7.07.2010

respostas a perguntas inexistentes (94)

Uma gota de suor percorre-lhe o rosto. Que este calor é um exagero, diz ela. E ele concorda. Ficam os dois a olhar para o céu durante alguns segundos, como se dali pudesse vir uma boa notícia qualquer, que é como quem diz algum vento fresco, ainda que fraco. Mas do céu não vem nada só por olharmos para ele, pois não? Não. E ele desvia o olhar para o perfil dela.
Ela espera que venha alguma coisa do céu, ele espera que venha alguma coisa dela. Mas dela também não vem nada só por olhar para ela, pois não? Não. E ele desvia o olhar para a garrafa de cerveja. Bebe-a, à cerveja e à sede que tem de se deitar com uma mulher que continua a olhar para o céu.
Há alguns meses que começaram a sair juntos, depois de se terem conhecido numa sessão do ginásio onde conversaram sobre eles mesmos. Ficaram a saber aquilo que se quer sempre que o outro saiba quando se está divorciado: que ambos têm filhos. Consideraram-se automaticamente compatíveis e logo no dia seguinte jantaram na casa dele. Desde então que andam assim, ela a olhar para o céu à espera que venha qualquer coisa, ele a olhar para ela à espera que venha qualquer coisa.

15 comentários:

Thiago disse...

essa qualquer coisa deve partir do homem, nao da mulher.

o que leva a crer que ele é um lerdo.

Antonio Branco disse...

emocionalmente continuaria a olhar para ela. racionalmente far-me-ia de céu.

Tulipa Negra disse...

Ela a olhar para o céu à espera que venha qualquer coisa dele. Porque convém um ou outro decidir-se e despachar-se antes que um dos dois se farte de esperar.
Beijinhos

Brandie disse...

Isso é muita espera e pouca acção!!!

bagaco amarelo disse...

thiago, ele é lerdo e ela não? há aí algum complexo de inferioridade de género... :)

antónio branco, boa... não me posso esquecer dessa perspectiva. :)

tulipa negra, às vezes é, de facto, assim. :)

brandie, é uma incerteza. :)

um cigarro. disse...

podem falar do céu.
isso pode fazer com que um deles apanhe coragem e, a meio da conversa, pergunte ao outro se quer que o/a leve às nuvens :)

Anónimo disse...

É tão difícil termos tanta coisa para dizer e ficarmos em silêncio, as vezes para nos protegermos outras para proteger.

Beijo x
P.S.

Silk disse...

Claro que ela olha para o céu!
Está a rezar para que ele tome uma atitude em vez de tomar cerveja!

Sentimento de Mim disse...

Mais acção nisso!

Gata Preta disse...

Porra, flores e chocolates... Um ramo embaraçosamente grande, daqueles que fazem corar a cal... que é como quem diz, um acto de coragem.
Eu sei que ele olha. Sei que continuo a olhar para o céu, mas no fundo só olho para o céu porque preciso de um motivo suficientemente forte para deixar de olhar apenas para o céu. Metafóricamente... um ramo embaraçosamente grande. Cada uma tem o seu ramo, agora vá-se lá saber qual é o dela! As tantas é alérgica a flores!
;)

Fatyly disse...

Senti várias emoções e não as consigo descrever...talvez apenas que a incerteza é inimiga da felicidade e da entrega. Ambos deviam olhar na mesma direcção porque essa de "ele só olhar para ela e ela para o ceú"...não sei!!!

Obrigado por tudo já que me fazes pensar!!!!





Um à parte sorridente...Também "espero que venha qualquer coisa"...mas nunca do ceú de onde sou bombardeada quase sempre por dejectos passarais (existe este termo?) devem julgar que os meus cabelos todos brancos são o mais belo alvo! Ontem depois de uma noite mal dormida com as netas e um dia de paródia com ela, fui ver o mar e eis que uma gaivota...minha nossaaaaa...só a mim!

Olga disse...

É só até ao dia em que se fartam de olhar um para o outro.

EJSantos disse...

"Desde então que andam assim, ela a olhar para o céu à espera que venha qualquer coisa, ele a olhar para ela à espera que venha qualquer coisa"
Caramba, deixem-se de cerimónias!...

Paula Raposo disse...

Pois...mas assim é que não acontece mesmo nada!

bagaco amarelo disse...

um cigarro, lol. bem visto. :)

anónima, olha... é isso mesmo, sim. :)

silk, e não toma ela porquê? :)

sentimento de mim, :)

gata preta, lol... às vezes isso não chega. :)

fatyly, lol. não deixa de ser uma prenda do céu... :)

olga, pois é. :)

ejsantos, isto não são sempre cerimónias. :)

paula raposo, às vezes é o melhor. :)