12.28.2010

conversa 1672

Ela - Estou ansiosa que este ano termine.
Eu - Porquê?
Ela - Foi um ano horrível. Perdi o emprego, perdi o namorado. Sei lá... perdi a vontade de viver.
Eu - E só por passares o ano isso vai mudar? Eu acho que não.
Ela - Só tu para me desanimares ainda mais. Não sabes estar calado?
Eu - Não é isso. O que eu queria era mostrar-te que, se só por passares o ano consegues ficar bem disposta, então podes fazê-lo já hoje. Percebes?
Ela - Não, não percebo. Percebo é que tu tiraste-me a pica toda da passagem de ano.
Eu - Não estás a perceber. Acho que podes e deves passar o ano à vontade. Mas ficar bem disposta podes fazê-lo já hoje, agorinha mesmo.
Ela - Tu é que não estás a perceber. A passagem de ano tem uma força psicológica que um dia normal como hoje não tem.
Eu - Força psicológica?! Fosca-se!
Ela - É assim. Queres o quê?
Eu - Então convido-te para almoçar e vê se o almoço também te dá essa força psicológica.
Ela - Aceito.
Eu - Fixe!
Ela - Mas não garanto que chegue. Logo se vê...

10 comentários:

Malena disse...

Talvez precise também de lanche, jantar, ceia... ;))

Fatyly disse...

Concordo contigo e oxalá que o almoço lhe tenha levantado o astral.

Quem não tem problemas durante um ano que levante o dedo e a idiotice da festarola da passagem do ano muda alguma coisa?
Ahhhhh a pica...mas há picas que deixam marcas bem maiores e oxalá que ela não venha para casa aos "SSSS".

bagaco amarelo disse...

malena, a mim, uma boa refeição faz melhor que a passagem de ano. :)

fatyly, olha, "a idiotice da festarola" parece-me uma expressão tão acertada... :)

Salsa disse...

copo sempre cheio e dois dedos de conversa levantão a pessoa mais deprimida!

bagaco amarelo disse...

salsa, levantam a pessoa mais deprimida mas às vezes também baixam a mais feliz... :)

EJSantos disse...

Um bom jantar, bem regado com um bom vinho...

Talvez levante-lhe um pouco o astral.

Mas compreendo o que ela sente. Já passei também por anos muito maus, e em Dezembro a desejar uma boa mudança.

EJSantos disse...

E pelo meno a tua amiga tem te a ti para animar (apesar de como psicologo, às vezes deixas muito a desejar! ;-) ).

Houve uma altura que até isso me faltou!

bagaco amarelo disse...

ejsantos, acho que todos já sentiram essa falta, sim. mesmo existindo. :)

Alexandra disse...

Quando se espera que seja algo de exterior a nós a mudar a nossa vida ou a levantar-nos o astral, estamos mal... E também acho que a política da festarola e da bebedeira não resolve coisa nenhuma. O álcool e a depressão não se costumam dar bem. O que ajuda sempre é uma boa conversa com um bom amigo! Nada como aproveitar as coisas boas da vida para nos esquecermos das más:)

bagaco amarelo disse...

alexandra, :)