1.29.2010

conversa 1411

Ela - Às vezes não sei se o meu marido me acha boa ou má na cama.
Eu - Acho que um dos maiores erros na cama que já vi, e que também já cometi, foi partir do princípio que uma boa prestação sexual passa apenas por um grupo de técnicas ou truques. Não passa...
Ela - Passa por quê, então?
Eu - Na verdade nem sei bem por onde passa. Sei que já tive sexo mau, sexo assim assim e sexo bom. A única certeza que eu tenho é que no sexo a dois ambos saem sempre com a mesma sensação: se foi mau para um, foi mau para o outro; se foi assim assim para um, foi assim assim para o outro; se foi bom para um, foi bom para o outro.
Ela - Não acho que seja bem assim...
Eu - Estou a falar duma relação equilibrada, claro. Não duma relação em que um é uma espécie de dono do outro...
Ela - Ah! Então deve ser isso...
Eu - Isso o quê?
Ela - É que eu sou uma espécie de dona do meu marido.

15 comentários:

Red disse...

loool

(ao menos que seja uma dona com chicote e algemas, talvez ele não se importe :P )

bagaco amarelo disse...

red, lol lol lol lol. :)

susana disse...

Nem sei se ria ou chore... :) Fico com curiosidade de conhecer os protagonistas destas conversas!! Só para confirmar que há realmente pessoas assim!! :)

Anónimo disse...

Casada e tem essa dúvida..........? Por favor!!!

N.

VDinis disse...

Epá, é ela que veste as calças lá em casa! xD

bagaco amarelo disse...

susana, há pessoas mais originais do que isto. acredita. :)

N. hum... é possível, sim. :)

VDinis, lol. :)

Anónimo disse...

e eles até gostam q elas sejam as suas donas

Bichana disse...

Eu cá não acho que quando é bom para um seja necessariamente bom para o outro...

Quanto a ser dono do parceiro, essa história não dá para mim.

Malena disse...

Sugere-lhe que faça do marido um "submisso"! Assim, ela pode ser a "dona" à vontade e nem tem que se preocupar se ele a acha boa na cama!
Bolas p'rá rapariga!

bagaco amarelo disse...

anónimo, não acho.

bichana, para mim também não. :)

malena, às tantas já é. :)

susana disse...

Pois...! N estava a falar de originalidade, mas sim de surrealismo! :)

Anónimo disse...

Quando era casada, lembro-me de pensar a mesma coisa em relação ao meu marido mas isso aconteceu numa fase de falta de auto-estima da minha parte.

bagaco amarelo disse...

susana, pois... lol. mais surrealistas do que isto também há... :)

anónimo, compreendo bem. se calhar por isso é que já não és. :)

Anónimo disse...

Pois respondendo a conversa,o problema e esse mesmo ficar preocupada se e ou nao boa na cama, como se fazer amor fosse uma actoacao no Coliseu, sexo e para sentir se sentiste prazer foi bom e tenho a certeza que foi bom para o outro lado tambem, mas se ficarmos preocupados com a nossa "actuacao" ai nao tem nada a ver com sexo ou amor isso e outra coisa que pode muito bem ser chamada de necessidade de poder dominador.
Anonima Catarina

bagaco amarelo disse...

anónima catarina, concordo. :)