contigo, que não acho que sejam necessários dias para nos lembrarmos do que quer que seja - e duvido que a maioria das mulheres que dão importância a este dia se lembrem sequer das conquistas do passado - e que deveríamos nos ver apenas como pessoas que somos, homens e mulheres, iguais nas suas diferenças, e tratarmo-nos mutuamente com dignidade, respeito e consideração. as revoluções e as mudanças fazem-se dentro de cada um e no dia a dia.)

Teresa Fidalgo disse...

Pois, também eu queria que este dia fosse uma patacoada... mas não é.
Para além de contar uma verdadeira história, e ser a congratulação por muitas conquistas, ainda é a reivindicação de grandes discriminações.

Fada Li Pirlimpimpim disse...

bagaco contraproducente?!

Contraproducente são algumas opiniões de mulheres que não têm noção do porquê deste dia...e que o julgam banal e desnecessário, porque apenas o vêm como uma desculpa para sairem à noite com uma data de loucas à procura de strippers... POR FAVOR!!

Se se julgam "tão independentes" não se esqueçam que isso se deve a todas as mulheres oprimidas que nos antecederam e que lutaram para isso!

E sim em Portugal talvez não se justifique já este dia (pensam vocês!)... e nos outros países?
Gostavam de perder a vossa liberdade de expressão e serem obrigadas a esconderem-se por debaixo de vestes escuras dos pés à cabeça?
Gostavam de ser mutiladas à nascença e não vos ser dado a conhecer o prazer a que têm direito, tal como os homens?
Gostavam que vos fosse retirado o direito aos estudos e a ter um emprego digno e remunerado?

Daí o dia ser Internacional, ok?

E tantas outras coisas que poderia referenciar...

Não desdenhem as conquistas dos nossos antepassados meninas, porque sem elas, ainda viveríamos como no tempo das nossas avós!

Gasosa disse...

Sim bagaço tens razão, talvez por isso ainda seja tão dificil para mim marcar uma posição definitiva quanto a esse dia, ainda não me decidi se acho bem ou não, lol

bagaco amarelo disse...

lizard king, subscrevo o que dizes, salientando que isso tem que ser um problema de todos. :)

cá, .)

sem-se-ver, pois... eu acho que este dia prolonga o problema, já que faz das mulheres umas coitadinhas que até precisam dum dia e tudo. :)

akiisha, é mais ou menos isso, sim. dá-se um doce à criança e pronto. :)

k, exacto. :)

teresa fidalgo, originalmente era um dia político, sim. agora não é. :)

fada Li Pirlimpimpim, contraproducente, sim. eu sentir-me-ia ofendido se criassem um dia do homem, basicamente porque enquanto homem me sinto na capacidade de me defender todos os dias. tenho a certeza que as mulheres também conseguem. este dia não serve para muito mais do que criar um fosso entre os géneros no senso comum :)

gasosa, eu acho-o inócuo. :)

Fada Li Pirlimpimpim disse...

o fosso sempre existiu e sempre continuará a existir principalmente se as mulheres nem para elas são! a questão não é o dia... a questão é porque é que ele teve de existir e porque continua a existir!!

e os homens... infelizmente... nunca tiveram que se defender!!!!

bagaco amarelo disse...

fada Li Pirlimpimpim, com esta frase: "e os homens... infelizmente... nunca tiveram que se defender!!!!", fico-me por aqui.
Eu não vejo isto como uma guerra dos sexos. Vejo os problemas sociais, políticos e económicos das mulheres (e dos homens) enquanto género como um problema meu também. Meu e de todos nós. Se sentisse que o género masculino era o mais maltratado socialmente, nunca na vida escreveria que "infelizmente as mulheres nunca tiveram que se defender". Ficaria feliz por elas. :)

Teresa Fidalgo disse...

Bagaço amarelo,
Não é um dia político, mas é um dia cheio de significação. Se calhar, ainda bem que deixou de ter essa conotação, e se alargou a todos que entendem que as disigualdades não devem existir.
:)

bagaco amarelo disse...

teresa fidalgo, na verdade o dia da mulher começou por causa da exploração da mão de obra feminina na indústria americana do início do século passado. A mão de obra masculina também era explorada (ainda hoje é, pelo menos numa visão marxista, que é a minha), mas as mulheres eram, de facto, exploradas pela criação da mais valia à custa do seu trabalho e também pela sua própria condição de mulher. A lutas dessas mulheres foi sempre inserida em acções políticas de partidos de esquerda, incluindo a própria internacional socialista. Aliás, foi da Internacional Socialista que saiu a ideia de criar o "dia da mulher". O significado desse dia era, portanto, o da luta das mulheres operárias de todos o mundo.
Hoje em dia, por exemplo em Portugal, tens a maior indústria do mundo de cortiça situada aqui perto de Aveiro (a do Amorim), e que ao contrário do que prevê a constituição portuguesa (e também o bom senso) paga pior às mulheres do que aos homens exactamente pelo mesmo trabalho, e só recentemente aceitou um acordo para progressivamente (durante seis anos) lhes subir o salário pouco a pouco.
Este é só um exemplo. Garanto-te que há muitos mais. Só que o "dia da mulher" que se comemora nem sequer toca nestes assuntos. Transformou-se num dia que, pelo contrário, diminui a mulher enquanto tal, porque é tratado num contexto mediático como folclore: oferece-se umas florzinhas na televisão a um ícone qualquer e já está...
Ufa... era isto. :)

Teresa Fidalgo disse...

Ah, e outra coisa: este dia é tudo menos o dia das "coitadinha", é o dia das vitoriosas que lutaram e continuam a lutar por direitos iguais e por um tratamento digno.
(se quiseres, vai lá ao meu blog e dá uma olhadela sobre o que escrevi... quanto à política, até me parece que levantamos a mesma bandeira!:) http://notas-ao-acaso.blogspot.com/)
;)

Fada Li Pirlimpimpim disse...

finally... chegamos a algum consenso! então o problema reside aí... as próprias pessoas, principalmente as mulheres, é que tornaram o significado deste dia uma banalidade!!

Teresa Fidalgo disse...

Bagaço Amarelo,
Eu sei isso tudo e concordo em parte contigo, mas...
...Mas o mesmo se pode dizer do dia do trabalhador, ou do dia da liberdade... e não é por isso que lhes devemos dar menos valor. Se calhar antes pelo contrário, devemos debater-nos ainda com mais vigor, para não deixar esquecido o que originou tanto sacrifício. :)

bagaco amarelo disse...

fada Li Pirlimpimpim, lol... está difícil chegar a um consenso. eu não queria mesmo dizer isso. :)

teresa fidalgo, tens razão, sim. na verdade acabamos por estar a defender não uma ideia mas a maneira como encaramos também emocionalmente essa ideia. é perfeitamente legítimo o que dizes... :)

Fada Li Pirlimpimpim disse...

forget... ou sou eu que não me estou a expressar bem, ou então virei a "incompreendida da sociedade"! whatever... eu concordo com a teresa! devemos sim reforçar a ideia e não banalizá-la (o mesmo que eu estava a dizer mas por outras palavras!)

bagaco amarelo disse...

fada li pirlimpimpim, lol... não te zangues. problemas de comunicação comigo são normais. e mesmo que eu não concordasse nada contigo, isto são só opiniões e, naturalmente, eu posso estar profundamente errado. :)

Fada Li Pirlimpimpim disse...

lol relax... não me zango com tão pouco!! :P pois já reparei que não compreendes mesmo as mulheres lol

bagaco amarelo disse...

fada li pirlimpimpim, yep... lol lol lol. :)

A Voar disse...

E quem fala assim, fala muito bem...

bagaco amarelo disse...

a voar, :)

subtilezas disse...

idem idem aspas aspas

bagaco amarelo disse...

subtilezas, ena... estou a com a maioria. :)

L u i s P e s t a n a disse...

Mais uma dica para o tema:

http://liberatinews.blogspot.com/2010/03/um-brinde-mais-um-cartum-de-joao-zero.html

AidaLemos disse...

Subscrevo o que dizes.
Aida Lemos

bagaco amarelo disse...

pestana, lol... bem visto. :)

aida lemos, :)

Paula Raposo disse...

Subscrevo!!

bagaco amarelo disse...

paula raposo, :)

Ritinha disse...

Ai... Nao acredito que ando a organizar um encontro de antigos alunos e sou a "gaja que engordou mais"... Sera que devia desistir?... LOL!

bagaco amarelo disse...

ritinha, não pareces nada gorda... :)