12.11.2008

vaca gorda

A Oprah Winfrey, aquela apresentadora de televisão super conhecida que apresenta um programa com o próprio nome: Oprah Show, já pesou mais de cem quilos, depois fez dieta e passou a pesar setenta e agora está de novo acima dos noventa. Por causa disso diz que está angustiada e que se sente como uma vaca gorda. [ver link]

Ora bem, em primeiro lugar tenho a dizer à senhora Oprah que ela não tem o direito de ofender as vacas que, em abono da verdade, quando estão gordas se sentem muito bem. Em segundo lugar gostava de lhe dizer que me estou perfeitamente nas tintas para os problemas de gordura da moça e que escusa de andar a chorar por tudo quanto é revista por causa disso. Vá mas é trabalhar!

De qualquer maneira, e caso essa tendência bovina se mantenha, aconselho-a a ir para a Indía e converter-se ao hinduísmo. É que lá as vacas são sagradas e intocáveis, apesar da fome que alastra pelo país. Ele há cada uma... vá mas é trabalhar!

42 comentários:

Mendes disse...

Bagaço, não tem nada a ver com adiposidade bovina, mas olha só que eu descobri agora no youtube (foi o google alerts que me avisou)

Já nem me lembrava bem!

Surrealismo televisivo:


http://www.youtube.com/watch?v=8CrBGH30FPU

(eu sou o barbudo da guitarra)

Abraços!
Espero que estejas satisfeito com o monstro que criaste!

Sayuri disse...

O mais engraçado é que nos seus programas, ela continuamente promove a auto estima e o amor próprio, no matter the weight!

zeni disse...

Se soubesses mais sobre esta senhora, não dirias "vá mas é trabalhar". Esta senhora tem muito mérito, tem feito muito pelos mais carenciados, não só através da produtora que possui, como através da própria conta bancária, como por exemplo, financiando os estudos de muita gente.

E quanto às questões de peso em excesso, muita gente sofre com isso e ela será apenas mais uma. Mas sendo quem é, não pode dizer nem fazer nada que não seja publicado nas revistas! E isso sim, é de lamentar...

Francesa disse...

Lol! Eu gostei da interpretação dela na "cor púrpura", de resto, essa senhora não me diz nada e não percebo pq tem tanto sucesso. Não sinto qq compaixão pelo seu problema de peso. Ela deveria passar uns dias na Etiopia para descobrir o segredo para se manterem tão magrinhos.

Liana disse...

LOLOLOLOLOL

Cheila Pacheco disse...

Pra que tanta agressividade? Ela so passou para uma revista aquilo que 99.9% das mulheres diz uma ou mais vezes ao longo da sua vida... Coitada lol

pedro disse...

viste isto: http://www.planderetornovoluntario.es/index_uno.html

vivo em Espanha e, qdo vi o cartazes deste programa, fiquei com pele de galinha...

bagaco amarelo disse...

mendes, ena... a versão acústica da melhor música do mundo, e com miúdas giras e tudo com muito sentimento. :)

sayuri, e uma vez vi um programa dela com mulheres gordas que gostavam de o ser. :)

zeni, as ajudas que esta senhora dá ou deixa de dar não me interessam mesmo nada. é uma das gajas mais ricas do mundo (em dois anos lucrou 185 milhões de euros com o programa) com base num starsystem que eu abomino. mas gostei do "muita gente"... é sempre bom saber que a hipocrisia ajuda "muita gente". :)

francesa, lol. exacto. :)

liana, :)

cheila pacheco, agressividade?! ela é que foi agressiva com ela mesma, sem perceber que estava a ser agressiva com o mundo. :)

pedro, filhos da mãe. não tenho muito mais a dizer. :)

Anónimo disse...

Costumo ler este blog com assiduidade e devo dizer que este post foi um pouco infeliz. Não só porque criticou uma coisa que, aparentemente, suscitou curiosidade suficiente para comentar de forma maldosa, como faz alusão (ainda de pior forma!) à relação com as vacas na Índia. Este último ponto faz parte de toda uma religiosidade que desconhece como, pelos vistos, desconhece a Oprah.
Já agora mais lhe digo. Atente no seu país. Comece por aqui... No jornal diário global de hoje, surge como recorte de noticia do jornal 24H, algo deste género - o cão alvejado pelo dono durante caçada ainda se encontra no hospital mas está em recuperação...
Isto sim é decadência...

Bem Haja!=)
Cláudia

bagaco amarelo disse...

cláudia, olá. sim, tens razão, foi comentado de forma maldosa ou, como diria o diácono remédios, com malícia. Contra as vacas da Índia não tenho nada. Aliás, embora seja ateu, simpatizo mais com religiões politeístas do que com as monoteístas ocidentais. Com uma gaja milionária, que sabe que é líder de opinião, e que decide chamar "vaca gorda" a si mesma sabendo que há muitas mulheres gordas a ve-la, só antipatizo.
De resto, não percebo a relação com notícia do 24 horas. Porque me apetece falar numa coisa não sou obrigado a falar noutra mesmo que a ache triste. :)

zeni disse...

Desta vez estás enganado..não é hipocrisia. Ela usa precisamente o
"starsystem" para ajudar e ajuda mesmo, não é só conversa.

bagaco amarelo disse...

zeni, é a tua opinião. tens direito a tê-la. não é a minha... :)

Salseira disse...

Não é uma mulher como a Oprah dizer na televisão que se sente uma “vaca gorda” que faz uma mulher gorda sentir-se mal. O desgosto da Oprah a mim causa-me simpatia, a mim que, felizmente, não sou gorda mas que estou longe dos cânones de beleza de hoje em dia. O que não senti da tua parte foi nenhuma simpatia por quem se sente mal consigo própria.

Quanto ao dinheiro que ela tem…porque é que isso te incomoda tanto? Uma invejazinha? ;) Todos os que, por exemplo, têm acesso à Internet têm mais que “muita gente” neste Mundo. Quantos de nós ajudamos essa “muita gente”? Ela tem muito mas ajuda como pode e como sabe. Temos que fazer uma contabilidade de quanto ela ganha e gasta com os outros para saber se tem direito ao Reino dos Céus?

Não acho que a Oprah precise de um advogado de defesa mas este post foi, aparentemente, tão ao lado dos outros todos que me deixou irritada.

bagaco amarelo disse...

salseira, lol... ainda bem que não me podes bater... :)

zeni disse...

Sim, Bagaço, não te quero "impingir" a minha opinião. O que está patente nestes meus comentários é que por vezes mandamos umas "larachas" que infelizmente não correspondem à verdade. A sério, vai procurar saber um pouco mais sobre esta senhora.

bagaco amarelo disse...

zeni, não vou porque eu estou-me nas tintas para a senhora. ela pode ser giraça, e é mesmo, e até te pode ter convencido que é boa pessoa e sê-lo mesmo, mas faz parte dum star system que eu não gosto, dum enquadramento político que eu não gosto e dum contexto social que eu não gosto. :)

zeni disse...

Bagaço, tens todo o direito de não gostar. Mas estar-se nas tintas para o que não gostamos, simplesmente virar as costas, é assim como quem não vê e os grandes problemas deste mundo, a começar pela intolerância, é feito disso, desse "virar as costas".

bagaco amarelo disse...

zeni, acho que te estás a passar um cadito com isto.... mas pronto. A Oprah ser gorda não é um grande problema deste mundo, eu estar-me nas tintas para ela também não é um dos grandes problemas deste mundo. Aliás, a Oprah chamar-se a ela mesma vaca gorda não é um dos grandes problemas deste mundo.

joaninha versus escaravelho disse...

Está a parecer-me que tens mais sucesso quando te fazes parecer de tolo. lol
Não querendo tomar o partido de ninguém, porque não voto, acho que temos todos direito à nossa opinião. Podemos não estar de acordo com o que é dito nos blogs, na imprensa, nos livros, na tv... mas temos que respeitar a opinião dos outros. Além do mais todos sabemos que és de esquerda... :)
Os blogs são a melhor invenção para o "people" se poder expressar à vontade e publicamente. Aqui podemos escrever tudo o que nos vier à real gana.

Eu gostei do post! :)

joaninha versus escaravelho disse...

Já agora posso fazer uma questão
aos leitores que não gostaram deste post?
Que fazem activamente para mudar o mundo além de reciclarem?
Só para saber. Sou muito curiosa... :)

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, sim, também vejo os blogues assim... e este post é só um post sobre uma gaja que se chamou a ela mesma vaca gorda. Para mim a Oprah é tão importante como a vizinha duma pessoa que eu não conheço de lado nenhum e que vive no Laos, ou seja: nada. :)

Salseira disse...

Eu também acho que os blogs são espaço de liberdade. Quem publica posts tem liberdade de escrever o que quiser e quem comenta também. Com dois princípios inerentes: a nossa liberdade termina onde começa a dos outros e o criador do blog pode optar por não colocar os comentários.

Joaninha,
Faço menos do que poderia fazer é um facto. Por isso admiro todos aqueles que fazem mais do que eu.

Bagaço,
Para mim a Oprah é tão importante como a vizinha duma pessoa que eu não conhço de lado nenhum e que vive no Laos, ou seja: tudo como Pessoa que é!

Ah... também sou de esquerda! A não ser que ser de esquerda signifique mandar a Oprah, que é apresentadora de profissão, trabalhar ou achar que ela e a vizinha da pessoa que vive no Laos e eu não conheço não são importantes. Se isso for ser de esquerda... então não sei o que sou...

Bagaço, claro que tens o direito de não publicar este comentário. Não quis acrescentar achas à fogueira mas apenas dar a minha opinião sobre o que foi dito.

bagaco amarelo disse...

salseira, lol, ainda bem que és de esquerda. com que então és tu que és de esquerda... e não, isso não significa mandar a Oprah trabalhar. quando muito significaria o contrário. eu publico sempre comentários que não sejam ofensivos.
agora... vejam a etiqueta do posto, please. :)

Francesa disse...

Eu tb gostei do post... Percebi o sentido que lhe quiseste dar. Mas é o problema das coisas escritas, nao se percebe "em q tom são ditas".

bagaco amarelo disse...

francesa, sim, tens razão. De qualquer maneira tenho a certeza que a Oprah não se vai chatear comigo... :)

joaninha versus escaravelho disse...

Estou de pleno acordo com a Francesa.
Por isso não gosto nada de enviar sms...
Às vezes não percebem quando estou a brincar ou a falar a sério. Já para não dizer quando estou a ser mazinha...lol
Bagaço acho que não tens que te explicar muito.
Então aquela do Laos... ahahahah desculpa... mas continuo a rir...É nestes momentos que percebo que somos todos diferentes. Uns mais que outros... Ainda bem! :)

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, é que tenho um fetiche enorme pelo Laos, por causa das mulheres-girafa que são muito mais giras do que as mulheres-girafa do Vietname ou da Tailândia... :)

joaninha versus escaravelho disse...

ahahaahahah vê lá se te calas.... :)

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, eu até me calo... mas não deixa de ser verdade. :)

subtilezas disse...

bagaço: caguei, tens toda a razão! os pobrezinhos la la la...

a hipocrisia vende bem.

bagaco amarelo disse...

subtilezas, é tipo a solidariedade do Lions Club não sei de onde. São uns tipo que oferecem uma cadeira de rodas a um triste qualquer, tiram fotografias com ele a bater palminhas e depois fazem alto fds num Hotel para celebrar a coisa... :)

MS disse...

Se ela se sente uma vaca gorda deveria vender todos os direitos de transmissão dos seus programas à National Geographic. É um escândalo que passem programas de animais na Sic Mulher.

João Mendes disse...

Não querendo de maneira alguma forçar-te a mudar de opinião, caro bagaço, até porque compreendi perfeitamente o que quiseste dizer com o escrito (o facto de uma mulher que comanda massas femininas a chamar-se vaca gorda não foi mesmo nada decente), acho que estás a ser um pouco intransigente. Eu partilhava a tua opinião sobre a Oprah, mas, um dia decidi ver umas quantas coisas sobre ela ao saber que ela é considerada "the most influential woman in the world". E descobri que realmente a palavra filantropia é bem aplicada. Daí respeito a senhora, compreendo que saídas infelizes todos nós temos, o único mal aqui é exactamente a influência que Oprah tem junto das mulheres, especialmente junto daquelas com uma auto-estima mais baixa e, por isso, a sua declaração tem um potencial de destruição imenso.

pieces of me (Luna) disse...

eu gosto da sra... nao sejas assim

bagaco amarelo disse...

MS, lol lol...

joão mendes, eu não tenho um ódio de estimação para com a Oprah. Aliás, acho-a uma muklher muito bonita, gorda ou não. De resto não a acho mais nada... acho é que se confunde muitas vezes filantropia com misericórdia. :)

pices of me (Luna), eu gosto da Cornélia. :)

Jo disse...

é inegável que é extremamente bonita ;D

joão mendes disse...

creio que nao assinei o último comentário.
joão mendes

bagaco amarelo disse...

Jo, isso é verdade. :)

joão mendes, assinaste. :)

indigente andrajoso disse...

olha que não és o único que não compreende as mulheres...

o que práqui vai...

bagaco amarelo disse...

indigente andrajoso, não sou o único, de facto... e ainda bem. senão começava a pensar que era de mim, lol. :)

João Mendes disse...

não, não assinei pq o "jo" sou eu, joão mendes. só que dei enter antes de escrever todo o nome.

bagaco amarelo disse...

joão mendes, ok. :)