12.15.2010

conversa 1659

(no café)
Ela – Acho que davas um psiquiatra excelente.
Eu – A sério?
Ela – Sim. És um bom ouvinte e os bons ouvintes dão excelentes psiquiatras.
Eu – Não sabia que era um bom ouvinte, por acaso.
Ela – Mas és, ainda agora o provaste. Eu nunca tinha conseguido falar de forma tão clara sobre os problemas do meu relacionamento com o meu marido.
Eu – Quais problemas?
Ela – Os que te falei agora mesmo.
Eu – Agora mesmo? Ah!...
Ela – Não me digas que não ouviste nadinha...
Eu – Não é isso. É que... estava aqui a pensar noutra coisa. Mas fui ouvindo, fui ouvindo...
Ela - Retiro o que disse. Davas era um psiquiatra sacana.
Eu – Um psiquiatra sacana? Essa agora...
Ela – Sim, um daqueles que finge que está a ouvir tudo e no fim pagamos-lhe a consulta para nada.
Eu – Vais pagar as cervejas?
Ela – Ao menos cala-te.

14 comentários:

redonda disse...

:))
então a psiquiatria não seria a melhor carreira para teres seguido :)

bagaco amarelo disse...

redonda, pelo menos tinha mais dinheiro. :)

mosKa disse...

Um psiquiatra tem mais dinheiro mas menos tempo para beber cerveja.

bagaco amarelo disse...

moska, pode beber enquanto ouve. :)

Fatyly disse...

Pelas 1659 conversas que nos apresentas és um autêntico psiquiatra e espero que ela tenha pago as cervejas!

bagaco amarelo disse...

fatyly, qual quê? paguei eu. :)

Giovana disse...

Psiquiatra sacana e amigo sacana! eheheheh

bagaco amarelo disse...

giovana, pronto, pronto. só sacana. :)

Miguel disse...

Tenho vindo a ler o blog (devo dizer desde já, distintamente cativante). Sou rapaz novo, e pelo que percebi, as mulheres tomam os homens todos igual, estupidamente por serem um pouco superficiais no início; e não digam que não. Tudo bem que depois mudam, e aí fartam-se da monotonia vivente; maior parte das vezes por não se decidirem o que querem da relação (cabe aos homens também). Ninguém gosta de ser tomado por objecto. Incrivelmente (e ainda bem) não dá para viver sem elas, e são as diferenças que nos completam.

Abraço

bagaco amarelo disse...

miguel, não imaginas a profundidade que já encontrei na superficialidade. :)

Close up! disse...

Se há uma coisa que eu sei é esta:
As mulheres nunca estão contentes!

bagaco amarelo disse...

close up, fingem que não, fingem que não... :)

EJSantos disse...

Bem, a forma como concluiste a conversa (Vais pagar as cervejas?) foi genial. Que sensibilidade, que subtileza...
Um exemplo a seguir. :-)

bagaco amarelo disse...

ejsantos, sensibilidade é comigo. :)