12.29.2010

a Mulher para Cavaco Silva...

Cavaco Silva é o actual presidente da República Portuguesa. A ele compete defender a Constituição e, portanto, também o princípio da igualdade entre géneros. Acredito até que o queira fazer, mas tenho a certeza que não o faz bem. Por um lado porque as suas opções políticas neoliberais favorecem a desigualdade entre quem apenas tem a sua força de trabalho para conseguir viver e quem o faz à custa da propriedade. Por outro lado porque a nacional parolice lhe está entranhada no sangue. Prova disso é a forma como, sem querer, desvenda a forma como vê a mulher na sociedade. Vê a mulher como interveniente política? Não. Vê a mulher como um ser criativo? Não. Vê a mulher como empresária? Não. Vê a mulher de alguma forma que não esteja ligada a uma dona de casa de avental e rolos na cabeça? Não. A mulher é um pilar da família, na protecção das crianças e na gestão do Orçamento doméstico. Pergunto-me a mim mesmo quantas mulheres deste país vão votar nele nas próximas presidenciais...

28 comentários:

Anónimo disse...

pelo menos 3:
- a mulher dele
- a filha dele
- eu

Anónimo disse...

pelo menos 3:
- a mulher dele
- a filha dele
- eu

bagaco amarelo disse...

anónima, lol... acredito que são mais. umas quatro... :)

Alice disse...

Ao ver o vídeo pareceu-me que o senhor não diz mentira nenhuma.

Inês disse...

todas as mulheres menos inteligentes e um bocadinhos masoquistas também.

Mariana disse...

E eu também... Acho que sou a quarta! :)

Fatyly disse...

eu nunca votei nele e agora, pelo que tem feito e nada dito e vice-versa, muito menos.

Não ouvi o debate, mas bagaco acho que apesar da "nacional parolice lhe está entranhada no sangue." julgo que este pedaço que mostras fora de um contexto geral, não é " a forma como, sem querer, desvenda a forma como vê a mulher na sociedade."

Nunca teve o dom da palavra sem "rascunhos", e o certo é que quer aceites ou não, 99,9% das mulheres que sejam "interveniente na política, ser criativo, empresária, dona de casa" são de facto o "pilar da família, mães e as melhores gestoras do Orçamento doméstico" que neste têm que ser imensamente criativas.
Sobre elas pendem inúmeras tarefas, por natureza fazemos 3/4/6 coisas ao mesmo tempo e vocês com duas ficam logo baratinados, daí trabalharmos muito mais e por vezes tão mal reconhecidas até pelos seus próprios "amores".

Não sei se me fiz entender!

Ventania disse...

Assim de repente, acho que não conheço nenhuma que vote nele e conheço dezenas das que não vão votar nele - o que não significa que votem muito melhor.

Anónimo disse...

eu não....xiiixa!

Anónimo disse...

Eu é que nao voto de certeza. Ser "um pilar na familia, na protecção das crianças e na gestão do orçamento doméstico" não é o meu papel na sociadade nem é o que quero e procuro na realização da minha vida pessoal!

Acho que o ideal era haver mais debates e comunicações destas para que o povo abra os olhos...tenho mesmo pena que só haja debates esta altura de campanha eleitoral e que a comunicação social seja tão manipulada :(

mas melhor que esta só a história da galinha do Fernando Nobre, lol


Inês

bagaco amarelo disse...

alice, revela só a forma pequenina como vê a sociedade. De resto, não é mentira nem verdade. é uma interpretação estúpida, é só isso. :)

inês, por acaso concordo contigo. :)

mariana, ui! boa sorte. :)

fatyly, eu rejeito essa forma de diminuir o papel da mulher que, tens razão, só existe pela excessiva influência judaico cristã. mas este senhor não tem apenas esta 'pequena' desvantagem. é também o pai do modelo económico em Portugal do modelo económico que nos fez mergulhar nesta crise actual. :)

ventania, na minha opinião, e é só uma opinião, qualquer voto que não seja nele é um voto melhor. :)

anónimo, :)

inês, pelo que eu estou a perceber, há quem não abra os olhos nem com isto à frente. :)

Luis disse...

Boas!

Só deixar umas opiniões...

Estes debates não me parecem, de todo, esclarecedores.
Candidatos como o Manuel Alegre ou o Defensor Moura ainda não deram um único motivo a ninguém para votar neles, limitaram-se a pedir que não votassem no Cavaco e a denegrir a imagem dele.

Quando uma mulher se candidatou a um cargo politico de relevo contra um politicozito mediano (ou pior)- primeira ministra - não vai muito tempo, foi completamente "trucidada" porque se vestia mal, era velha e dizia "piquenos" em vez de "pequenos". Portanto, a nacional parolice parece-me presente em todos aqueles que hoje insultam o Sócrates mas não viam mais na Ferreira Leite do que a velha que diz "piquenos".

O Cavaco é perfeito para o cargo que ocupa? Não...

Algum dos outros candidatos é melhor que ele? Dêem-me um tiro se me ouvirem a dizer que sim...

Abraço.

bagaco amarelo disse...

luis, sempre achei que o 'melhor' e o 'pior', sem sustentabilidade argumentativa ou política, não chega para nada. Não vale a pena dar razões para não votar Cavaco a quem vai votar nele porque sim e pronto. Por acaso, concordo que a campanha está a ser demasiado morna, mas já serviu, por exemplo, para demonstrar que o Cavaco foi um dos beneficiados com o tráfico de influências do BPN, aquele onde agora todos os contribuintes portugueses estão a enterrar todo o dinheiro que têm e mais algum. :)

Salsa disse...

a mulher é um pilar da família, mas uma casa não se constrói só com um pilar são necessários vários, (o homem, os filhos, os avós, os tios, etc).
não só a mulher mas todos os portugueses fazem milagres quase todos os dias para sobreviverem nos dias que correm, apenas não os fazem aqueles que como tu dizes que tem propriedades e que eu acrescento os títulos.
Cavaco Silva já esteve muito mal na minha opinião, na altura do referendo ao aborto e da aprovação da lei do casamento entre pessoas do mesmo género, mas enfim isso é a minha opinião.

Vidigal Inácio disse...

Vê-se mesmo que não compreendes as mulheres! O Dr. Cavaco é que sabe muito bem o que elas querem. É um dos meus heróis. Nós homens é que sabemos o que é bom para elas. Imagina onde é que isto já estaria se elas pudesse decidir o que fazem e o que querem. Meu Deus! Era o fim do mundo. O que faz falta é homens como o Dr. Cavaco, firmes e hirtos nas suas convicções, antes quebrar que torcer, sem dúvidas e que nunca se enganam.

jakim disse...

Tou dacordo com aí cu Vidagal! O Perufeçor tá muinto há frente ãe têr-mos sussiulójicos. Ele apanhãme as ideia zinda elas se vãeãe no ar. Ómãe que é ómãe não se pode mustrar farqueza. Olha-me eu ca minha Umbelina: os meus dezeijos são hordães pra ela. Foi açim que Deuz fêzas coizas e tê-mos que U respaitar mesmo cás vezes nus custe. A bãe danassão!

bagaco amarelo disse...

salsa, para mim, e pondo de lado as opções económicas do Cavaco, o problema é ele ser também um salazarento de todo o tamanho. :)

Vidigal, tens toda a razão mas eu, sei lá... sou um coração mole. vê lá tu que até deixei a minha filha tirar a quarta classe. :)

jakim, tem um discurso muito psicológico e, portanto, muito à artista para que eu o compreenda bem. mas vê-se que és pessoa prendada e de bem. :)

Stiletto disse...

Isso parece-me um bocado descontextualizado. Eu vi parte do debate e, em lado nenhum, fiz a leitura de que a mulher deve é estar em casa, com rolos na cabeça e a fazer o jantar.
Mas se queres que seja honesta acho que a mulher continua a ser o pilar da família, trabalhe fora de casa ou não, é sobre ela que continuam a cair a maior parte dos encargos domésticos, crianças incluídas.
E a verdade é que não conheço ninguém que tenha conseguido compatibilizar uma carreira de sucesso com o acompanhamento aos filhos. Alguma coisa fica para trás. E não me venham dizer que sim, que é possível. Experimentem ter filhos e depois falem. Eu não consegui. Tive que me despedir. Continuo a trabalhar. Hoje tenho a minha própria empresa, o que me permite gerir o meu tempo e acompanhar os meus filhos. Mas enquanto trabalhava numa multinacional e tinha uma carreira de topo, nunca conseguia sair antes das 19 ou 20h, para já não falar das viagens, dos jantares e afins. E tu tens que estar disponível se quiseres fazer parte do grupo.
Eu posso ser "velha do Restelo", mas acho que chegar a casa e deitar os miúdos depois da empregada lhes ter dado de jantar, banho, e vigiado os trabalhos de casa, não é acompanhamento decente. Não é o que eu acho suficiente. E acredito que parte do desvario e da falta de valores da sociedade actual, está relacionada com a falta de acompanhamento dos jovens e crianças.
Homem ou mulher, alguém tem que deixar a carreira para trás. Eu fi-lo e não me importo nada com isso. Há coisas que não têm preço. O sorriso dos meus filhos e o saber da sua vida é uma delas.
PS - eu eu gosto do Cavaco, embora ache que devesse ter sido mais interventivo. Acho que é uma pessoa honesta. Acho que percebe de economia. E acho que é o melhor que temos. Não tem o dom da palavra e é parolo. So what?

beijos e feliz ano novo :-)

bagaco amarelo disse...

stiletto, se tu achas honesto um gajo que ganhou mais de trezentos mil euros no BPN por ter sido um dos que tinham acesso a informações confidenciais dentro dum banco por onde o dinheiro que lá entrava passava por 95 offshores, e que foi comprado e gerido por uma empresa não financeiro, tudo bem. Eu acho isso desonestidade.
Se achas que perceber de economia é ter iniciado as privatizações que deram prejuízo ao Estado ainda nos anos 90, como a siderurgia nacional que foi privatizada por pouco mais de 2 milhões de euros e só em matéria prima tinha doze milhões, eu chamo a isso perceber como se rouba o estado para dar a amigos, mas pronto... bom ano para ti também. :)

Stiletto disse...

Não pude deixar de notar que te limitaste a comentar a minha simpatia por Cavaco. Em lado nenhum vi provada qualquer associação do caso BPN a Cavaco, a não ser o facto de ele lá ter contas, que não faz dele desonesto.
Mas são opiniões e cada um tem direito à sua :-)

bagaco amarelo disse...

stiletto, especifica por favor, em que frase é que comentei a tua simpatia por Cavaco. Simpatia essa que, tens razão, é óbvia e até anterior à análise política que não fazes dele.
Se da relação de Cavaco só sabes que ele tinha lá contas, provavelmente só lês jornais do grupo sonae ou Lusomundo... http://www.esquerda.net/artigo/cavaco-lucrou-147-mil-euros-com-ac%C3%A7%C3%B5es-da-holding-do-bpn
Mas atenção, tens razão quando dizes que são opiniões e cada um tem direito à sua. por exemplo, este blogue é meu e nele tenho direita à minha. :)

Ana Chaves disse...

Este texto podia ser meu! Fico feliz por ver que (ainda) há pessoas acutilantes. ;)

bagaco amarelo disse...

ana chaves, eu fico feliz por, de vez em quando, achar que há esperança. obrigado. :)

Malena disse...

Eu? Jamais! e eu disse jamais não disse jamais! ;))

Stiletto disse...

Limitaste-te a responder ao "PS"
E obviamente que o espaço é teu (e mesmo que não o fosse terias sempre direito à tua opinião).
Quanto aos jornais leio o Expresso, que suponho não constar das tuas preferências. :-)

bagaco amarelo disse...

malena, é jamé... jamé... :)

stiletto, lol. :)

Ricardo P. disse...

Tenho a dizer que.. partidos à parte.. de QUALQUER politico dá para arranjar uma frase solta e por num contexto que deturpe a mensagem.

Essa entrevista\mensagem é de onde? Algum programa televisivo?

Abraço!

bagaco amarelo disse...

ricardo p, é da campanha actual. e neste caso, o próprio Cavaco contextualiza a mensagem aqui dita. mas tens razão, a própria televisão portuguesa passa os dias a beneficiar o PS e o PSD dessa forma. :)