10.02.2009

pensamentos catatónicos (190)

Sempre admirei a capacidade que as mulheres têm de fazer várias coisas ao mesmo tempo. Para as mulheres não é um problema ter que ir buscar os putos à escola ao fim da tarde, fazer compras e preparar o jantar. Em casa não é um problema fazer esse jantar enquanto se aspira a sala, se apanha a roupa da corda e se organiza os papéis da corrosiva burocracia doméstica. Lembro-me, por exemplo, das festas de aniversário da minha filha em que a mãe dela fazia as compras, cozinhava, pendurava os balões e as fitinhas no tecto, fazia os convites e distribuía-os, recebia os convidados. Eu... fugia. Não era má vontade, a sério que não. Era pânico. Um pânico controlado mas nem por isso deixava de ser pânico.
A questão é que acho que esta capacidade que as mulheres têm de fazer várias coisas ao mesmo tempo reflecte-se também na sua estrutura emocional, ou seja, as mulheres são capazes de sentir várias coisas coisas ao mesmo tempo. Por exemplo, são capazes de estar tristes e felizes, de sentir frio e calor, de se sentirem sós e a precisar de privacidade e silêncio. Tudo ao mesmo tempo...
Eu só consigo fazer uma coisa de cada vez. Para mim ir às compras é um sacrifício e por isso vou todos os dias, durante dez minutos, comprar por exemplo uma cebola, uma garrafa de vinho, um pacote de leite e um peixe para grelhar. Sou incapaz de fazer compras para o mês e de estar duas horas num supermercado a projectar o que vai ser esse mês. Acho incrível que uma mulher consiga perceber, enquanto está a olhar para umas embalagens de detergente, que vai precisar de 10 litros de lixívia, três caixas de fósforo, trinta refeições frugais, quarenta lanches, vinte e oito pequenos almoços, quarenta ceias, doze jantares de carne e dez de peixe, etc, etc. Ufa! Socorro. Também só consigo sentir uma coisa de cada vez. Ou estou triste ou estou feliz, ou estou apaixonado ou não estou, ou tenho frio ou tenho calor, ou me apetece estar com amigos ou me apetece estar sozinho. Sei o que estou a sentir e actuo conforme os meus sentimentos me pedem.
Acho que esta forma maniqueísta de ser sempre prejudicou os homens na sua relação com as mulheres. Quando sentimos que as companheiras estão alteradas esquecemo-nos da enorme complexidade (e também capacidade, admito) que vai ali dentro. Perguntamo-lhes se estão triste e elas abanam os ombros, perguntamo-lhes se precisam duma bebida e elas abanam os ombros, perguntamo-lhes se elas querem que liguemos o aquecedor e elas abanam os ombros. Depois de tanto abanar de ombros zangamo-nos e vamos beber um uísque a um bar. Esquecemo-nos sempre que as mulheres nunca precisam nem querem uma só coisa e nós sim. Nesse momento é precisamente um uísque.

35 comentários:

CSI disse...

Tem tudo a ver com a espessura cortical.
Ajudou?

sendyourlove disse...

Excelentemente observado! Pena o obvio não vos servir para nada...

GiGi disse...

Eu não sei até que ponto este bombardeio de sentimentos e coisas a fazer é benéfico. Por vezes, é estressante.

Pelo fato de um mundo de coisas acontecerem ao mesmo tempo, não se é possível diferenciar prazer e dor; quando comer torna-se uma necessidade ou compulsão; quando sexo é delícia ou obrigação. Se ser mãe é uma dádiva ou um martírio.

Enfim, não se sabe. Não se conhece.

E eu vejo muito mais como prejudicial do que vantajoso.

Cindy disse...

Bem, pela 1ª vez vejo um homem a tentar perceber uma mulher, mas à séria!!
Bom trabalho!
Beijocas

Catarina disse...

afinal, até compreendes as mulheres!! :O

Miss Mau Feitio disse...

Pois é. Parece que somos mesmo um bicho reles de compreender. Até eu me sinto assim ás vezes...difícil. Mas faz parte, é isso que nos torna especiais.

saves disse...

Olá,

gostei do texto, mas tem um erro gravíssimo! É "ceias", não "seias". ^^

saves disse...

Não precisas aceitar o comentário anterior. Esta é mais uma coisa que as mulheres conseguem fazer de uma só vez: ler um texto captando a mensagem, entendendo o conteúdo e, ao mesmo tempo, vendo erros ortográficos e decidir avisar :P

Alvega disse...

Olá Bagaço!

Olha, não vem a propósito deste post, é só para te desejar boa sorte para a campanha das autárquicas, já vi que estás empenhado a concorrer à assembleia Municipal, sinceramente espero que consigas ser eleito, mas francamente não vou votar em vocês!

Desculpa a minha franqueza, talvez também tenha capacidade de sentir duas coisas ao mesmo tempo :-P

Abraço e, mais uma vez, boa sorte e boa campanha! Se fores eleito, faz com que valha a pena, não te conheço pessoalmente, mas tenho alguma coisa que me diz que tu és honesto e vais lutar pelo que realmente idealizas! Força! Não te deixes corromper!
Um dia, quem sabe, até possas concorrer à câmara! Oxalá...

Desculpa a falta de contexto deste comentário, mas já há muito que te queria endereçar estas palavras!

a Trofa tem cozinheira disse...

eu axo que somos um maximo! beijinhos e bom fds

Cátia disse...

Maravilhoso!
E dizes tu que não compreendes as mulheres...

:)

bagaco amarelo disse...

csi, por acaso ajudou... :)

sendyourlove, lol.

a trofa tem cozinheira, isso eu também acho. :)

gigi, eu não vejo como prejudicial ou vantajoso. vejo como uma marca biológica... :)

cindy, tento há tanto tempo... :)

catarina, esforço-me, esforço-me... :)

miss mau feito, especiais são com toda a certeza... :)

saves, ena... obrigado. tens razão, sim... :)

alvega, tens é que votar no partido em que realmente acreditas mais e com que te identificas mais. se fizeres isso é de certeza um bom voto. obrigado pelas tuas palavras e sim, sou politicamente honesto. :)

cátia, compreendo que não compreendo. já não é mau. :)

Mary disse...

Nos tempos idos, a mulher tinha de ficar em casa, cuidar das crianças, fazer a comida, ter a casa arrumada, tratar da roupa e ter sempre tudo no seu devido sítio. Ou seja, ela conseguia ter a sua atenção repartida em várias tarefas. Enquanto isso, o homem saia para caçar e alimentar a família. Na caça, o homem avista uma presa, foca todas as suas atenções naquela única tarefa: apanhar a presa e trazer alimentos para a sua família.
Há uns anos, vi no Discovery (se não me engano) fazerem o teste com homens e mulheres em que tinhamde coordenar várias tarefas ao mesmo tempo: tacho ao lume a ferver, passar a ferro uma peça de roupa, etc. Excusado será dizer o resultado.
Penso que isso explica tudo.

Tu tás quase lá :p

bagaco amarelo disse...

mary, é isso mesmo... eu às vezes fico de boca aberta com a capacidade que as mulheres em geral têm de se concentrarem em múltiplas tarefas em simultâneo... e talvez haja factores biológicos e culturais nisto... :)

GiGi disse...

Sei não se é tão biológico assim, uma vez que as necessidades, imposições e exigências sociais superam em muito a biologia... E a desgastam.

bagaco amarelo disse...

gigi, sim... esses são os factores culturais que também são importantes... acho que é um pouco de ambos. :)

memyselfandi disse...

Este é justo ;) Acho é que, provavelmente, a mãe da tua filha também estaria em pânico mas ficou lá. Imagina que fugia também. E a festa? E a filha? É por isso que também não é fácil compreender os homens...

http://thefifthceiling.blogspot.com/2009/02/tenho-andado-assim.html

http://thefifthceiling.blogspot.com/2008/10/uma-mulher-que-no-de-sonho.html

bagaco amarelo disse...

memyselfandi, ela não entra facilmente em pânico. pelo menos é o que parece... :)

Miguel disse...

Desculpa discordar mas isso não tem nada a ver com ser mulher ou homem. Tem a ver com ter de fazer as coisas e ser organizado para as fazer o melhor possivel.

Homens e mulheres têm cabeça, tronco, braços, pernas igualmente. cada um faz com isso o que quiser. É verdade que há casos como exemplificas mas também os há ao contrário. E cada vez mais.

Antes os homens simplesmente aleavam-se disso tudo - como tu - e deixavam essas tarefas para as mulheres. Hoje já não é assim, porque os homens já não se alheiam e também porque as mulheres já não aceitam fazer isso sozinhas.

Enfim... opiniões!

Abraço

Sandra disse...

E é esta profusão de sentimentos que faz com que, muitas vezes, eu nem me compreenda a mim mesma.

Como diriam os brasileiros..."ó bichinha complicada..." :))

K disse...

Olha que agora fiquei a pensar no que raio eu sou...devo ser híbrida!!
O que até me agrada...

Nirvana disse...

Gostei muito deste pensamento catatónico, que não é assim tão catatónico ;)
Quanto ao facto de as mulheres serem capazes de fazerem várias coisas ao mesmo tempo e s homens não, isso é um facto científicamente comprovado. Real.
Assim como conseguir pensar a longo prazo. Aliá, esta é uma das nossas capacidades mais irritantes.
Nas compras estou como tu. Detesto ter de ir ao hipermercado quando preciso de comprar aquelas coisas todas, detergentes, etc, etc. O resto também prefiro ir comprando.
Se calhar, estás a complicar um bocadinho, e quando abanam os ombros, se calhar, precisam de uma pequena massagem ;))

A Tela disse...

Tiro-te o chapéu: afinal, compreendes as mulheres (às vezes)...e tens a coragem de o reconhecer, assumir e publicar! Boa!

Catwoman disse...

Dizes tu que não compreendes a mulheres??? Que dirão os outros?

zeni disse...

Fizeste-me rir e chorar! Estás a ver? Comprova-se a tua teoria! Bem, em rigor, a chorar já eu estava, por dentro e as tuas palavras só fizeram soltar mais umas lágrimas. Mas o riso foi todo mérito teu. Por vezes passo por aqui e aborreco-me, ou de morte ou de chateação, por certos posts teus. Mas hoje fizeste-me rir e chorar mais um bocadinho.

Vês, afinal, quando queres, até compreendes as mulheres!

Red disse...

:,)

bagaco amarelo disse...

miguel, lol. :)

sandra, deixa lá... pelo menos és intelectuamentre produtiva. :)

k, lol... :)

nirvana, dessa da massagem não me esqueço. :)

a tela, já estou por tudo. :)

catwoman, os outros nem dizem nada.... lol :)

zeni, eu queria sempre... :)

red, :)

Bichana disse...

Pois é meu amigo... TU compreendes as mulheres. Porque te interessas por elas. Parabéns.

bagaco amarelo disse...

bichana, pois.... também me interesso por física quântica e olha... não percebo nada... :)

Bichana disse...

Não te submestimes, vá lá...
Como diz um amigo meu, modéstia a mais é defeito.:)

bagaco amarelo disse...

bichana, :)

Fabi disse...

Brilhante! =)

bagaco amarelo disse...

fabi, obrigado. :)

Paula Raposo disse...

Nem tanto assim. Vocês é que exageram...calma, que eu também quero esse whisky agora. Beijos.

bagaco amarelo disse...

paula raposo, :)