12.17.2008

conversa 1109

Ela - Se pudesses escolher um presente de Natal qualquer, o que é que escolhias?
Eu - Escolhia nunca mais haver Natal.
Ela - Vou acabar de tomar este café, levantar-me e sair, e depois só te quero ver em Janeiro. Gosto demasiado de ti para te responder o que tenho para te responder...
Eu - Tem calma...
Ela - Estou a tentar ter...

32 comentários:

Sayuri disse...

Seria um bom presente! Oferecer prendas a quem nós realmente queremos, quando nós realmente queremos... :)

Rocha disse...

Boas Bagaço
comprei hoje o teu livro...
o pessoal da bertrand do dolce vita port viu-se as aranhas para encontrar o livro looool
ja conheço grande parte dos dialogos mas é sempre um prazer ler aquelas perolas lol
abraço

A lés de mim disse...

E não lhe desejaste que "Entrasse com o pé direito" no novo ano???

Erro fatal meu caro...

bagaco amarelo disse...

sayuri, exacto. era bem melhor. :)

rocha, lol... já percebi que em alguns casos parece que estamos perante um livro raro... :)

a lés de mim, :)

joaninha versus escaravelho disse...

tchiiii... Muito radical esta tua posição quanto ao Natal. Já falámos sobre as nossas posições religiosas, mas pelos vistos temos atitudes diferentes de aceitação.
Até parece que o Natal te provoca. É só mais uma religião no meio de tantas...
Não podemos ser ambíguos.
Se somos "à frente" em questões novas e as aceitamos porque são diferentes, temos que ser capazes também de aceitar as heranças e saber conviver com elas. Mesmo que as achemos retrógradas e contra-evolução/revolução.
Eu, não sou homossexual/lésbica e aceito-os. Não sou católica e aceito-os. Não sou muçulmana e aceito-os. Etc... Não pretendo de forma alguma exterminar tudo o que é diferente de mim. :)

No entanto, custa-me a acreditar que reajas assim tão mal a alguns temas. Quero dizer, às vezes parece-me que só estás a provocar as pessoas... :) Engano-me?

Salseira disse...

Eu adoro o Natal! E adoro oferecer prendas! :D Compro cada uma delas com a atenção devida que cada pessoa me merece. É um prazer passar horas numa livraria, quase sempre numa livraria, à procura da prenda certa.

Mesmo com Natal posso oferecer prendas quando quero e a quem quero. :)E o Natal sempre me traz o subsídio de Natal que ajuda a mimar as pessoas de quem gosto... inclusive a mim própria! :)

Adoro a música, as luzes, os cheiros, os ambientes, a viagem de Lisboa até ao Porto para ir ter uma noite especial com a família. Etc, etc. :)

Beijos com espírito natalício!! :D

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, o natal não me provoca, satura-me. mais nada... Também não acho que tenha alguma coisa a ver com a homossexualidade. Eu não sou homossexual e não os aceito, porque nem sequer os tenho que aceitar ou não. Não sou ninguém para aceitar ou não um homossexual. Apenas acho que a orientação sexual de outra pessoa não é minimamente importante para a sociedade civil e não me diz respeito. :)

salseira, ainda bem que há quem goste. e ainda bem que ainda há quem tenha 13º mês. boa noite de natal, então. :)

joaninha versus escaravelho disse...

Tens razão quanto à homossexualidade no contexto, mas foi um exemplo, da diversidade entre os homens, que arranjei. Peço-te desculpa se foi mal escolhido. Mas a sociedade civil não é a única coisa importante no mundo, para mim, e entendo que todos temos o direito de pensar. Aceitando ou não. Dizendo "alto" as nossas opiniões ou não. Mostrando ou não por actos ou palavras o que somos e pensamos.
Mas se és de opinião de que só nos podemos exprimir acerca do que nos diz respeito, realmente a tua opinião também não me diz respeito. Peço desculpa uma vez mais, desta por ter invadido o teu espaço.

SunGod disse...

eish... bagaço também foste, á falta de melhor palavra agora, um bocado "grunho"... então isso é coisa que se diga a alguém que, ao que parece, gosta de ti e só te perguntou para saber o que te faria feliz???
tss tss... depois não percebes as mulheres lol

quanto ao natal...é como já disseram, quem gosta gosta, quem não gosta não gosta... e como tal as opiniões não passam disso mesmo, opiniões, embora algumas é melhor guardar para nós mesmos :D

SierraMaestra disse...

Concordo em pleno com o escaravelho versus etc, de facto uma posição muito radical, apesar de não nutrir a maior simpatia pela época, pois trata-se do maior apelo ao consumismo no ano, na verdade a ideia de poder estar com as pessoas de quem gosto da minha família, faz do natal também uma boa data...Penso na minha humilde opinião que deverias extremar menos a tua posição em relação ao natal, pois mesmo com todos os contras ainda lhe encontro algumas vantagens...(sem falar nalgumas iguarias que só nesta época sabem bem)

:-)

Anónimo disse...

Tou contigo!Por mim, dormia no dia 31 de Novembro e só acordava a 5 de Janeiro...detesto a época!

Recuso-me a ir a centros comerciais nesta época, a ouvir musiquinhas de Natal (como são irritantes!) e a embarcar no consumismo desenfreado de quem parece não ter mais onde gastar o dinheiro do que comprar o presentinho para a sobrinha da avó da prima do cunhado...

E a falsa solidariedade da época? Ui...

Aliás, não me surpreende que esta seja a época em que há mais suicídios...eu, se soubesse que renascia a seguir, suicidava-me todos os Natais...

Maria João

Ana Camarra disse...

Pronto eu gosto muito do Natal, não por questões religiosas, se eu teu desejo fosse não existir mais Natal para ti tudo bem, se generalizasses ela teve muita calma! Eu não tinha!

subtilezas disse...

ora mais uma vez ivar partilhamos formas de estar.

mas vamos por partes:
para mim o natal nada tem a ver com religião. antes tivesse. tem a ver com consumo mas de uma forma encapotada. ou seja, vamos ser todos muito bons uns para os outros e vamos comprar cenas para o mostrar. em suma: hipocrisia. ora se eu mandasse não seria radical ao ponto de acabar com o natal (por muito que tivesse essa vontade). quem o quer viver que o viva. eu só gostava de ter a liberdade de escolher não fazer este natal. mas não posso, porque há os jantares de empresa, a família cobra te de todas as formas e feitios e de facto o único reduto onde ainda posso ser "eu" e decidir não comemorar esta festividade é na esfera dos amigos. e natal nada tem a ver com religião, mas nadinha mesmo, ou muito muito pouco. nem foi nessa data que jesus nasceu! trata se de uma comemoração do solstício de inverno, depois a igreja católica resolveu usurpar se da cena e depois a coca cola achou que devia vestir o pai natal. é isso. eu goso de dar presentes, gosto também muito de receber, gosto de ser solidária e preocupo me com a especie humana e com o planeta que habitamos, mas por favor não me façam o calendário!

é só isso*

Fá disse...

Tens as tuas razões para não gostar do Natal...eu já gostei...

subtilezas disse...

ah e só mais uma couzinha em relação à religião, ou às religiões: desde sempre a religião é a causa de quase todas as guerras. mas agora no natal somos bonzinhos e há tréguas. não é isto o cúmulo da hipocrisia? enfim...eu às vezes pergunto me se a maluca sou eu. devo ser.

cardigrilos disse...

O Natal consegue ser uma época fantástica... mas deprimente também. Depois de 2 anos a tentar juntar a família alargada, este ano desisti. Parece que o natal é só a troca de prendas, os kg de papel e plásticos desperdiçados, os milhares de bacalhaus ao jantar...

Enfim. É a lufalufa das compras antes do natal e a lufalufa das trocas a seguir ao natal.

Quanto a mim... consolam-me as filhós de abóbora! :)

Tagaxinho disse...

Natal é aquela cena do frio, da familia e das luzes né? E tem um gajo gordo vestido á benfica né?
Eu cá gosto...

Liana disse...

Mesmo assim desejo-te um Feliz Natal!

Beijos

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, não percebi onde é que leste que sou da opinião de que só nos podemos exprimir acerca do que nos diz respeito. :)

sungod, fiquei a saber que achas parecido ser grunho por bater numa mulher e dizer a verdade do que pensas sobre o natal. :)

sierramaestra, qual posição radical? o natal saturar-me? satura e pronto... o que é que queres que te faça? :)

Maria João, lol. estou contigo... pelos vistos somos extremistas porque não respeitamos uma normalidade qualquer... :)

Ana Camarra, lol... ela não teve muita calma. eu não contei tudo. :)

subtilezas, eu estou contigo em tudo. :)

fá. eu gostei até aos 11 anos. :)

cardigrilos, é por isso que eu só vou comprar uma prenda... e é para a minha filhota que é pequenina. :)

tagaxinho, os gajos do Benfica são gordos... por isso deve ser... lol. :)

liana, lol. obrigado. desejo-te também, então. :)

Anónimo disse...

Natal - a festa cristã na qual se se comemora o nascimento de Jesus Cristo.

Eu comemoro sempre que alguém faz anos, quando ninguém faz comemoro na mesma, desde que haja copos eu tou lá.

No Natal também estou.

Um abraço a todos e um feliz aniversário de jesus Cristo.

Luís.

bagaco amarelo disse...

Luis, lol. abraço.

joaninha versus escaravelho disse...

Aqui: "acho que a orientação sexual de outra pessoa não é minimamente importante para a sociedade civil e não me diz respeito. :)". Com todo o resto da resposta que me deste subentendi isso.
Mas provavelmente é mais um mal entendido da minha parte...
Sou mulher e não ando a entender-te muito bem :(

bagaco amarelo disse...

joaninha versus escaravelho, há coisas bem mais graves do que não me entender, acredita. não faças sorrisos tristes por causa disso :)
A frase só quer dizer isso mesmo, e eu já percebi que não és homofóbica nem nada que se pareça. Estava só a esclarecer que a aceitação por causa da orientação sexual não deve ser necessária.
Quanto ao natal, deixa lá, eu posso não gostar e tu gostares. Amigos na mesma. :)

Anónimo disse...

Bem!!! Esta conversa deu controvérsia...

Eu gosto do Natal.
Umas vezes mais, outras vezes menos.
Dou presentes nesta época.
Umas vezes muitos, outras vezes poucos.
Adoro "a comezaina".
E esta é sempre para mais.

É como tudo.

Mas gosto mesmo é da liberdade.
A liberdade de se gostar ou não, seja do que fôr.
(Apesar de achar que nos sentimos mais livres, quando não gostamos...)

Mas também acho piada, a quem se irrita connosco e nos tenta converter... acho graça...

Esta ela "gosta mesmo demasiado de ti"...

E isso é um presente...(mesmo que venha embrulhado na irritação...)

;)

Um beijo
Ana

SunGod disse...

lol... tu n dês uma de TVI ao meu comentário, não foi nada disso que quiz dizer, penso que sabes :P
ok...grunho até pode ter sido mal escolhido, mas insensível não se aplicava, bronco não te caia bem, por isso acho que mudo a palavra para "insensível" lol
e...bem...se considerares teres ferido a jovem emocionalmente, pode ser considerada uma violência contra a menina lolol

Olga disse...

Com tanta hipocrisia que vejo à minha volta às vezes também me apetecia desejar isso.
A única coisa boa que tinha era estar com a família e até isso me querem tirar este ano. :(

Anónimo disse...

Olá Bagaço Amarelo (ainda um dia me hás-de explicar a razão desta alcunha, razão previsível, mas espero que a história me surpreenda),


Como não sei se vou estar on line durante a próxima semana (FÉRIAS, finalmente!!!!) venho dizer-te que gostei muito de encontrar este blog e que conto contigo para acompanhar os meus dias durante o próximo ano...

Até lá, sobrevive ao Natal...eu vou fazer o mesmo!!!

Maria João

bagaco amarelo disse...

Ana, tens razão, sim.:)

sun god, tvi é tv ivariana... :)

Olga, se é por causa de trabalho nunca é justo. :)

Maria João, Até para o ano então. O brigado e beijinhos. :)

Olga disse...

Acertaste. Só me resta pensar que um dia as coisas vão melhorar. Pelo menos ainda tenho emprego...

bagaco amarelo disse...

olga, andamos todos ao mesmo... boa sorte. :)

Anónimo disse...

Afinal estou on line...só para avisar! Na terrinha, ao pé da fogueira...que bom!

Maria João

bagaco amarelo disse...

Maria João, e eu ainda a trabalhar. :)