10.02.2012

conversa 1941

Ela - Então também já foste parar ao desemprego?
Eu - Mais ou menos. Na verdade estou só com dois salários em atraso e suspendi o contrato de trabalho, mas já percebi que vou mesmo parar ao desemprego nos próximos tempos.
Ela - Ainda bem que tens namorada.
Eu - Porquê?
Ela - Se não tivesses, não era agora que arranjavas.

22 comentários:

do Paço disse...

Altura perfeita para lançares um livro, apareceres em Talkshows enquanto "fenómeno" da blogoesfera!

P.S.: No Joke!

Abraço e boa sorte!

O olhar do lobo disse...

Bagaço,

lamento que sejas atirado para este fenómeno desumano que é o desemprego.

O que é triste é ver que em vez de se acabar com o financiamento a todas as fundações, mais uma vez estamos perante uma medida manhosa, num país manhoso...

Alexandra disse...

uma conversa animadora, realmente!

Malena disse...

Como??? Espero que esta não seja tua amiga!!! Que coisa mais estúpida de se dizer!!!

:)

Bagaço Amarelo disse...

do Paço, lol. estou a preparar outros projectos. :)

o olhar do lobo, não sou de desistir... abraço. :)

alexandra, é o que eu precisava. :)

malena, e de se ouvir. :)

Never Told Words disse...

Um verdadeiro (mau) exemplo de apoio moral!!!! Infelizmente, e se tudo continuar assim, acho que daqui a nada estarei nessa situação tb :/

Bagaço Amarelo disse...

never told words, infelizmente sou apenas mais um caso dos muitos que ainda estão para vir. :)

Quase nos "entas" disse...

ai.... q parvoice!!!!!!!!

loooll
entao deve ser um novo requisito para namoros...ter emprego...loooll

disse...

Até parece que o desemprego é uma doença má! Quem sabe não surge uma ideia de génio:)

Maria disse...

Já somos dois, mas felizmente temos namorados( marido no meu caso). ;)

Fatyly disse...

Essa ela precisava de um bom tabefe...gentinha que só olha e vive em torno do seu umbigo! Apre!

É a triste realidade de já 16% e tudo porque O POVO NÃO SABE OU NÃO QUER VOTAR, NÃO QUER SABER O MÍNIMO DOS MÍNIMOS DE POLÍTICA E SOBRE OS POLÍTICOS, e por existirem em todos os tais "J" que não passam de "chicos espertos".

Também já me bateu à porta e não tenho como ajudar, a não ser que está a receber o que tem direito e há que continuar a batalhar sem baixar os braços e muitos menos sentir vergonha.

Força campeão...isto vai mudar...oh se vai!!!!!

H. Santos disse...

Já me disseram uma coisa igual... Como é possível haverem opiniões dessas!!? Apenas peço uma explicação, mas das boas lol

Anónimo disse...

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=592042&tm=9&layout=122&visual=61 partilhe por favor ajude a denunciar a miseria humana

http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=2804573&referrer=FooterOJ

(d)eficientes indignados

Bagaço Amarelo disse...

quase nos "entas", parece que sim... que é. :)

bé, estou a fazer por isso. :)

maria, para mim ter uma namorada nem é uma condição obrigatória. ter a minha namorada é que já o é. :)

fatyly, pois vai. na verdade eu estou assustado, mas também estou moralizado. :)

H.Santos, a explicação é que o dinheirinho está no topo dos interesses de algumas pessoas. :)

Bagaço Amarelo disse...

anónimo, vai ficar ali ao lado uns dias... :)

Mam'Zelle Moustache disse...

Ahahahahahahah! Desculpa, parece que fui a única a achar graça, mas, efectivamente, achei. Talvez seja por estar nessa mesma condição de desempregada que me possa rir da conversa sem parecer mal... Acho que "ela" se quis meter contigo e não vem mal ao mundo por causa dessa reflexão. E, pensando bem, no fundo, no fundo, talvez até não esteja tão errada assim... Cada vez mais, as pessoas dão valor ao estatuto social e os sentimentos só vêm depois. Ou sou eu a ser pessimista, já nem sei.

Adiante. Se, realmente, ficares desempregado, força e não desanimes! :)

Bagaço Amarelo disse...

Mam'Zelle Moustache , não desanimo, não. obrigado. :)

Anónimo disse...

Pá, já estive no desemprego, e sei o que custa. DOi, doi a sério. Quem faz piadas com isso que vá para o inferno, porra.
Lamento que estejas a viver uma situação de aperto destas. MAs, caramba, tenta a escrita, crónicas, sei lá, qualquer coisa que envolva escrever (e ganhar €€, claro! ).
Um abraço
EJSantos

Cafeína disse...

Pelo que eu percebi algures num post do blog, eu conheço o sítio onde trabalhavas. Fiquei um bocado chocada por saber que tinha fechado... A cidade precisa de um espaço daqueles e é pena que não o tenha sabido aproveitar! Já há muitos anos que não vou lá, mas quando abriu, passei lá muitas tardes! Era um espaço agradável e que costumava ter iniciativas interessantes. Na minha opinião, esta situação espelha bem aquilo que aquela cidade é... Tem tudo para ser fantástica, mas não aproveita nada... Agora não moro lá, mas fico muito triste quando lá vou. A cidade está uma sombra daquilo que podia ser...

Bagaço Amarelo disse...

ejsantos, vou fazer isso... ou melhor, já estou a fazer isso. :)

Bagaço Amarelo disse...

cafeína, provavelmente cruzámo-nos muitas vezes. trabalho lá desde o princípio. Concordo que Espinho é uma cidade esquisita, nesse aspecto. Nunca a percebi... :)

G. disse...

Ao ler este post recuiri dois anos precisamente...
Namorei quase sete anos e nunca tive estabilidade profissional infelizmente. Não por ser má profissional, (...), não sei pq!!! Numa última discussão com o meu ex ele acabou por me dizer: "estou cansado da inconstância da tua vida, de não teres emprego, das tuas lutas..." Ninguém imagina o que doeu e hoje ainda dói ele me ter dito, porque foi a pessoa mais importante na minha vida, no qual esqueci de amigos, do que fiz por ele por amor..

Sabes, o que a tua amiga disse acaba por ser verdade. É o que tenho constado. Depois de ouvir o meu ex-namorado poucas pessoas "interessantes" irão interessar-se por alguém que esteja no desemprego em situação complicada.

E, acrescento, depois de ele me dizer isto, houve a reconciliação e passados um mês desligou-me o telefone na cara pq n aguentava eu estar a chorar por causa da minha chefe... Ela mal entrei começou a implicar comigo,fez-me a vida negra e no qual tive que sair com um esgotamento e depressão um ano depois, pq n podia andar movida comprimidos.
Resumindo, no momento que mais preciasva ele deixou-me e fez pior. A pessoa que dei o meu Amor, a minha vida, com quem pensei passar o resto da vida. Agora vejo que tudo é diferente. Estou fria com relaçºoes e tenho medo de voltar a ser magoada.

E o facto de estar desempregado tem muito a ver com relacionamentos... Estúpido, mas verdadeiro...

Desculpa o desabafo, mas tinha que deixar o meu testemunho, de forma "leve".

Bjinhos.