7.13.2010

respostas a perguntas inexistentes (96)

Troquei o carro pela bicicleta. O carro vai ficar apenas para as deslocações em que não exista outra solução. Ontem, por exemplo, fiz cerca de dez quilómetros em Aveiro a andar de bicicleta e hoje fui para o trabalho de bicicleta também. É bom para o planeta, bom para a minha saúde e para minha carteira. É bom para todos.
O facto de ser bom para a minha saúde não é apenas pelo exercício físico que faço. Reparei que sou muito menos ansioso quando ando de bicicleta, talvez por não ter um acelerador que me coloca em poucos minutos do outro lado da urbe. Menos ansiedade significa, no fundo, que me relaciono melhor com a cidade quando me desloco. Não chamo nomes a ninguém por fazer rotundas por fora nem desespero por não ter onde estacionar.
A ansiedade é uma das roturas principais entre pessoas que se amam e que por ela às vezes se deixam de amar. É a ansiedade que faz com que sintamos que a pessoa que amamos não chega para nós, e nem sabemos porquê. Mas chega. Basta andarmos de bicicleta na relação que temos com ela e não de carro.

30 comentários:

Fatyly disse...

Compraste um capacete?
Fazes bem e é uma das soluções para a ansiedade cujos comportamentos podem exceder os limites e até numa relação!

Gostei imenso!

Caia disse...

Confesso que sou preguiçosa, mesmo muitooo preguiçosa! Isso implicaria acordar mais cedo e largar a minha almofada que tanto estimo, uns bons 45 minutos antes do habitual!

Nahh!!

bagaco amarelo disse...

caia, lol... :)

fatyly, comprei capacete, sim. Obrigado. :)

rafael disse...

Amigo Portugues, eu moro em Porto Alegre, Rio Grande do Sul no Brazil, eu estive por Lisboa, Londres, Paris, Berlim e vi muitas muitas bicicletas o que nao eh uma cultura por aqui, alias aqui existem MUITOS mais carros que por ai (tirando Berlim), mas o fato é onde moro e onde trabalho é inviavel bicicleta, a geografia da cidade eh bastante acidentada em morros o que torna ciclovia um inferno, e pra completar estes politicos corruptos ao inves de investir em meios publicos DECENTES de locomoção preferem nos roubar impostos e socar em nossa bunda hahaha, otimo blog! acompanho sempre! Abraços!

EU SOU EU disse...

SIMPLESMENTE BRILHANTE PARÁBOLA... REALMENTE AS RELAÇÕES É ASSIM MESMO...
E SE ME PERMITES DIZER...HÁ 6 OU 7 ANOS QUE SOU BLOGUISTA...E NUNCA ENCONTREI UM TEXTO TÃO "CURTO" MAS QUE DIZ TUDO E QUE ME IDENTIFICO EM CADA PALAVRA..

bagaco amarelo disse...

rafasel, percebo bem o que dizes, a sério. :)

eu sou eu, obrigado. :)

Cátia disse...

Andar de bicicleta tem o mesmo efeito em mim. Acalma-me a intensidade com que passo nesta vida.
É muito bom, ajuda bastante.
Se passo um dia sem os meus 15,2 Km contadinhos a dedo nem pareço a mesma. lol
E vicia! Se todos os vicios fossem como este.
E tenho a sorte de viver num sítio em que o posso fazer (Alentejo). Quando vivia no concelho de Sintra, com tanta serra era impossível.

Em relação à ansiedade relacional, bom... guilty as charged. :D
Não me pronuncio. Hehe

Beijos :)*

bagaco amarelo disse...

cátia, deixa-me dizer-te que conheço bem Serpa e que a adoro. É também um bom sítio para andar de bicicleta... mas... 15,2 km por dia? Eu ontem fiz dez e já estava para morrer... a ver se me ponho em forma. :)

Cátia disse...

Vivo muito pertinho de Serpa.
Bom, sempre andei de bicicleta, desde miúda. Nunca a consegui largar, mas hoje em dia preciso ainda mais desse escape. A idade não me traz calmia, tenho que me manter à tona da sanidade mental. lol
Ao fim de um tempo habituas-te, e o corpo começa a pedir por esse esforço. Quando não puderes andar vais ver a que me refiro. :)

bagaco amarelo disse...

cátia, no últimos ano fui cinco vezes a Serpa, creio eu, e nunca me apercebi que houvesse qualquer coisa perto de Serpa. Para mim é tudo longe, mas percebi que para os alentejanos é tudo 'já ali' mesmo que fique a 50 quilómetros de distância. talvez andem mais a bicicleta do que eu e fazem muito bem.
Serpa é das cidades onde já me senti melhor até hoje e não me importava nadinha de viver lá, excepto talvez pela falta de mar. Quando me habituar mesmo à bicicleta talvez ainda a leve até lá. :)

Planeta M (Marlene) disse...

Se não fossem os meus escapes com a minha scott todo-o-terreno já tinha enlouquecido... Há mesma velocidade com que corto o vento tb corto o que me inquieta!

Planeta M

Cátia disse...

A minha vila fica a 15 Km de Serpa, muito perto, portanto! E é um percurso que eu e a minha bicicleta já fizemos, mais que uma vez, ida e volta.
E sim, os alentejanos têm essa percepçao de ser tudo "já ali", devido às distâncias com que sempre viveram, de tudo.
Eu tenho sofrido bastante com a ausência do mar, mas acho que outras coisas vieram ocupar um pouco o seu lugar.
Sem contar que temos a praia fluvial da Mina de S. Domingos, ali em Mértola.
Não tem sabor a sal, mas tem sabor a Alentejo. ;)

bagaco amarelo disse...

Planeta M, eu tenho uma bicileta qye não dá para essas coisas. é citadina... :)

cátia, uma vez, à sorte, fui a uma aldeia lá perto. entrei naquela estrada que passa em Serpa e saí na primeira à direita, mas já não me lembro do nome da aldeia. estive lá num café junto à estrada nacional.
obrigado pela praia, tenciono ir a algumas praias fluviais este ano. :)

GiGi disse...

Hummmm, vai ficar gostosão, heim! :P

Bons passeios!

C disse...

Expectativas, incertezas, o que há-de vir... as bicicletas dão outro sentido ao presente e são um presente com futuro.
A única ansiedade que gosto (verdadeiramente) é a do Nat King Cole. Curiosamente faz parte do passado.

SMC disse...

E como se anda de bicicleta numa relação? Gostaria muito de saber... Uma resposta que merece um post... Penso eu... Ou talvez não.
Sara C.

bagaco amarelo disse...

gigi, claro que vou, lol. :)

c, também gosto da ansiedade do nat... e não tem que fazer parte do passado, pois não? :)

sms, se no trânsito te deixas de chatear com quem conduz diferente de ti, numa relação deixa de te chatear por causa da caneca vertida na mesa da toalha e tenta aproveitar tempo também para ti. só para ti... :)

sophie disse...

Pois...
E nós que às vezes queremos andar em "carros topo de gama", para chegar mais depressa...
Vou tentar andar menos de carro e mais de bicicleta...
Na Vida e no Amor...
É que assim aproveita-se o melhor da Vida e do Amor!

MissPiggy disse...

Experimenta andar de bicicleta aqui na baixa do Porto...lol...se sobreviveres, anda cá contar-me dos níveis de ansiedade e de quantos insultaste pelo caminho...vivi uns meses na holanda e andava de bicla para todo o lado, só tem vantagens, mas aqui certamente não o posso fazer.

MissPiggy disse...

Ah! Além de que eu trabalho na ribeira e venho da parte alta da cidade...a descer a coisa ainda ia, mas depois a subir...ui, ui...

bagaco amarelo disse...

sophie, exactamente. :)

miss piggy, então e o funicular dos guindais? :)

MissPiggy disse...

O funicular dos guindais faz Batalha-Ribeira e vice-versa....e o resto?!?! =)

bagaco amarelo disse...

misspiggy, exactamente. com o funicular já estás lá em cima e já não tens que subir a Ribeira toda. depois é bicicleta e no metro podes levá-la sem pagar extra. :)

Ana, Dona do Café disse...

não pode! :D
Vamo-nos cruzar por Aveiro agora, tem que ser! Sim, porque comprei uma elops city bike toda jeitosa para me deslocar por Aveiro nos próximos tempos..
no entanto, cuidadinho, sou má a medir distâncias e tenho um bocado dos carros me darem toques... :D
TriiimTriiimmm
beijinho

LittleHelper disse...

Tens sorte em ter uma cidade "direitinha"...

My Wishing list: Mudar-me para uma cidade mais plana.

Fazes bem. Continua assim.
Abraço,
Z

bagaco amarelo disse...

ana dona do café, a minha bicicleta foi aproveitada... hum... do lixo. mas tem uma mudanças e luzes novas. :)

little helper, admito que sim... Aveiro nisso é uma cidade óptima. :)

Ana, Dona do Café disse...

ui, quitaste a bicla :P tem néons e sistema de som incorporado? A minha velhinha tá num estado horroroso com fuligem de anos e anos e, bestial, perdeu-se a chave do cadeado que a prende a uma outra, ou seja...ainda nem saiu da garagem da minha casa antiga! :P Um degredo.. Tive que comprar uma nova mas é muito 'gaja', cestinho e perlimpimpins e vai ter kit 'urgências' tipo toalhetes para se me sair a corrente, lenços,... é tipo carro mas com menos espaço lol :D Um dia cruzamo-nos por aí!
beijinho

bagaco amarelo disse...

ana dona do café, lol... o cadeado parte-se na boa. a minha não está muito quitada, não, mas ainda lhe vou pôr uns reflectores nas rodas. depois, quando tiver paciência para a desmontar, pinto o quadro :)

sem-se-ver disse...

vivesse eu numa cidade plana, como tu, e faria o mesmo. a sério.

bagaco amarelo disse...

sem-se-ver, viver numa cidade plana é um valor acrescentado, sim. neste aspecto pelo menos. :)