11.03.2010

conversa 1628

Ela - Tenho um problema: amo um homem de quem me cansei.
Eu - Mas amas mesmo?
Ela - Amo, sei que sim. O que eu queria era poder chegar ao pé dele e dizer que quero fazer um intervalo de um ano na nossa relação.
Eu - Hum... percebo. E o que é que fazias nesse ano?
Ela - Andava com outros homens, claro.
Eu - Claro?
Ela - Sim, um dos motivos pelos quais eu me sinto cansada é que ando com ele desde o liceu. Só tenho uma vida e nunca experimentei outra coisa. Percebes?
Eu - Mas se lhe pedires esse ano ele não vai aceitar facilmente, pois não?
Ela - Não. Embora eu ache que ele está tão cansado de mim quanto eu dele.
Eu - Isso não facilita as coisas?
Ela - Não. Se ele me viesse pedir esse ano eu também reagia mal. Não o quero perder, só quero desenjoar dele, percebes?
Eu - Sim, percebo. Queres esse ano de intervalo mas não queres que ele também queira. No entanto achas que ele também quer... O ideal seria ele compreender que tu tens essa necessidade de experimentar outras coisas e ficar à tua espera fechado em casa.
Ela - Sim... é mais ou menos isso.
Eu - Pois... as coisas não são assim, pois não?
Ela - Pois não, eu sei. O que é que hei-de fazer?
Eu - Tens três hipóteses. Ou lhe pedes esse ano e sofres as consequências, que podem ser várias; ou não lhe pedes e manténs esse cansaço na tua vida enquanto der.
Ela - E a terceira hipótese qual é?
Eu - Acabamos de beber esta garrafa de vinho, abrimos outra, eu asso uma chouriça e ficamos na conversa até às tantas.
Ela - Opto por essa.
Eu - Óptimo.

24 comentários:

Salsa disse...

Foste muito maroto.

Salsa disse...

Foste muito maroto.

bagaco amarelo disse...

salsa, olha que não, olha que não... :)

Maria disse...

Raios, tu és porreiro! Também tinhas pão?

bagaco amarelo disse...

maria, pão alentejano... :)

Brandie disse...

Acho que toda a gente, após uns anos de relação, pensa dessa forma. Pode não o dizer porque socialmente não fica muito bem, mas é uma realidade.

Giovana disse...

Amigão! ^^

Me,myself & I! disse...

Um chouriço resolve tudo!
:)

Daniela Gaspar disse...

epah ... as tuas conversas não muito muito reais! já me deparei com imensos casos desses mas, a generalidade fazia de outra forma:
4ª opção (e mais errada): Tinhas esses casos à mesma tentado dar conta de tudo ao mesmo tempo.

Fatyly disse...

Acho que foste um cavalheiro para não dizer um Sir...e é para isso que servem os amigos. Com isso até podia ter passado o enjoo dela e do marido.

EJSantos disse...

Hmm, há mais sabedoria numa garrafa de bom vinho de que numa biblioteca inteira...
E acompanhado de chouriço e bom pão!

bagaco amarelo disse...

brandie, yep... só não acho que a questão social seja a mais importante. acho é que as coisas nunca são claras e óbvias. :)

giovana, :)

memyselfandi, e uma garrafa de vinho ainda mais. :)

daniela gaspar, :)

fatyly, e acho que passou, pelo menos por um tempinho. :)

ejsantos, concordo plenamente. :)

José Cardona disse...

Bimbo!
Tinhas era dado com a chouriça na amiga, pá!

bagaco amarelo disse...

josé cardona, aproveito para te informar que os termos chouriça e chouriço se distinguem exactamente por uma questão de género, ou seja, pela sua conotação sexual. A chouriça é sempre redonda e o chouriço é sempre fálico. :)

3Picuinhas disse...

é pá a falta que me fazia uma garrafa de tinto (dispenso a chouriça) e uma noite de conversas como esta....

3Picuinhas disse...

é pá a falta que me faz uma garrafa de tinto (dispenso a chouriça) e uma noite de conversas dessas...

bagaco amarelo disse...

3picuinhas, eu percebo bem isso. :)

C disse...

Eu acho que a tua amiga devia desenjoar mesmo. Mas corria o sério risco de não querer voltar...ou o contrário, podia perceber o quão bem estava, afinal. Mas há coisas que, de facto, têm de ser vividas. Portanto, estou de acordo com a Daniela: opto pela 4.ª (vergonhosa, desonrosa, pouco dignificante mas deliciosa) opção.

Anónimo disse...

Ena Pá. São quase 11 h e estou cheio de boa sabedoria!
EJantos

Eu gosto d'opinar disse...

Uma garrafa de vinho e um chouriço, não solucionam problemas, mas às vezes fazem-nos esquecer...nem que seja por umas horas! :)

bagaco amarelo disse...

c, lol. :)

ejsantos, é uma boa hora para isso. :)

Eu gosto d'opinar, exacto... e isso até pode ser o princípio duma solução. :)

C disse...

O problema não está no tempo, está na intensidade. Boa companhia e boa comida relembram que há formas de reinventar momentos inesquecíveis,coisas inexplicáveis que não têm que ser colocadas, pelo tempo, em segundo plano. Se a tua amiga conseguir ver (com todos os sentires) estas coisas no futuro, estará bem.

Mas também acho que mais vale tentar e arrepender-se do que passar toda vida e descarregar nela (e nos outros) o "what if"

bagaco amarelo disse...

c, eu concordo contigo. :)

Dani disse...

um clássico! acho que as pessoas deveriam conversar mais sobre isso.